alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Saiba mais sobe a hemocromatose hereditária, que afeta ao menos 2 mil brasileiros

    Atualmente, mais de 2 mil pessoas que se identificam como pacientes fazem parte do grupo brasileiro.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Estudiosos foram a locais estratégicos para orientar as pessoas sobre a hemocromatose hereditária, condição caracterizada pelo excesso de ferro no sangue.  O trabalho de divulgação foi feito através da internet, em bancos de sangue e nas ruas – e foi apresentado durante a 33º Reunião Anual da Federação das Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE), que é realizada em Campos do Jordão.

    O grupo brasileiro de hemocromatose hereditária foi criado em 2013, pelo professor de medicina da Unifesp Paulo Celeb Santos, e faz parte da Haemochromatosis International (HI).

    “A hemocromatose hereditária tem sintomas muito diversos, como fadiga, dor abdominal, artrite, que podem ser confundidos com outras doenças. Quando não é tratada, pode gerar problemas mais graves, como cirrose hepática, impotência, diabetes e cardiopatias”, disse Santos.

    O tratamento mais seguro e eficaz é a flebotomia terapêutica, que é a retirada de sangue regularmente, feita em hospitais e bancos de sangue.

    Segundo Santos, é preciso orientar profissionais da saúde, inclusive dos bancos de sangue, sobre a doença, para que eles repassem aos pacientes que ela não causa grandes incômodos se o tratamento foi feito da forma correta. A doença está associada a mutações de genes, principalmente ao HFE. O teste genético pode ser feito sob indicação de um médico.

    O grupo tem apoio institucional do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

     

    1. Home
    2. noticias
    3. saiba mais sobe a …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.