alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE busca

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Agentes de resgate ampliam buscas por sobreviventes de ciclone em Moçambique

    Agentes de resgate ampliam buscas por sobreviventes de ciclone em Moçambique

    Por Emma Rumney

    BEIRA, Moçambique (Reuters) - Agentes de resgate ampliaram, nesta quinta-feira, a busca de sobreviventes de inundações devastadoras em Moçambique provocadas pela passagem de um ciclone poderoso que assolou o sul da África uma semana atrás, matando centenas e destruindo construções e terras de cultivo.

    O saldo de mortes em Moçambique subiu para 217, e cerca de 15 mil pessoas, muitas delas doentes, ainda precisam ser resgatadas, disse o ministro da Terra e do Meio Ambiente, Celso Correia, mas os agentes de resgate continuam encontrando corpos e o saldo de mortes pode aumentar dramaticamente.

    Connor Hartnady, líder de uma força-tarefa de operações de resgate da África do Sul, disse que uma das maiores prioridades nesta quinta-feira é avançar nas áreas remanescentes afetadas por inundações que ainda não foram alcançadas em busca de pessoas necessitadas de resgate.

    Helicópteros estavam transportando pessoas, algumas retiradas dos tetos de casas e de topos de árvores, para a cidade portuária de Beira, o principal quartel-general da enorme operação de resgate.

    Um helicóptero voltou com quatro crianças e duas mulheres, resgatadas de um pequeno estádio de futebol de um vilarejo de resto submerso. Um menino pequeno, com uma perna quebrada, estava sozinho e dava sinais de exaustão quando os agentes de resgate o deitaram na grama antes de levá-lo a uma ambulância.

    Uma idosa estava sentada, atordoada, perto de dois de seus netos. Os três estavam ilesos, mas as crianças perderam a mãe.

    Agora que as águas das inundações começaram a baixar, a prioridade é levar alimentos e outros suprimentos às pessoas, ao invés de retirar pessoas de áreas afetadas, embora isso também esteja sendo feito, disse Correia.

    Cerca de 3 mil pessoas foram resgatadas até agora, afirmou.

    'Nossa maior luta é contra o relógio', disse o ministro em uma coletiva de imprensa, acrescentando que as autoridades estão usando todos os meios possíveis para salvar vidas e trabalhando 24 horas por dia.

    O ciclone Idai atingiu a cidade portuária moçambicana de Beira com ventos de até 170 km/h uma semana atrás, depois rumou para o continente na direção do Zimbábue e de Malaui, derrubando edifícios e ameaçando as vidas de milhões.

    Estima-se que 56 pessoas morreram no Malaui.

    O saldo de mortes no vizinho Zimbábue chegou a 139 nesta quinta-feira. O Programa Mundial de Alimentos da ONU (WFP, na sigla em inglês), que está coordenando a entrega de comida na região, disse que 200 mil pessoas no Zimbábue precisariam de assistência urgente na almentação por três meses.

    ((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

    REUTERS PF

    0

    0

    37

    2 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Indonésia envia mergulhadores e localizadores para procurar caixas-pretas de avião no mar

    Indonésia envia mergulhadores e localizadores para procurar caixas-pretas de avião no mar

    Por Fathin Ungku e Yuddy Cahya

    (Reuters) - Mergulhadores indonésios retomaram nesta terça-feira a busca por um avião de passageiros que caiu com 189 pessoas a bordo, e 'localizadores de pings' tentavam rastrear as caixas-pretas para descobrir por que um avião quase novo caiu no mar minutos após a decolagem.

    A Indonésia, um dos mercados da aviação que crescem mais rápido no mundo, tem um histórico considerável de acidentes aéreos. Como é quase certo que todos a bordo morreram, o acidente deve se tornar o segundo pior desastre aéreo do país.

    As equipes de terra perderam contato com o voo JT610 da empresa de baixo custo Lion Air 13 minutos depois que o Boeing 737 MAX 8 decolou na manhã de segunda-feira do aeroporto da capital Jacarta rumo à cidade de Pangkal Pinang, sede de uma mineradora de estanho.

    'Esperamos encontrar os destroços ou a fuselagem agora de manhã', disse Soerjanto Tjahjono, chefe do comitê de segurança dos transportes, à Reuters, acrescentando que 'localizadores de pings' submarinos, incluindo equipamento de Cingapura, estão sendo usados para ajudar a encontrar as caixas-pretas da aeronave.

