alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Sangramento da gengiva pode ter causa genética, revela estudo

    A doença periodontal foi foco de uma pesquisa da Unicamp.

    Placeholder - loading - news single img
    Mulher ajudando criança a escovar os dentes (Foto: Divulgação)

    25

    Publicada em  

    A doença periodontal, que afeta a gengiva, pode ser passada de pai para filho. O alerta é resultado de um estudo da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP), da Unicamp, segundo o qual a saúde bucal dessas crianças deve ter acompanhamento mais rigoroso para evitar o desenvolvimento da enfermidade.

    A cirurgiã-dentista Mabelle de Freitas Monteiro, autora do estudo, explica que a doença consiste na inflamação das gengivas e de outros tecidos da boca em resposta ao acúmulo de placa bacteriana. Nos casos mais graves, isso pode causar perda óssea e até mesmo a queda dos dentes.

    Segundo a pesquisadora, crianças de 6 a 12 anos já têm alterações bucais muito parecidas com as dos pais que têm a periodontite. Entre elas, estão mudanças precoces da saliva, aparecimento de placa bacteriana e resposta inflamatória nos tecidos da boca. Essas características sugerem o início do desenvolvimento da doença, ou indícios de que há risco dela se manifestar futuramente.

    De acordo com a pesquisa, a periodontite é uma das doenças que mais prejudicam a cavidade oral. Apesar dos casos agressivos representarem cerca de 1% a 6% dos brasileiros, cuidados devem ser tomados desde cedo, devido à gravidade da enfermidade.

    O acompanhamento rotineiro da saúde bucal, como tratamento de cáries ou de dores de dente, e a correta escovação e higienização são importantes. Mabelle diz que o ideal é um acompanhamento com dentista a cada 3 ou 6 meses.

    Mas evitar o acúmulo de placas bacterianas ainda não é o suficiente, já que a periodontite não está relacionada apenas a questões de higiene, podendo haver também associação de fatores genéticos. Além disso, a aplicação das técnicas habituais de escovação não contribuiu tanto para controle das placas acumuladas.

    Tratamento

    Como o uso de cremes dentais habituais para o controle de placas não apresentou resultados desejados durante o estudo, a pesquisa passou a focar nos benefícios do Triclosan. Apesar da substância antibactericida não ter agido como o esperado no controle das bactérias, ela foi capaz de reduzir níveis de sangramento e controlar as características salivares.

    O objetivo do estudo agora é encontrar formas mais eficientes para a prevenção e tratamento precoce da doença periodontal.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

     

      1. Home
      2. noticias
      3. sangramento da gengiva pode …

      Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.