alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE bloqueio

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Justiça bloqueia mais R$1 bi da Vale; total congelado vai a R$17,6 bi

    Justiça bloqueia mais R$1 bi da Vale; total congelado vai a R$17,6 bi

    SÃO PAULO (Reuters) - A Justiça bloqueou mais 1 bilhão de reais em recursos da Vale, elevando o total 'congelado' para 17,6 bilhões de reais, informou a mineradora nesta segunda-feira, em meio aos reflexos do rompimento mortal de barragem da companhia em Brumadinho (MG), em 25 de janeiro.

    Segundo a empresa, o mais recente bloqueio foi determinado ainda na sexta-feira pela 1ª Vara Civil da Comarca de Nova Lima (MG), 'visando resguardar a reparação de danos causados às pessoas atingidas pela evacuação da Zona de Auto Salvamento da barragem de Vargem Grande, assim como de potenciais danos às pessoas e ao meio ambiente em caso de rompimento'.

    Adicionalmente, a Justiça determinou que a companhia se abstenha de praticar qualquer 'ato tendente a construir, operar, alterar e/ou utilizar a Barragem Vargem Grande, bem como adote certas medidas visando garantir a estabilidade e segurança da barragem e das outras estruturas integrantes do complexo minerário onde está situada'.

    A Vale frisou que ainda não foi formalmente notificada da decisão e que adotará as medidas cabíveis no prazo legal, mas ponderou que a projeção de vendas de minério de ferro e pelotas não será alterada, uma vez que as operações do complexo de Vargem Grande já se encontram paralisadas por determinação da Agência Nacional de Mineração.

    O bloqueio de 1 bilhão de reais se dá exatamente uma semana após a Justiça da Comarca de Barão de Cocais (MG) determinar o congelamento de outros quase 3 bilhões de reais, visando assegurar o ressarcimento de eventuais prejuízos de pessoas retiradas das proximidades da barragem Sul Superior.

    As determinações se dão conforme a companhia ainda lida com as consequências do rompimento da barragem, que deixou mais de 300 mortos, além de liberar lama em vegetação, comunidades e rios da região, como o importante Paraopeba.

    Na semana passada, a mineradora disse que os impactos relacionados a essa tragédia seriam da ordem de até 75 milhões de toneladas em vendas em 2019.

    Também nesta segunda-feira, a Vale informou que 17 de suas estruturas, como barragens e diques, não obtiveram as chamadas Declarações de Condição de Estabilidade (DCEs), dentre as quais as barragens Sul Superior, de Gongo Soco, e Vargem Grande, do Complexo de Vargem Grande.

    (Por José Roberto Gomes)

    1

    0

    32

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Justiça do Trabalho bloqueia mais R$800 mi da Vale por Brumadinho; total vai a R$12,6 bi

    Justiça do Trabalho bloqueia mais R$800 mi da Vale por Brumadinho; total vai a R$12,6 bi

    Por Pedro Fonseca

    RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Justiça do Trabalho decidiu bloquear mais 800 milhões de reais da Vale para assegurar pagamentos e indenizações trabalhistas na sequência do rompimento de barragem da mineradora em Brumadinho (MG), após um primeiro bloqueio também de 800 milhões de reais das contas da empresa pelo mesmo motivo.

    Além dos bloqueios determinados pela Justiça do Trabalho, a Vale já teve outros 11 bilhões de reais bloqueados pela Justiça de Minas Gerias, sendo dois bloqueios separados de 5 bilhões de reais cada solicitados pelo Ministério Público estadual de MG e outro de 1 bilhão de reais pedido pelo governo do Estado.

    O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Minas Gerais informou em nota, nesta quinta-feita, que a decisão da Justiça do Trabalho de aplicar um segundo bloqueio de 800 milhões de reais à mineradora foi tomada na véspera, depois de um pedido de reconsideração feito pelo MPT uma vez que o primeiro bloqueio havia correspondido a 50 por cento do total solicitado pelos procuradores na ocasião.

    Também foram impostas à Vale obrigações de arcar com custos de sepultamento, manutenção de pagamentos de salários a trabalhadores vivos e familiares de mortos e desaparecidos, bem como entrega de documentos fundamentais para a instrução do inquérito e apuração das condições de segurança na mina de Brumadinho, disse o MPT.

    'Essa resposta rápida da Justiça do Trabalho de Minas Gerais aos pedidos apresentados do MPT, com certeza, é decisiva para alcançarmos a celeridade que as ações de socorro às vítimas da tragédia demandam”, disse a procuradora-chefe do MPT-MG, Adriana Augusta Souza, em comunicado.

    Procurada, a Vale informou que não comentaria sobre o novo bloqueio decretado pela Justiça do Trabalho.

    No domingo, a empresa disse que assim que foi intimada da decisão de bloqueio de 1 bilhão de reais, o primeiro determinado pela Justiça, apresentou petição informando que faria o depósito do valor, sem necessidade de bloqueio judicial, e que estava 'avaliando as providências cabíveis' quanto a dois bloqueios de 5 bilhões de reais cada.

    O rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, ocorrido na sexta-feira, deixou ao menos 99 mortos e 259 desaparecidos, de acordo com balanço dos bombeiros divulgado na noite de quarta-feira, depois que uma avalanche de lama devastou instalações da Vale na mina, e áreas da cidade de Brumadinho.

    O governo estadual de Minas Gerais informou nesta quinta-feira que monitoramento feito no rio Paraopeba após o rompimento da barragem em Brumadinho mostrou que a água do corpo hídrico apresenta riscos à saúde humana e animal, e recomendou sua não utilização.

    'Para manter o abastecimento, o governo do Estado de Minas Gerais já determinou à Vale que forneça água potável para as comunidades afetadas', disse o governo em nota. O rio foi diretamente atingido pela lama com rejeitos de metal despejada pelo rompimento da barragem.

    0

    0

    16

    3 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. bloqueio

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.