    A prioridade é encontrar o gravador de voz da cabine e o gravador de dados do voo, que ajudarão a determinar a causa do desastre, disseram especialistas em segurança.

    Embora os mergulhadores tenham interrompido as buscas de madrugada, embarcações com sonar e um drone submarino continuavam a procurar os destroços, onde se teme que muitas vítimas estejam presas, disseram autoridades.

    Só fragmentos e partes de corpos foram encontrados no litoral de Karawang, ao leste de Jacarta.

    Uma testemunha da Reuters a bordo de um barco no local da queda viu equipes de mergulhadores divididas em seis botes infláveis entrarem no mar ligeiramente agitado.

    'A visibilidade não está boa, e está muito nublado', disse um agente das forças especiais, observando que a equipe de mergulhadores começou a trabalhar pouco depois do alvorecer a uma profundidade de 35 metros.

    Imagens submarinas divulgadas pela agência nacional de busca e resgate mostraram uma visibilidade relativamente baixa. Ao todo 35 embarcações estão auxiliando as buscas.

    Yusuf Latief, porta-voz da agência nacional de busca e resgate, disse na segunda-feira que encontrar sobreviventes 'seria um milagre', julgando pelo estado dos fragmentos e partes de corpos recuperados.

    (Reportagem adicional de Agustinus Beo Da Costa, Fergus Jensen, Fransiska Nangoy, Jamie Freed em Cingapura e Tim Hepher em Hong Kong)

    0

    0

    17

    6 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Turquia faz nova busca em consulado saudita, e ministros europeus cancelam visita a Riad

    Turquia faz nova busca em consulado saudita, e ministros europeus cancelam visita a Riad

    ISTAMBUL (Reuters) - A Turquia fez uma segunda busca no consulado da Arábia Saudita em Istambul, na madrugada desta quinta-feira, como parte de um inquérito sobre o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi, e os ministros das Finanças da França e da Holanda cancelaram participação em uma cúpula de investimentos em Riad em meio a críticas globais ao reino.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar esperando um relatório completo sobre o que aconteceu com Khashoggi de seu secretário de Estado, Mike Pompeo, que se encontrou com líderes sauditas e turcos, e disse que não quer abandonar a aliada Arábia Saudita.

    Autoridades turcas disseram acreditar que Khashoggi --que mora nos EUA e é colunista do Washington Post e crítico do príncipe herdeiro da coroa saudita, Mohammed bin Salman-- foi assassinado no consulado saudita de Istambul em 2 de outubro e que seu corpo foi removido.

    A Arábia Saudita negou envolvimento no desaparecimento de Khashoggi. Trump especulou, sem oferecer indícios, que 'assassinos particulares' podem ser responsáveis.

    A maneira como aliados ocidentais lidarão com a Arábia Saudita dependerá do grau de responsabilidade que atribuem ao príncipe Mohammed e às autoridades sauditas pelo caso.

    Trump, que estabeleceu laços mais estreitos com a Arábia Saudita e o príncipe de 33 anos na tentativa de conter a influência do Irã na região, não pareceu disposto a se distanciar muito de Riad. Ele citou as dezenas de bilhões de dólares de acordos de armas em potencial.

    Outras nações ocidentais expressaram preocupação com o desaparecimento do jornalista, mas também enfrentam uma situação delicada devido a seus negócios com o maior exportador de petróleo do mundo.

    O ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, disse nesta quinta-feira que cancelou sua ida à conferência de investimento em Riad na próxima semana, afirmando à televisão que 'as condições não são adequadas'.

    Seu homólogo holandês, Wopka Hoekstra, também descartou comparecer, disse a agência de notícias ANP, e o governo da Holanda cancelou uma missão comercial que iria à Arábia Saudita no mês que vem.

    O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse que seus planos de participação na conferência em Riad serão reavaliados nesta quinta-feira, depois que autoridades norte-americanas tiverem uma chance de consultar Pompeo. Os planos de comparecimento do secretário de Comércio britânico, Liam Fox, não foram confirmados, disse um porta-voz.

    (Por Umit Ozdal, Yesim Dikmen e Tuvan Gumrukcu)

    0

    0

    12

    7 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. busca

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.