alexametrics
Conectando

    NOTÍCIAS SOBRE fut

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Federação egípcia nega insatisfação de Salah por ação com líder da Chechênia

    Federação egípcia nega insatisfação de Salah por ação com líder da Chechênia

    Por Mark Gleeson

    NIZHNY NOVGOROD, Rússia (Reuters) - A Associação Egípcia de Futebol negou relatos de que o atacante Mohamed Salah estaria prestes a abandonar a seleção do país depois de ter sido envolvido involuntariamente em uma ação de publicidade com o polêmico líder da Chechênia, Ramzan Kadyrov.

    De acordo com relatos da mídia, o atacante do Liverpool estaria irritado por ter recebido atenção especial durante a estadia da seleção egípcia na região muçulmana onde a Rússia lutou duas guerras brutais para derrotar separatistas desde o colapso da União Soviética.

    Ele não discutiu essa questão com nenhum dos membros da delegação. Estamos aqui em um evento esportivo e estamos seguindo os procedimentos da Fifa, nós não discutimos política, e se há qualquer discussão política, deve ser direcionada à Fifa , disse o porta-voz da associação egípcia, Ossama Ismail, nesta segunda-feira.

    O líder da Chechênia, Ramzan Kadyrov, que é apoiado pelo Kremlin, tornou o atacante egípcio um cidadão honorário da região russa em um banquete realizado na semana passada.

    O campo de treinamento da seleção do Egito fica na Chechênia, e Kadyrov tem aproveitado oportunidades de aparecer ao lado de Salah, cujo desempenho pelo Liverpool e pelo Egito o tornaram uma estrela internacional do futebol.

    Mohamed Salah é um cidadão honorário da República da Chechênia. Sim, é isso mesmo! Hoje eu assinei um decreto atribuindo essa alta honra ao grande jogador de futebol e membro dos times do Egito e do Liverpool , escreveu Kadyrov no Telegram.

    Salah recebeu uma medalha e uma cópia do decreto em jantar na noite de sexta-feira, disse Kadyrov.

    Grupos de direitos humanos e governos ocidentais alegam que autoridades na Chechênia reprimem adversários políticos, discriminam mulheres e perseguem minorias sexuais. Líderes da região negam as acusações.

    Depois da polêmica, o Egito confirmou que Salah irá disputar a partida da seleção contra a Arábia Saudita nesta segunda-feira, a última dos dois times já eliminados pelo Grupo A da Copa do Mundo.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia SAIBA MAIS-Veja a situação dos grupos e o que cada seleção precisa para avançar na Copa

    SAIBA MAIS-Veja a situação dos grupos e o que cada seleção precisa para avançar na Copa

    (Reuters) - Após o encerramento da segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo no domingo, as chances de classificação para a fase de mata-mata ficou mais clara.

    Os dois times mais bem colocados de cada grupo avançam para as oitavas de final. Caso os times terminem empatados em pontos, a Fifa usará vários critérios de desempate, começando pelo saldo de gols e depois o número de gols marcados.

    Se duas ou mais seleções estiverem empatadas com base nos critérios acima, sua colocação será determinada como a seguir:

    * pontos obtidos nas partidas da fase de grupos entre os times em questão;

    * saldo de gols nas partidas da fase de grupos entre os times em questão;

    * pontos de fair play determinados por cartões amarelos e vermelhos no torneio;

    * sorteio de vagas

        

    Veja abaixo a situação de cada grupo antes das partidas desta segunda-feira. 

    GRUPO A

    Rússia e Uruguai já estão classificados, e só falta decidir quem terminará em primeiro lugar da chave quando os dois se enfrentarem nesta segunda-feira. A Rússia tem um saldo de gols superior, por isso uma vitória ou um empate colocará os anfitriões na liderança do grupo e como adversários do segundo colocado do Grupo B.

    Egito e Arábia Saudita não pontuaram, mas como os sauditas sofreram seis gols, só uma vitória os poupará da última colocação da chave.

