alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE google

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia EXCLUSIVO–Google suspende negócios com Huawei após Trump incluir empresa em lista negra

    EXCLUSIVO–Google suspende negócios com Huawei após Trump incluir empresa em lista negra

    Por Angela Moon

    NOVA YORK (Reuters) - O Google suspendeu negócios com a Huawei que exigem transferência de equipamentos, programas e serviços técnicos, exceto aqueles disponíveis ao público através de licenças de código aberto, disse uma fonte a par da questão à Reuters no domingo, um revés contra a empresa de tecnologia chinesa que foi colocada em uma lista negra pelo governo norte-americano de Donald Trump.

    Mas os usuários de smartphones Huawei com aplicativos do Google continuarão podendo usar e baixar atualizações de aplicativos fornecidos pelo Google, disse um porta-voz do Google, confirmando reportagens anteriores da Reuters.

    'Estamos cumprindo a ordem e analisando as implicações', afirmou o porta-voz. 'Para os usuários do nossos serviços, o Google Play e as proteções de segurança do Google Play Protect continuarão a funcionar nos aparelhos Huawei existentes', disse o porta-voz, sem dar mais detalhes.

    A suspensão pode prejudicar o negócio de smartphones da Huawei fora da China, já que a gigante chinesa perderá imediatamente acesso a atualizações do sistema operacional Android, do Google. Versões futuras dos smartphones da Huawei que funcionam com Android também perderão acesso a serviços populares como os aplicativos Google Play Store, Gmail e YouTube.

    'A Huawei só poderá usar a versão pública do Android e não conseguirá ter acesso a aplicativos e serviços patenteados do Google', contou a fonte.

    Na quinta-feira, o governo Trump acrescentou a Huawei Technologies a uma lista negra comercial, adotando de imediato restrições que tornarão extremamente difícil para a empresa fazer negócios com empresas norte-americanas.

    Na sexta-feira, o Departamento de Comércio dos EUA disse que cogita diminuir as restrições à Huawei para 'evitar a interrupção de operações e equipamentos de rede existentes'. Não ficou claro de imediato no domingo se o acesso da Huawei a programas de aparelhos portáteis será afetado.

    O impacto da inclusão da Huawei na lista negra do governo dos EUA ainda é desconhecido, já que sua cadeia de suprimento global ainda o está analisando. Especialistas em chips questionam a capacidade da Huawei de continuar operando sem ajuda dos EUA.

    Os detalhes sobre os serviços específicos a serem afetados pela suspensão ainda estão sendo debatidos internamente no Google, segundo a fonte. Advogados da Huawei também estão estudando o impacto da lista negra, disse um porta-voz da companhia chinesa na sexta-feira.

    Representantes da Huawei não estavam disponíveis de imediato para mais comentários.

    0

    0

    28

    2 D

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Google suspende alguns negócios com Huawei após lista negra de Trump, diz fonte

    Google suspende alguns negócios com Huawei após lista negra de Trump, diz fonte

    Por Angela Moon

    NOVA YORK (Reuters) - O Google suspendeu negócios com a Huawei que exigem a transferência de produtos de hardware e software, exceto aqueles cobertos por licenças de código aberto, disse uma fonte próxima à Reuters, em um golpe à empresa de tecnologia chinesa que o governo dos Estados Unidos tem empurrado para a margem em todo o mundo.

    A Huawei Technologies perderá imediatamente o acesso a atualizações do sistema operacional Android, e a próxima versão de seus smartphones fora da China também deixará de ter acesso a aplicativos e serviços populares, incluindo o aplicativo Google Play Store e o Gmail.

    Os detalhes dos serviços específicos ainda estão sendo discutidos internamente no Google, de acordo com a fonte. Os advogados da Huawei também estão estudando o impacto das ações do Departamento de Comércio dos EUA, disse um porta-voz da Huawei na sexta-feira.

