alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE aco

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Minério de ferro tem 5º mês de ganhos na China; aço sobe com demanda

    Minério de ferro tem 5º mês de ganhos na China; aço sobe com demanda

    Por Enrico Dela Cruz

    MANILA (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro na China subiram nesta terça-feira e registraram o quinto ganho mensal consecutivo, enquanto o aço para construção marcou seu melhor mês desde julho de 2018, impulsionado pela esperança de que a demanda permaneça firme após os feriados do Dia do Trabalho.

    O declínio nos estoques de minério de ferro e aço na China levou usinas e comerciantes a reabastecerem as reservas antes de um fim de semana prolongado de cinco dias, também ajudando a sustentar os preços.

    Os mercados futuros de Dalian e Xangai estarão fechados a partir de quarta-feira e reabrirão na segunda-feira, 6 de maio.

    O contrato do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian subiu 2,1 por cento, para 639 iuanes (94,84 dólares) a tonelada, seu maior fechamento em duas semanas.

    A matéria-prima de fabricação de aço ganhou quase 12 por cento em abril, em grande parte devido ao choque de oferta após um desastre mortal na barragem de rejeitos e subsequente fechamento de minas da Vale no Brasil, neste ano.

    O minério de ferro à vista para entrega na China ficou em 95 dólares por tonelada, ante 93,80 dólares na véspera, com base em dados rastreados pela consultoria SteelHome.

    O contrato do vergalhão de aço mais ativo na Bolsa de Futuros de Xangai subiu 1,8 por cento, para 3.828 iuanes por tonelada. O aço para construção subiu 11,3 por cento em abril, seu melhor mês em nove.

    0

    0

    13

    2 S

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Preço do minério sobe na China com demanda firme; importação pelo país cai no 1º tri

    Preço do minério sobe na China com demanda firme; importação pelo país cai no 1º tri

    Por Enrico Dela Cruz

    MANILA (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro na China encerraram em alta nesta sexta-feira e registraram o terceiro ganho semanal consecutivo, com os preços spot oscilando perto de máximas em cinco anos em meio ao aumento da demanda das siderúrgicas chinesas e ao declínio na oferta de fornecedores estrangeiros.

    As importações de minério de ferro da China subiram em março para 86,42 milhões de toneladas, após atingirem uma mínima de 10 meses em fevereiro, de acordo com os dados alfandegários mais recentes, já que as siderúrgicas reabasteceram seus estoques antes do fim das restrições à produção de inverno.

    Para o primeiro trimestre de 2019, a China importou 261 milhões de toneladas de minério de ferro, uma queda de 3,5 por cento em relação aos 270,4 milhões de toneladas em igual período do ano passado.

    O contrato do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian, para setembro, fechou em alta de 0,7 por cento, a 653,5 iuanes (97,30 dólares) por tonelada, e ganhou 3,7 por cento nesta semana.

    O minério de ferro de Dalian subiu cerca de 49 por cento neste ano, impulsionado principalmente pelas preocupações com a oferta, já que os embarques para a China pelos principais fornecedores no Brasil e na Austrália caíram.

    No Brasil, os embarques de minério de ferro caíram acentuadamente em março após a queda da barragem da Vale, em Brumadinho (MG).

    O preço spot do minério de ferro na China ficou em 95 dólares por tonelada, ante 94,50 dólares na véspera, de acordo com a consultoria SteelHome.

    Os preços do aço subiram, com o vergalhão de construção na Bolsa de Futuros de Xangai subindo 0,6 por cento, para 3.794 iuanes por tonelada, alta de cerca de 6 por cento nesta semana, o maior salto semanal desde a primeira semana de dezembro de 2018.

    0

    0

    18

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Minério de ferro na China sobe em meio a sinais mistos sobre oferta da Vale

    Minério de ferro na China sobe em meio a sinais mistos sobre oferta da Vale

    Por Enrico Dela Cruz

    MANILA (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro na China subiram nesta sexta-feira em meio a sinais conflitantes sobre a oferta da maior produtora mundial da commodity, a brasileira Vale, mas registraram sua primeira perda semanal em quatro semanas.

    A Justiça de Minas Gerais ordenou que a Vale suspenda as operações no complexo minerário da barragem de Dique III, de acordo com um documento judicial visto pela Reuters na quinta-feira. Mas seu impacto na produção gerou preocupações, embora a empresa tenha dito que não há problema adicional, pois o ativo já estava parado por uma outra decisão.

    A Vale tem sido alvo de várias decisões judiciais relacionadas a minas que usam represas semelhantes à que se rompeu em janeiro, matando centenas de pessoas.

    As operações na mina de Alegria, em Minas Gerais, também da Vale, foram interrompidas após um 'teste de estresse' não ter garantido a estabilidade, com o impacto na produção de minério de ferro estimado em 10 milhões de toneladas por ano.

    No entanto, a mineradora foi autorizada a retomar as operações na mina de Brucutu, seu maior complexo de minério de ferro em Minas Gerais.

    A empresa informou na noite de quinta-feira que poderá retomar atividades em Brucutu em até 72 horas.

    Com a volta de Brucutu, a Vale ainda terá paralisada capacidade de pouco mais de 60 milhões de toneladas/ano.

    O contrato do minério de ferro para maio, o mais ativo na Bolsa de Mercadorias de Dalian, chegou a subir 0,7 por cento antes de encerrar a sessão em alta de 0,5 por cento, a 615,5 iuanes (91,86 dólares) por tonelada.

    Já o contrato do vergalhão mais ativo na Bolsa de Futuros de Xangai caiu 0,8 por cento, para 3.768 iuanes por tonelada.

    0

    0

    28

    1 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. aco

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.