     

    GRUPO B

    Espanha e Portugal lideram o grupo com quatro pontos, o Irã tem três e o Marrocos foi eliminado sem marcar nenhum.

    Espanhóis e portugueses também estão empatados no saldo de gols e nos gols marcados e, como empataram no confronto direto, se seus resultados finais forem os mesmos, o grupo pode ser decidido por pontos de fair play.

    A Espanha tem a vantagem no momento, com um cartão contra dois de Portugal.

    Portugal precisa de ao menos um ponto em sua última partida, contra o Irã, para garantir vaga na próxima fase. Os iranianos garantiriam vaga com uma vitória e também podem avançar com um empate se a Espanha perder para o Marrocos.

    Os espanhóis enfrentam um Marrocos já eliminado precisando somente de um ponto para avançar.

    O vencedor do Grupo B enfrenta o segundo colocado do Grupo A -- ou seja, Rússia ou Uruguai.

    GRUPO C

    A França, que tem seis pontos, lidera o grupo e já garantiu sua classificação para a próxima fase, mas precisa de um ponto sobre a segunda colocada Dinamarca (quatro pontos) em sua última partida para terminar na primeira colocação. A Dinamarca pode terminar em primeiro, segundo ou terceiro.

    Uma derrota dinamarquesa, somada a uma vitória da Austrália sobre o Peru, que ainda não marcou pontos, pode levar os australianos adiante graças ao saldo de gols. Como Dinamarca e Austrália empataram, elas também podem ter seu destino decidido por pontos de fair play.

    Atualmente a Austrália, que acumula três cartões amarelos, tem a vantagem, já que a Dinamarca soma quatro.

    O Peru já foi eliminado, mas terminará em terceiro com uma vitória.

    O vencedor do Grupo C enfrenta o segundo colocado do Grupo D.

    GRUPO D

    Todos os desfechos são possíveis aqui. A Croácia, que tem seis pontos, já avançou, mas as outras três seleções ainda estão na disputa.

    A Croácia terminará em primeiro lugar do grupo se derrotar ou empatar com a Islândia.

    A Nigéria, que soma três pontos, garante vaga nas oitavas se vencer a Argentina, que está na lanterna do grupo com um ponto e atrás da Islândia no saldo de gols.

    Um empate também pode bastar para a Nigéria mesmo que os islandeses derrotem os croatas, dependendo da diferença de gols.

    Para avançar, a Argentina precisa derrotar a Nigéria e torcer para a Islândia perder ou empatar com a Croácia. Se Islândia e Argentina vencerem, chegando a quatro pontos, disputarão uma vaga na diferença de gols.

    A Islândia precisa vencer para ter alguma chance, mas também precisa ser favorecida por outros resultados.

    O vencedor do Grupo D enfrenta o segundo colocado do Grupo C.

    GRUPO E

    Só uma coisa é certa no Grupo E: a Costa Rica, que não tem pontos, irá para casa.

    A vitória do Brasil nos minutos finais sobre a Costa Rica colocou a seleção brasileira o lado da Suíça com quatro pontos, enquanto a Sérvia tem três.

    Vitórias ou empates para o Brasil contra a Sérvia e para a Suíça contra a Costa Rica garantirão a classificação de ambos.

    Os sérvios precisam derrotar o Brasil para se classificarem, mas um empate também bastaria se os suíços perderem para a Costa Rica por mais de um gol.

    O vencedor do Grupo E enfrenta o segundo colocado do Grupo F.

    GRUPO F

    Este é outro grupo que mudou dramaticamente depois de um gol nos acréscimos quando a Alemanha, que encarava uma possível eliminação, voltou à disputa ao derrotar a Suécia.

    O México, que tem seis pontos, está na liderança, e alemães e suecos somam três pontos.

    O México se classificará com uma vitória ou um empate com a Suécia. Os mexicanos também podem avançar mesmo perdendo se a Alemanha perder ou empatar com a Coreia do Sul, que está sem pontos.

