alexametrics
Conectando

    Streaming de música passa a ser critério para discos de ouro e platina nos EUA

    Por Jornalismo Antena 1

    Placeholder - loading - news single img
    A Associação de Gravadoras dos Estados Unidos (Recording Industry Association of America - RIAA, em inglês) incluiu índices de streaming de músicas para estabelecer marcas de vendas de discos de ouro e de platina no país. Segundo nota divulgada no site do órgão, o critério passa a contar com audições no YouTube e uso de serviços pagos, com Spotify, Rdio e Xbox Music, entre outros.

    Antes da nova regra, para ganhar um disco de ouro era preciso alcançar 500 mil downloads pagos, e 1 milhão para disco de platina. Agora, para cada cem visualizações online será somado 1 download à contagem, fazendo assim com que um clipe com cem milhões de exibições esteja apto a receber um disco de platina.

    Com a nova regra, foi possível condecorar mais de 50 artistas com títulos retroativos, entre eles Adele ("Rolling in the deep"), Rihanna ("We found love"), Lady Gaga ("Bad romance") e Justin Bieber ("Baby"), além de canções mais antigas como "I Don't Want To Miss A Thing" do Aerosmith, e "Don't Stop Believin" da banda Journey.

    Para Cary Sherman, executivo da RIAA, "incluir o streaming nos prêmios de ouro e platina marca a evolução da melhor premiação da indústria e reflete o amplo espectro de maneiras com que os fãs podem aproveitar suas bandas preferidas".


    UOL Notícias

      Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.