alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE busca

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Indonésia envia mergulhadores e localizadores para procurar caixas-pretas de avião no mar

    Indonésia envia mergulhadores e localizadores para procurar caixas-pretas de avião no mar

    Por Fathin Ungku e Yuddy Cahya

    (Reuters) - Mergulhadores indonésios retomaram nesta terça-feira a busca por um avião de passageiros que caiu com 189 pessoas a bordo, e 'localizadores de pings' tentavam rastrear as caixas-pretas para descobrir por que um avião quase novo caiu no mar minutos após a decolagem.

    A Indonésia, um dos mercados da aviação que crescem mais rápido no mundo, tem um histórico considerável de acidentes aéreos. Como é quase certo que todos a bordo morreram, o acidente deve se tornar o segundo pior desastre aéreo do país.

    As equipes de terra perderam contato com o voo JT610 da empresa de baixo custo Lion Air 13 minutos depois que o Boeing 737 MAX 8 decolou na manhã de segunda-feira do aeroporto da capital Jacarta rumo à cidade de Pangkal Pinang, sede de uma mineradora de estanho.

    'Esperamos encontrar os destroços ou a fuselagem agora de manhã', disse Soerjanto Tjahjono, chefe do comitê de segurança dos transportes, à Reuters, acrescentando que 'localizadores de pings' submarinos, incluindo equipamento de Cingapura, estão sendo usados para ajudar a encontrar as caixas-pretas da aeronave.

    A prioridade é encontrar o gravador de voz da cabine e o gravador de dados do voo, que ajudarão a determinar a causa do desastre, disseram especialistas em segurança.

    Embora os mergulhadores tenham interrompido as buscas de madrugada, embarcações com sonar e um drone submarino continuavam a procurar os destroços, onde se teme que muitas vítimas estejam presas, disseram autoridades.

    Só fragmentos e partes de corpos foram encontrados no litoral de Karawang, ao leste de Jacarta.

    Uma testemunha da Reuters a bordo de um barco no local da queda viu equipes de mergulhadores divididas em seis botes infláveis entrarem no mar ligeiramente agitado.

    'A visibilidade não está boa, e está muito nublado', disse um agente das forças especiais, observando que a equipe de mergulhadores começou a trabalhar pouco depois do alvorecer a uma profundidade de 35 metros.

    Imagens submarinas divulgadas pela agência nacional de busca e resgate mostraram uma visibilidade relativamente baixa. Ao todo 35 embarcações estão auxiliando as buscas.

    Yusuf Latief, porta-voz da agência nacional de busca e resgate, disse na segunda-feira que encontrar sobreviventes 'seria um milagre', julgando pelo estado dos fragmentos e partes de corpos recuperados.

    (Reportagem adicional de Agustinus Beo Da Costa, Fergus Jensen, Fransiska Nangoy, Jamie Freed em Cingapura e Tim Hepher em Hong Kong)

    0

    0

    15

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Turquia faz nova busca em consulado saudita, e ministros europeus cancelam visita a Riad

    Turquia faz nova busca em consulado saudita, e ministros europeus cancelam visita a Riad

    ISTAMBUL (Reuters) - A Turquia fez uma segunda busca no consulado da Arábia Saudita em Istambul, na madrugada desta quinta-feira, como parte de um inquérito sobre o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi, e os ministros das Finanças da França e da Holanda cancelaram participação em uma cúpula de investimentos em Riad em meio a críticas globais ao reino.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar esperando um relatório completo sobre o que aconteceu com Khashoggi de seu secretário de Estado, Mike Pompeo, que se encontrou com líderes sauditas e turcos, e disse que não quer abandonar a aliada Arábia Saudita.

    Autoridades turcas disseram acreditar que Khashoggi --que mora nos EUA e é colunista do Washington Post e crítico do príncipe herdeiro da coroa saudita, Mohammed bin Salman-- foi assassinado no consulado saudita de Istambul em 2 de outubro e que seu corpo foi removido.

    A Arábia Saudita negou envolvimento no desaparecimento de Khashoggi. Trump especulou, sem oferecer indícios, que 'assassinos particulares' podem ser responsáveis.

    A maneira como aliados ocidentais lidarão com a Arábia Saudita dependerá do grau de responsabilidade que atribuem ao príncipe Mohammed e às autoridades sauditas pelo caso.

    Trump, que estabeleceu laços mais estreitos com a Arábia Saudita e o príncipe de 33 anos na tentativa de conter a influência do Irã na região, não pareceu disposto a se distanciar muito de Riad. Ele citou as dezenas de bilhões de dólares de acordos de armas em potencial.

    Outras nações ocidentais expressaram preocupação com o desaparecimento do jornalista, mas também enfrentam uma situação delicada devido a seus negócios com o maior exportador de petróleo do mundo.

    O ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, disse nesta quinta-feira que cancelou sua ida à conferência de investimento em Riad na próxima semana, afirmando à televisão que 'as condições não são adequadas'.

    Seu homólogo holandês, Wopka Hoekstra, também descartou comparecer, disse a agência de notícias ANP, e o governo da Holanda cancelou uma missão comercial que iria à Arábia Saudita no mês que vem.

    O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse que seus planos de participação na conferência em Riad serão reavaliados nesta quinta-feira, depois que autoridades norte-americanas tiverem uma chance de consultar Pompeo. Os planos de comparecimento do secretário de Comércio britânico, Liam Fox, não foram confirmados, disse um porta-voz.

    (Por Umit Ozdal, Yesim Dikmen e Tuvan Gumrukcu)

    0

    0

    10

    1 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. busca

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.