    Os alemães avançarão se baterem a Coreia do Sul por dois gols e com qualquer vitória caso a Suécia não derrote os mexicanos.

    Outra possibilidade é a Alemanha se classificar com uma diferença de gols melhor em uma vitória sobre os sul-coreanos mesmo que a Suécia vença o México.

    A Suécia pode avançar com uma vitória sobre o México e uma derrota alemã para a Coreia do Sul. Se tanto Suécia quanto Alemanha vencerem, é possível os suecos avançarem pela diferença de gols.

    Apesar de suas duas derrotas, a Coreia do Sul ainda tem uma chance pequena de avançar, mas precisaria derrotar os alemães e torcer para a Suécia perder do México e a diferença de gols favorecê-la.

    O vencedor do Grupo F enfrenta o segundo colocado do Grupo E.

    GRUPO G

    Inglaterra e Bélgica já garantiram suas vagas nas oitavas de final, mas suas posições finais serão decididas quando se enfrentarem na terça-feira.

    Ambas com seis pontos, elas têm o mesmo saldo de gols, então um empate daria o primeiro lugar à seleção mais disciplinada. Atualmente a Inglaterra tem dois cartões amarelos, e a Bélgica três.

    Tunísia e Panamá se enfrentam sem terem pontos, e um empate daria o terceiro lugar ao time do norte da África.

    GRUPO H

    Japão e Senegal avançarão com empates diante da Polônia e da Colômbia, respectivamente. Caso Japão e Senegal empatem com os mesmos placares, terão sua posição decidida por pontos de fair play -- o Senegal tem cinco cartões amarelos, e o Japão, três.

    A Colômbia se classificará se derrotar os senegaleses, e um empate bastará se a Polônia vencer os japoneses. A Polônia já foi eliminada.

    Os dois primeiros colocados do grupo enfrentarão Inglaterra ou Bélgica.

         

    (Por Steve Keating, em Kaliningrado)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Colômbia vence por 3 x 0 e elimina a Polônia do Mundial

    Colômbia vence por 3 x 0 e elimina a Polônia do Mundial

    Por Nick Mulvenney

    KAZAN, Rússia (Reuters) - Gols de Yerry Mina, Radamel Falcao e Juan Cuadrado deram à Colômbia uma convincente vitória por 3 x 0 neste domingo contra a Polônia, que foi eliminada da Copa do Mundo antes do último jogo pelo Grupo H.

    Japão e Senegal, que conquistaram vitórias em seus primeiros jogos, empataram por 2 x 2 no domingo e estão na disputa com a Colômbia para se classificar às oitavas de final.

    Mina marcou de cabeça aos 40 minutos, quando o meia Juan Fernando Quintero pegou a defesa da Polônia de surpresa com um toque curto para James Rodríguez, que acertou um belo cruzamento com o pé esquerdo para Mina abrir o placar.

    Outro bom passe de Quintero, no meio da defesa rival, garantiu ao capitão Falcao, que ficou de fora da Copa de 2014 devido a lesão, seu primeiro gol em mundial aos 25 do segundo tempo.

    James Rodríguez conseguiu sua segunda assistência cinco minutos depois, quando passou para Cuadrado fazer 3 x 0.

    O resultado coloca a Colômbia em terceiro lugar no grupo, com três pontos, um atrás de Japão e Senegal.

    Uma vitória sobre os africanos na última rodada da primeira fase, na quinta-feira, garantirá à Colômbia uma vaga nas oitavas de final.

    Para a Polônia, o otimismo promovido pela vaga nas quartas de final da Eurocopa de 2016 e uma forte campanha de classificação mostrou-se fora de lugar, já que sofreu a segunda derrota consecutiva.

