alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE cinema

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Crítica - Cadê você, Bernadette?

    Crítica - Cadê você, Bernadette?

    Em 2012, Maria Semple lançava seu aguardado livro Cadê você, Bernadette?” e surpreendia pela forma como conseguia prender o leitor à história, a facilidade parecia tanta. Sete anos depois, sua obra tomou forma de longa-metragem e chegou aos cinemas do mundo todo.  
    Leia também: Doutor Sono - Crítica sem spoilers
     
    Na trama, somos apresentados à Bernadette Fox, uma prestigiada arquiteta que possui um círculo social bastante seleto. Em outras palavras, Bernadette é solitária e não possui vínculo afetuoso com ninguém além de seu marido e sua filha. Ao ver suas paredes auto protetoras serem demolidas, a protagonista some. Ou melhor, some do mapa.  
     
    Mas como manter o carisma que a história demanda? Simples, basta contratar uma das maiores atriz de Hollywood, conhecida por dar vida à qualquer personagem com excelência. A escolha de Cate Blanchett para Bernadette Fox foi certeira, na verdade a melhor do longa.  
     
    Com uma atuação discreta, mas poderosa, Blanchett domina todas as facetas que a personagem demanda e apresenta ao público mais uma de suas entregas honrosas. A escolha da iniciante Emma Nelson para sua filha, Bee, também é certeira. A atriz, mesmo que estreante, consegue criar empatia com o público, que entende suas emoções e motivações.  
     
    Entretanto, o problema aparece quando começamos a falar de roteiro. Para quem leu o livro, ou assistiu ao trailer, fica claro que o grande mistério a ser solucionado é saber para onde Bernadette foi, afinal. Sabendo disso, é difícil compreender porque o diretor e roteirista decidiram adiar tanto o ato. Com 2h10min de filme, por mais de 1h30 o público é apresentado à rotina da arquiteta – que começa interessante, mas após meia hora se torna repetitiva. Além da apresentação de personagens que não possuem peso algum na trama do filme. Mas isso pode ser justificado com o histórico de produções dirigidas por Linklater, que tendem ser boas, porém arrastadas. 
     
    É compreensível que os produtores tenham decidido focar no problema mental da protagonista, porém, seria mais coerente criar uma história do zero, invés de mudar o foco e sentido de uma história já existente.  
     
    Apesar de suas falhas, o elenco consegue levar o filme, entregando boas performances. As paisagens apresentadas após o sumiço da personagem de Blanchett também são de agradar os olhos e faz o público esquecer por alguns bons minutos que a história não está saindo do lugar.  
     
    Cadê você, Bernadette? está em cartaz em todo o Brasil. Confira o trailer oficial abaixo: 

     

    2454

    3 D

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Elton John é o artista da Semana

    Elton John é o artista da Semana

    Reginald Kenneth Dwight nasceu no dia 25 de março de 1947, em Londres, Inglaterra. Mais conhecido como Elton John [junção dos nomes dos antigos companheiros de banda Elton Dean e Long John Baldry], o músico tem como sua marca registrada o piano, instrumento que toca desde os 3 anos de idade, e foi através dele que revelou aos fãs alguns de seus maiores sucessos.

    No início dos anos 60 formou a banda Bluesology e nela exercia o papel de pianista, mas como mantinha em si o desejo de cantar, Elton resolveu abandonar o grupo e tentar algo novo. Um anúncio da gravadora Lybert Records a procura de novos talentos foi a chance que ele esperava. Ray Williams, dono da Lybert, percebeu que o jovem músico era talentoso, porém não era um bom letrista, então Williams decidiu unir John a um compositor chamado Bernie Taupin e a partir daí, surge uma das maiores e mais bem-sucedidas parcerias da história da música.

    Através de correspondências, a dupla começou a criar as primeiras músicas. Em 1969 sai então o primeiro álbum do músico, ‘Empty Sky’ não fez sucesso, mas serviu para colocar John em evidência. O trabalho seguinte, ‘Elton John’, é lançado em 1970 e músicas como 'Border Song' e 'Your Song' garantem seu sucesso do disco. O cantor passa a fazer apresentações para plateias cada vez mais numerosas e a chamar atenção pela extravagância das roupas usadas no palco. No mesmo ano é lançado ‘Tumbleweed Connection’.

    A parceria Elton/Taupin estava em total sintonia e os álbuns subsequentes foram sucessos absolutos de crítica e público. A começar por ‘HonkyChateau’ (1972), primeiro trabalho de Elton a ser o número um na parada. A música 'Rocket Man', que, faz alusão ao lançamento da nave norte-americana Apollo 16, figurou no Top 20.

    Em 1991 é lançado ‘TwoRooms’, álbum comemorativo celebrando os 25 anos da dupla Elton/Taupin, participam neste CD nomes como PhillColins e Eric Clapton. Em 1993, compõe, ao lado de Tim Rice, a trilha da animação ‘O Rei Leão’ e conquista o Oscar de melhor canção. Dezesseis anos depois, Elton trabalha para rearranjá-los e regravá-los ao lado de Beyoncé, além disso, a dupla deve colaborar com canções originais para a nova versão [live action] do filme.

    Elton assumiu sua bissexualidade e alguns anos depois casou-se com o cineasta David Furnish. Juntos até hoje, o casal possuí dois filhos, Zachary e Elijah, nascidos através de gestação em "barriga de aluguel", Zachary em 2010 e Elijah em 2013.

    Hoje, Elton John é considerado um dos homens mais ricos do mundo, sua obra tem o reconhecimento merecido e sua personalidade é uma das mais prestigiadas. É também considerado um dos maiores e mais influentes artistas da atualidade, lançando novos trabalhos regularmente. Nos últimos anos compôs os musicais ‘Billy Eliot’ e ‘Lestat’, que ficaram em cartaz na Broadway.

    Aos 72 anos, o cantor possuí 32 álbuns de estúdio, 6 ao vivo, 128 singles, cinco prêmios Grammy, cinco Brit Awards, um Oscar, um Globo de Ouro, um prêmio Tony, um Disney Legends, e o Kennedy Center Honors, além de ter seu nome em uma das estrelas da Walk of Fame [Calçada da Fama] e também no Rock and Roll Hall of Fame [Corredor da Fama e Museu do Rock and Roll].

    O cantor não entrou apenas para a história, mas a fez, como poucos, e sua biografia ganha vida no filme ‘Rocketman’, uma fantasia musical épica sobre a incrível história da carreira do cantor. O longa emociona ao celebrar altos e baixos da fantástica jornada de transformação do tímido garoto e talentoso pianista Reginald Dwight no superstar internacional Elton John, uma das figuras mais icônicas da cultura pop.

    Para mais infomações sobre o cantor, acesse também sua biografia

     

     

    14300

    5 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. cinema

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.