alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE catar

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Catar anuncia saída da Opep, critica Arábia Saudita e focará em gás

    Catar anuncia saída da Opep, critica Arábia Saudita e focará em gás

    Por Eric Knecht

    DOHA (Reuters) - O Catar anunciou nesta segunda-feira que deixará a Opep em janeiro para se concentrar em seus negócios de gás, atacando a líder de fato do grupo, a Arábia Saudita, e prejudicando esforços para mostrar certa unidade antes do encontro de exportadores do petróleo nesta semana que visa reverter a queda de preços.

    O Catar, um dos menores produtores de petróleo entre os membros da Opep, mas o maior exportador mundial de gás natural liquefeito (GNL), está envolvida em uma disputa diplomática prolongada com a Arábia Saudita e alguns outros Estados árabes.

    O governo de Doha informou que sua decisão não foi motivada por política, mas, em um aparente ataque a Riad, o ministro de Estado para Assuntos Energéticos, Saad al-Kaabi, disse: 'Não estamos dizendo que vamos sair do setor petrolífero, mas isso é controlado por um organização gerida por um país'. Ele não nomeou a nação.

    Al-Kaabi disse em uma coletiva de imprensa que a decisão de Doha 'foi comunicada à Opep', mas disse que o Catar participará da reunião do grupo na quinta e na sexta, e cumprirá seus compromissos.

    Ele disse que Doha se concentrará em seu potencial de gás porque não é prático para o Catar 'colocar esforços, recursos e tempo em uma organização na qual somos um participante muito pequeno, e eu não tenho nada a dizer sobre o que acontece'.

    Delegados da Opep, que tem 15 membros, incluindo o Catar, procuraram minimizar o impacto, mas perder um membro de longa data prejudica a tentativa de mostrar uma frente unida antes de uma reunião que deverá reduzir o corte de oferta para reforçar os preços do petróleo, que perderam quase 30 por cento desde o pico de outubro.

    'Eles não são grandes produtores, mas tiveram um grande papel na história da (Opep)', disse uma fonte da Opep.

    A fonte destacou o crescente domínio sobre a elaboração de políticas no mercado de petróleo por Arábia Saudita, Rússia e Estados Unidos, os três maiores produtores de petróleo do mundo, que juntos respondem por quase um terço da produção global.

    Riad e Moscou têm decidido cada vez mais as políticas de produção, sob pressão do presidente dos EUA, Donald Trump, na Opep, para reduzir os preços. O Brent está sendo negociado a cerca de 62 dólares por barril, ante 86 dólares em outubro.

    'Isso pode sinalizar um ponto de virada histórica da organização em relação à Rússia, Arábia Saudita e Estados Unidos', disse o ex-ministro da Energia da Argélia e presidente da Opep, Chakib Khelil, comentando a decisão do Catar.

    (Reportagem adicional por Florence Tan, em Cingapura, Rania El Gamal, em Dubai, Ahmed Ghaddar, em Vienna,e Lamine Chikhi, em Algiers)

    0

    0

    14

    1 S

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Rússia passa bastão da Copa do Mundo para o Catar orgulhosa de sucesso

    Rússia passa bastão da Copa do Mundo para o Catar orgulhosa de sucesso

    Por Olesya Astakhova

    MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, passou neste domingo o manto de anfitrião da Copa do Mundo para o emir do Catar, cujo país receberá a edição de 2022 do torneio. 

    O tamanho do Catar, com apenas 2,3 milhões de pessoas, e altas temperaturas, além da falta de uma infraestrutura de estádios, gerou algumas questões sobre a decisão da Fifa de tornar o país sede da Copa, mas governantes do Catar afirmam que estarão à altura do desafio. 

    “A Rússia está passando o bastão de anfitrião da Copa do Mundo para o Catar”, disse Putin, em cerimônia no Kremlin, ao lado do presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o emir do Catar, xeique Tamim Bin Hamad al-Thani.

    “Estamos orgulhosos do que fizemos pelos torcedores deste maravilhoso esporte. Nosso país inteiro teve muito prazer de interagir com o mundo do futebol, com os torcedores que vieram para cá do mundo inteiro”, acrescentou.

    “Tenho certeza que nossos amigos do Catar vão conseguir receber a Copa do Mundo de 2022 com o mesmo nível. Nós, claro, estamos prontos para compartilhar com nossos amigos a experiência que adquirimos com a Copa do Mundo este ano ,

    O emir do Catar disse que seu país fará todo o esforço para que a Copa do Mundo de 2022 seja um sucesso. “Esperamos superar todas as dificuldades”, disse.

    Na preparação para a Copa do Mundo deste ano, alguns políticos ocidentais pediram um boicote por causa da anexação da Crimeia pela Rússia e por alegações, negadas por Moscou, de que o Kremlin assassina seus adversários em outros países.

    Também houve alertas sobre potenciais problemas com a violência de torcedores, ataques racistas e homofóbicos. 

    O torneio aconteceu sem grandes problemas de organização, sem violência, e sem evidências amplas de racismo ou assédio a torcedores homossexuais, e foi exaltada pela Fifa como a melhor Copa do Mundo de todos os tempo.

    0

    0

    24

    5 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. catar

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.