    A partida ocorreu sob uma onda de barulho dos torcedores colombianos de camisa amarela, e as primeiras trocas foram frenéticas, com a Polônia enfrentando alguns desafios físicos e Robert Lewandowski recebendo muita atenção da defesa colombiana.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Fagner diz que treinos na seleção o preparam para qualquer rival na Copa

    Fagner diz que treinos na seleção o preparam para qualquer rival na Copa

    Por Andrew Downie

    SOCHI, Rússia (Reuters) - Apenas dois meses atrás, o lateral-direito brasileiro Fagner não sabia se estaria na Copa do Mundo, mas agora ele é a primeira opção para o técnico Tite e garante estar preparado para assumir a responsabilidade.

    Em alguns países, a lateral-direita é uma das funções mais marginais, mas no Brasil, onde jogadores como Cafu e Carlos Alberto deram à posição um significado especial, Fagner agora se vê como o inesperado herdeiro do trono.

    O jogador do Corinthians foi um dos dois laterais convocados por Tite após a lesão de Daniel Alves, mas as chances de Fagner de atuar foram prejudicadas por causa de uma lesão muscular no final de abril.

    No entanto, ele se recuperou, e então uma contusão de Danilo depois do primeiro jogo do Brasil contra a Suíça fez com que Fagner ganhasse uma vaga contra a Costa Rica, na vitória de 2 x 0, na semana passada.

    O jogador de 28 anos rejeitou que o nível no Brasil não o prepararia para os jogos de Copa do Mundo e disse que está mais do que pronto para o crucial terceiro jogo do Brasil no Grupo E, contra a Sérvia, na quarta-feira.

    O nível de enfrentamento na seleção, nos treinos, me tranquiliza, possibilita enfrentar qualquer adversário. Você enfrentar Neymar, Douglas Costa, Willian, Taison... Isso te prepara para qualquer situação , disse ele em entrevista coletiva.

    Todos sabemos como isso é importante. Sabemos da responsabilidade que temos neste jogo, sabemos que será uma partida difícil , completou.

    A longa história de defensores do Brasil atacando pelo flanco direito para marcar gols não deve ser repetida por Fagner, que é conhecido como um jogador mais conservador, mas ele se declarou pronto para seguir os passos dos vencedores.

    Conheço alguns dos grandes jogadores que jogaram na lateral-direita do Brasil e meu objetivo é sempre melhorar a cada dia e, se Deus quiser, deixarei meu nome na história , disse Fagner.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Kane comemora três gols pela Inglaterra e vira artilheiro da Copa do Mundo

    Kane comemora três gols pela Inglaterra e vira artilheiro da Copa do Mundo

    Por Ossian Shine

    NIZHNY NOVGOROD, Rússia (Reuters) - Harry Kane pode não ter participado ativamente de seu terceiro gol contra o Panamá neste domingo, mas ainda assim, a Inglaterra parece ter finalmente encontrado o atacante que precisava para chegar longe em competições internacionais. 

    Liderando o ataque, Kane capitaneou a Inglaterra em sua maior goleada em Copas do Mundo, marcou duas vezes com boas cobranças de pênalti, e conseguiu o hat-trick quando um chute desviou em seu calcanhar.

    Depois disso, Kane deu lugar a Jamie Vardy para a maior parte do segundo tempo, e pôde refletir sobre a maior goleada da competição até agora, a maior da seleção inglesa em Copas, e uma recompensa como há muito não havia em mundiais para os torcedores ingleses. 

    Um prêmio para realmente me orgulhar , disse Kane, ao receber o troféu de melhor em campo. Não há muitos jogadores que marquem um hat-trick numa Copa do Mundo, então estou extremamente orgulhoso.

    Estou extremamente orgulhoso da maneira como jogamos, do trabalho duro (...) e também nos divertimos lá fora, o que também foi importante.

    Kane também se sentiu orgulhoso ao se tornar o artilheiro da Copa do Mundo de 2018, com seus cinco gols, ultrapassando o português Cristiano Ronaldo e o belga Romelu Lukaku, que ambos têm quatro gols. 

