alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE gabinete

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Presidente do Peru desafia Congresso a destituir ministério em disputa sobre reformas

    Presidente do Peru desafia Congresso a destituir ministério em disputa sobre reformas

    LIMA (Reuters) - O presidente do Peru, Martín Vizcarra, desafiou no domingo parlamentares a demitirem seu ministério em meio a uma disputa sobre reformas anticorrupção, invocando um procedimento constitucional que o coloca em rota de colisão com o partido opositor que controla o Congresso.

    A escalada nas tensões entre o Executivo e o Legislativo está fomentando um novo período de incerteza no Peru, o segundo maior produtor de cobre do mundo e uma das economias mais estáveis da América Latina.

    Vizcarra pediu um novo voto de confiança do Congresso a seu gabinete para medir o apoio a quatro projetos de lei de combate à corrupção que ele enviou aos parlamentares em julho em resposta a um escândalo envolvendo juízes, parlamentares e procuradores que desencadeou protestos e diminuiu a confiança nas instituições públicas.

    Ao fazer da aprovação dos projetos de lei uma questão de confiança em seu governo, Vizcarra está pressionando o Congresso na parede.

    Pela Constituição peruana, se o Congresso desfizer dois gabinetes formados por um mesmo governo o presidente pode fechar o Congresso e convocar eleições legislativas. A legislatura atual já desmontou o gabinete formado pelo ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski, que Vizcarra substituiu em março depois de servir como seu vice.

    'Esperamos que a história não se repita depois de um ano, quando este Congresso se recusou a renovar sua confiança no gabinete', alertou Vizcarra em uma mensagem televisionada à nação na noite de domingo, dizendo aos peruanos que cumprirá suas promessas de luta contra a corrupção a qualquer preço.

    Em março Kuczynski renunciou em reação a um escândalo de corrupção às vésperas de seu impeachment quase certo no Congresso, onde parlamentares que representam um partido conservador liderado pela líder opositora Keiko Fujimori têm a maioria dos assentos.

    Kuczynski atribuiu sua queda à sigla de Keiko e alertou uma semana atrás que o Congresso está planejando depor o presidente novamente. Parlamentares da oposição negaram a acusação e dizem que as reformas propostas por Vizcarra são menos urgentes do que outras questões.

    'Vimos parlamentares tentando prolongar e redefinir o espírito da legislação, com modificações absurdas que, se aprovadas, se tornarão leis inúteis e prejudiciais', argumentou Vizcarra.

    Ele propôs criar um novo sistema de seleção de juízes e procuradores, acabar com a reeleição imediata de parlamentares, criar uma segunda câmara no Congresso e criminalizar contribuições de campanha não declaradas.

    (Reportagem de Mitra Taj e Marco Aquino)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Em nota, gabinete de Bolsonaro condena ataque 'covarde' contra candidato

    Em nota, gabinete de Bolsonaro condena ataque 'covarde' contra candidato

    BRASÍLIA (Reuters) - O gabinete do deputado Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, condenou em nota nesta sexta-feira o ataque a faca sofrido na véspera pelo presidenciável.

    O documento afirma que o “covarde” episódio demonstra o nível de “radicalização político-partidária” do país e fere princípios da democracia.

    “A poucas semanas do pleito mais importante do Brasil, o covarde ataque sofrido foi não só um golpe contra um candidato à Presidência da República, como também um gravíssimo episódio a macular nossa incipiente democracia e todos seus princípios basilares”, diz a nota divulgada pelo gabinete do parlamentar.

    “Jair Bolsonaro vem, há muito, lutando contra a virulência, a intolerância e a parcialidade de tratamento provenientes de determinados setores políticos e midiáticos que, aparentemente, não entendem como bem-vinda sua participação na referida disputa, apenas por defender os preciosos valores do povo brasileiro, a liberdade e a verdadeira democracia”, afirma o documento.

    Líder na corrida presidencial, Bolsonaro sofreu lesões nos intestinos grosso e delgado e em uma veia abdominal, em decorrência de um único, porém profundo, golpe de faca durante ato de campanha em Juiz de Fora na tarde de quinta-feira.

    Após passar por uma avaliação médica nesta manhã, ele deixou a Santa Casa de Juiz de Fora, onde passou por uma delicada cirurgia na véspera, com destino a São Paulo, onde será internado no hospital Albert Einstein.

    O ataque provocou enorme repercussão, e levou os demais candidatos à Presidência a repudiar o ataque e cancelar eventos previstos para esta sexta-feira.

    Apesar da liderança na corrida presidencial, Bolsonaro tem a maior taxa de rejeição entre os presidenciáveis, segundo pesquisa Ibope divulgada na quarta-feira pela TV Globo.

    O deputado é alvo de uma denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) pelo crime de racismo.

    Nesta semana, a coligação presidencial encabeçada pelo PT entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para processar Bolsonaro, por ele ter dito em ato de campanha que vai 'fuzilar a petralhada toda aqui do Acre', fazendo um gesto de fuzilamento com um tripé de uma câmera de vídeo.

    No pedido ao STF, a defesa petista cita o fato de o candidato do PSL já ser réu em processo no Supremo por incitação a crime no episódio sobre em que ele disse que não estupraria a deputada federal petista Maria do Rosário (RS) porque ela não merecia.

    (Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. gabinete

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.