alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE cerrado

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Desmatamento do Cerrado cai para mínima recorde em 2018

    Desmatamento do Cerrado cai para mínima recorde em 2018

    BRASÍLIA (Reuters) - O desmatamento do Cerrado brasileiro, bioma que ocupa um quarto do país, recuou 11 por cento e atingiu uma mínima recorde em 2018 quando comparado com o ano anterior, informou o Ministério do Meio Ambiente em um comunicado emitido nesta terça-feira.

    O desmatamento do bioma do Cerrado totalizou 6.657 quilômetros quadrados, uma área maior do que o Estado norte-americano do Connecticut.

    Foi um pouco menos do que os 6.777 quilômetros quadrados de 2016, a mínima anterior desde que os registros começaram a ser feitos, segundo o ministério.

    O dado contrasta com o da floresta Amazônica, que representa 40 por cento do território brasileiro e testemunhou um aumento de 13,7 por cento no desmatamento neste ano, para uma máxima em dez anos.

    Ativistas têm expressado temores de que o desmatamento aumente por conta das diretrizes propostas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que toma posse em 1o de janeiro, e que prometeu acabar com a atual 'indústria da multa' para violações ambientais como o desmatamento.

    O número relativo ao Cerrado se baseia na mudança vista no desmatamento entre agosto de 2017 e julho de 2018, o período usado para se medir o desflorestamento anual, tal como registrado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

    O comunicado não deu uma explicação para a diminuição do desmatamento no Cerrado.

    A vegetação do Cerrado absorve grandes quantidades de dióxido de carbono, o que torna sua preservação crucial para conter as emissões de gases de efeito estufa e refrear o aquecimento global.

    Embora o Cerrado não seja tão densamente arborizado quanto a floresta amazônica, suas plantas têm raízes profundas que prendem o carbono no solo e às vezes são classificadas como uma floresta subterrânea.

    Ricardo Salles, futuro ministro do Meio Ambiente no governo Bolsonaro, disse à Reuters na segunda-feira que Bolsonaro não extirpará os recursos para a proteção ambiental, ao contrário do que temem os ambientalistas.

    O dinheiro para a proteção ambiental é mal administrado e gasto de forma ineficiente, disse ele, argumentando que é capaz de produzir resultados melhores com o mesmo orçamento.

    (Por Jake Spring)

    1

    0

    16

    3 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Parlamento do Irã culpa Rouhani por problemas econômicos

    Parlamento do Irã culpa Rouhani por problemas econômicos

    Por Bozorgmehr Sharafedin

    LONDRES (Reuters) - O Parlamento iraniano rejeitou nesta terça-feira as explicações do presidente Hassan Rouhani para as dificuldades econômicas enfrentadas pelo país depois de uma tensa sabatina transmitida ao vivo pela televisão, em um sinal de que sua facção pragmática está perdendo força diante de novos adversários linha-dura.

    A votação no Parlamento ocorreu dois dias depois de os parlamentares terem demitido o ministro da Economia e das Finanças, e semanas depois de terem demitido o ministro do Trabalho, culpando-os pelo colapso da moeda iraniana, o rial, e pela inflação crescente.

    Defendendo a atuação de seu gabinete, Rouhani disse que os problemas econômicos só começaram quando os Estados Unidos reativaram sanções contra Teerã, mas muitos parlamentares não ficaram satisfeitos com a explicação.

    Os parlamentares têm poder para pedir o impeachment do presidente e votar sobre sua falta de competência, mas tal moção não está no Parlamento a esta altura.

    Rouhani, um pragmático que reduziu a tensão com o Ocidente firmando um acordo nuclear com potências mundiais em 2015, agora enfrenta a reação da linha-dura iraniana desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou seu país do pacto em maio.

    Rouhani disse que os protestos antigoverno do início de janeiro estimularam Trump a romper com o acordo nuclear na esperança de que as dificuldades econômicas provocassem mais tumultos no Irã.

    As manifestações, que começaram por causa destas dificuldades e dos preços altos e incluíram brados contra o governo e o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, se disseminou por mais de 80 cidades grandes e pequenas e resultou em 25 mortes.

    'Os protestos tentaram Trump a se retirar do acordo nuclear', disse ele, pedindo aos parlamentares para apoiarem seu gabinete e não agravarem o sentimento antigoverno.

    Embora os problemas econômicos sejam graves, Rouhani disse: 'Mais importante do que isso é que muitas pessoas perderam sua fé no futuro da República Islâmica e estão duvidando de seu poder'.

    0

    0

    9

    7 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. cerrado

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.