    Kane também se tornou o primeiro jogador inglês a marcar três vezes em uma Copa do Mundo desde Gary Lineker contra a Polônia em 1986, e o terceiro da história, depois dos três tentos de Geoff Hurst na final de 1966.

    Tudo muito diferente de sua última competição internacional, quando, na Eurocopa de 2016, chegou como a principal esperança de gols dos ingleses em um time muito jovem, mas Kane parecia então estar cansado e fora de ritmo.

    As coisas pareciam não melhorar, mas o então técnico Roy Hodgson manteve sua fé no atacante -- mesmo que continuasse com a mania bizarra de usar seu centroavante para cobrar escanteios. 

    A entrada do veloz Marcus Rashford, que estava no banco, no lugar de Kane, mostrou como o atual capitão estava devagar, e o torneio acabou de maneira amarga para os ingleses após uma eliminação nas oitavas do torneio europeu, para a Islândia.

    Agora, Kane parece estar mais preciso, mais confiante e mais relaxado -- talvez galvanizado pela braçadeira de capitão -- e agora marcou mais gols do que qualquer atacante inglês em uma fase de grupos da Copa do Mundo, com seus cinco gols batendo os três de Roger Hunt em 1966 e os de Lineker em 1986. 

    Suas finalizações têm sido clínicas: Kane marcou com todas suas cinco finalizações no alvo no torneio, e está um gol atrás do vencedor da chuteira de ouro Lineker em 1986, o então artilheiro e o jogador inglês a marcar mais vezes em uma Copa do Mundo.

    Vai haver muita gente falando sobre isso, mas ainda há um longo caminho a se percorrer , disse. A coisa mais importante é ajudar minha equipe a vencer (...) Até agora, tudo bem . 

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Sul-americanos decepcionam na Copa, mas será que declínio é permanente?

    Sul-americanos decepcionam na Copa, mas será que declínio é permanente?

    Por Andrew Downie

    SOCHI, Rússia (Reuters) - Três seleções sul-americanas representam quase a metade dos títulos da Copa do Mundo, mas seu pior desempenho em mundiais desde 2002 levanta a questão: estaria o futebol sul-americano em declínio? 

    Com mais de metade da fase de grupos concluída, as equipes sul-americanas já perderam quatro partidas, número maior do que em todas as primeiras fases das últimas três Copas.  

    Entre as cinco seleções sul-americanas na Rússia, apenas Brasil e Uruguai ainda não foram derrotados. 

    O Peru já está eliminado após perder seus dois primeiros jogos, enquanto a Argentina e a Colômbia terão caminhos difíceis para se classificarem para a próxima fase. 

    A América do Sul é conhecida por alguns do estádios mais icônicos do mundo, pelos torcedores mais apaixonados, e por três jogadores que são considerados os maiores da história: Pelé, Diego Maradona e Lionel Messi. 

    Mas o desempenho abaixo do esperado na Rússia parece sugerir que a Europa - onde os melhores atletas do esporte atuam - ultrapassou os latinos. Ou seria apenas um apagão temporário? 

    Eu não sei se é justo dizer que as seleções sul-americanas jogaram mal, mas agora o futebol é muito igualitário, você não tem mais as diferenças que existiam antes , disse o defensor mexicano Miguel Layun, cuja equipe com seus desempenhos estimulantes tem sido comparada com o melhor futebol do hemisfério sul.

    Hoje todos podem competir em pé de igualdade. Podemos ver, a cada ano, que o conceito de favoritismo está desaparecendo, os outros times têm muito mérito por suas táticas e por como eles jogam bem contra os favoritos . 

    Como as ligas europeias importam jogadores do mundo todo, países sem muita tradição no futebol acabam por ter presença no nível mais alto da competição. 

    Jogadores têm compartilhado essa vivência em suas seleções, e diminuído a diferença sobre as potências tradicionais do esporte, como mostram os resultados na Rússia. 

    Portugal teve dificuldades para derrotar o Marrocos por 1 x 0, o Irã impressionou durante sua derrota por 1 x 0 para a Espanha, o Uruguai precisou de um gol nos últimos minutos para bater o Egito, e o Senegal venceu merecidamente a Polônia em seu jogo de abertura. 

    As seleções sul-americanas têm sofrido, principalmente o Peru, cuja série de duas derrotas em duas partidas talvez seja um sinal da ausência de 36 anos em Copas do Mundo. 

    A Argentina, que perdeu a final para a Alemanha há quatro anos, foi destruída pela Croácia por 3 x 0 e não passou do empate por 1 x 1 contra a Islândia. A Colômbia foi batida pelo Japão por 2 x 1. 

    As derrotas podem representar a situação caótica das ligas domésticas sul-americanas. Mas poderiam dizer mais sobre ascensão dos países em desenvolvimento do que sobre a queda da América do Sul. 

    Nessa Copa do Mundo está claro que, com muita paixão e comprometimento, equipes conseguem muito, e as chamadas equipes menores estão dificultando a vida das chamadas equipes maiores , disse o alemão Marco Reus. 

    Essa é característica dessa Copa do Mundo, está cheia de surpresas . 

    (Reportagem adicional de Richard Martin) 

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Inglaterra garante classificação ao golear Panamá por 6 x 1

    Inglaterra garante classificação ao golear Panamá por 6 x 1

    NIZHNY NOVGOROD, Rússia (Reuters) - Harry Kane marcou três gols e a Inglaterra se classificou para as oitavas de final da Copa do Mundo ao golear o Panamá por 6 x 1 em partida pelo Grupo G da Copa do Mundo neste domingo.

    O resultado, uma vitória recorde para a Inglaterra em um jogo de Copa do Mundo, significa que a equipe garantiu vaga na fase eliminatória com um jogo de antecedência, junto com a Bélgica, que também tem seis pontos. O estreante Panamá está eliminado, assim como a Tunísia.

    A Inglaterra estava com 5 x 0 no intervalo, depois de se aproveitar ao máximo de uma fraca defesa panamenha. Um cabeceio de John Stones, um pênalti cobrado por Kane e um belo arremate da entrada da área de Jesse Lingard colocaram os ingleses em vantagem.

    Stones marcou de novo em jogada bem trabalhada em cobrança de falta e uma segunda penalidade para Kane asseguraram os 5 x 0 no primeiro tempo.

    O capitão da Inglaterra, agora o artilheiro do torneio com cinco gols, completou seu hat-trick quando um chute de Ruben Loftus-Cheek desviou no atacante do Tottenham aos 18 minutos do segundo tempo.

    Kane se tornou apenas o terceiro jogador da Inglaterra a fazer três gols em um jogo de Copa do Mundo depois de Geoff Hurst na final de 1966 e Gary Lineker contra a Polônia em 1986.

    O Panamá fez o gol de honra aos 32 minutos por intermédio de Felipe Baloy - o primeiro gol do país centro-americano em uma Copa do Mundo.

    (Reportagem de Simon Evans)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Eufórica com vitória, Alemanha fará mais mudanças contra Coreia do Sul

    Eufórica com vitória, Alemanha fará mais mudanças contra Coreia do Sul

    Por Karolos Grohmann

    MOSCOU (Reuters) - A campeã mundial Alemanha derrotou a Suécia no sábado e provocou uma onda de euforia entre jogadores e comissão técnica, mas o técnico Joachim Loew disse que mudanças serão necessárias para o último jogo do Grupo F, contra a Coreia do Sul.

    Os alemães marcaram o gol da vitória por intermédio de Toni Kroos, que garantiu os 2 x 1 sobre os suecos de falta nos acréscimos e devolveu ao time a esperança de classificação, depois de ter sofrido uma surpreendente derrota para o México.

    Os mexicanos estão no topo do grupo, com seis pontos, Suécia e a Alemanha somam três e a Coreia ainda não somou ponto.

    Os alemães precisam, idealmente, agora vencer a Coreia do Sul em seu último jogo do grupo para manter suas chances de avançar como uma das duas melhores equipes do grupo, mas precisarão novamente fazer mudanças em sua formação.

    Loew fez quatro trocas para o jogo contra a Suécia, deixando Mesut Ozil de fora, mas o cartão vermelho de Jerome Boateng, o nariz quebrado de Sebastian Rudy e cansaço o levarão a uma formação diferente na quarta-feira.

    Meus jogadores estavam cansados ??no final do jogo e Marco (Reus) tinha cãibras a 10 minutos do final , disse Loew aos repórteres.

    Jerome Boateng está suspenso e Sebastian Rudy quebrou o nariz. Vamos precisar de alguns dias para recuperar. Rudy poderia jogar na quarta-feira, mas precisaremos esperar para ver.

    A ausência de Boateng é especialmente amarga para os alemães, uma vez que Mats Hummels perdeu o jogo com a Suécia por causa de uma lesão no pescoço.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Com lesão muscular, Douglas Costa desfalcará Brasil contra Sérvia

    Com lesão muscular, Douglas Costa desfalcará Brasil contra Sérvia

    (Reuters) - O atacante Douglas Costa, que se destacou ao entrar durante a vitória por 2 x 0 do Brasil sobre a Costa Rica no Grupo E da Copa do Mundo na sexta-feira, desfalcará a equipe no duelo decisivo contra a Sérvia, marcado para a quarta-feira, por causa de uma lesão muscular na coxa direita, disse neste sábado o médico da seleção, Rodrigo Lasmar.

    O jogador da Juventus se queixou de dores na coxa direita após a vitória sobre os costarriquenhos e exames de imagem mostraram uma pequena lesão muscular na região. Com isso, disse Lasmar, ele permanecerá na base da seleção brasileira em Sochi e não viajará para Moscou para o duelo com os sérvios.

    Ontem no final do jogo, o Douglas Costa se queixou de dor na região posterior da coxa direita. Só lembrando a vocês que o atleta se apresentou lesionado, mas foi na coxa esquerda, ou seja, diferente da queixa neste momento. Foi diagnosticado com uma pequena lesão muscular neste local, diagnóstico hoje confirmado por exames de imagem, por uma ressonância magnética , disse o médico em entrevista coletiva em Sochi.

    Assim sendo, o jogador não viajará conosco, ficará aqui em Sochi onde nós temos uma infraestrutura adequada para que ele possa se recuperar o quanto antes.

    Lasmar disse que o lateral-direito Danilo, que já desfalcou o Brasil contra a Costa Rica por causa de uma lesão muscular no quadril, também não viajará com a equipe e está fora da última partida da fase de grupos. Danilo foi substituído por Fagner no jogo contra a Costa Rica.

    Ele (Douglas Costa) vai continuar o processo de recuperação aqui (em Sochi), juntamente com o Danilo, que também não viaja e faz o trabalho de fisioterapia visando uma recuperação o mais rápido possível , disse Lasmar.

    O médico disse que a lesão de Douglas Costa é parecida com a de Danilo, mas o atacante preocupa mais a equipe médica da seleção por ter um problema em um músculo mais importante do que no caso do lateral.

    Ainda assim, Lasmar se disse otimista com a possibilidade de o jogador da Juventus voltar a ser utilizado pelo técnico Tite no Mundial.

    O médico da seleção também reiterou que a situação física do atacante Neymar não preocupa o departamento médico, acrescentando que o jogador, principal estrela do time, não apresentou qualquer queixa no pé direito operado após o duelo contra a Costa Rica.

    Antes do jogo contra os costarriquenhos, Neymar chegou a deixar um treinamento da equipe mancando, o que gerou preocupações com sua condição.

    Não nos preocupamos com o problema que ele teve e pelo qual foi submetido a cirurgia , garantiu Lasmar.

    O Brasil precisa de um empate contra a Sérvia para garantir vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo.

    (Por Eduardo Simões, em São Paulo)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.