    A Huawei não estava imediatamente disponível para mais comentários. Representantes do Departamento de Comércio dos EUA não fizeram comentários imediatos.

    A Huawei continuará a ter acesso à versão do sistema operacional Android disponível através da licença de código aberto que é livremente aberta a qualquer um que deseje usá-la.

    Mas o Google deixará de fornecer suporte técnico e colaboração para os serviços do Android e do Google para a Huawei, disse a fonte.

    Na quinta-feira, o governo Trump oficialmente adicionou a Huawei a uma lista negra de comércio, imediatamente aprovando restrições que tornarão extremamente difícil para a gigante de tecnologia fazer negócios com empresas norte-americanas.

    (Reportagem de Angela Moon; Reportagem adicional de Georgina Prodhan em Londres e David Shepardson e Karen Freifeld em Washington)

    0

    0

    34

    3 D

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Conheça o Nest Hub Max, a tela inteligente do Google

    Conheça o Nest Hub Max, a tela inteligente do Google

    Segundo jornal argentino ''La Nacion'', os alto falantes inteligentes começaram como pequenos alto falantes sem fio com conexão a Internet e integrados a um assistente por voz. Mas gradativamente, mais recursos vão sendo incorporados, como é o caso da tela tátil, espécies de displays conectados com câmera.

    Agora, inclusive, o Google anunciou em sua conferência de desenvolvedores IO 2019, o Nest Hub Max, modelo que deve ocupar este segmento de mercado, e tem painel tátil de 10 polegadas e uma câmera integrada para realizar videoconferências mediante ao Serviço Google Duo.

     

    Esse dispositivo parece um quadro digital, capaz de mostrar as fotos do Google Fotos, e busca se posicionar como o painel de controle dos recursos tecnológicos dos lares conectados. O Nest Hub Max tem tela ampla de 10 polegadas HD e uma câmera inteligente, que rastreia o usuário ao fazer uma chamada de vídeo.

     

    O Google, também, quer que o item sirva como uma tela de TV para a cozinha, já que é compatível com os serviços de assinatura de conteúdo, como YouTube TV de Google.

    Sendo um dispositivo de compartilhamento doméstico, todos os integrantes do lar poderão usá-lo. O aparelho, por sua vez, reconhece cada um deles, por meio de uma função, que identifica e armazena a informações pessoais. A tela inteligente reconhece o rosto e a voz, mediante ao Google Assistente e disponibiliza recomendações personalizadas.

    Nest Hub Max, também, conta com um sistema de notificação, ao realizar uma chamada de vídeo e o Google garante que a câmera e os microfones só se ativam quando o usuário solicita. Além de contar com um interruptor físico, que pode  desativar a câmera e o microfone.

    Por enquanto, a máquina inteligente, Nest Hub Max, estará disponível nos Estados Unidos por 229 dólares, no Reino Unidos e na Austrália.

    15

    0

    42

    2 S

    Placeholder - loading - Imagem da notícia UE multa Google em US$5 bilhões em processo antitruste

    UE multa Google em US$5 bilhões em processo antitruste

    Por Foo Yun Chee

    BRUXELAS (Reuters) - Autoridades da União Europeia multaram o Google em 4,34 bilhões de euros (5 bilhões de dólares) nesta quarta-feira por usar o sistema operacional Android para tirar rivais do mercado.

    A multa recorde é quase o dobro da penalidade de 2,4 bilhões de euros aplicada no ano passado contra a companhia norte-americana por causa de seu serviço de busca voltado para comércio eletrônico.

    A pena representa um pouco mais de duas semanas de receita da a Alphabet, controladora do Google, e não deve pressionar as reservas de capital de 102,9 bilhões de dólares da companhia, mas pode representar um novo capítulo na guerra comercial entre Estados Unidos e a UE.

    A comissária de defesa da concorrência da UE, Margrethe Vestager, negou que a disputa comercial tenha relação com a decisão da multa contra o Google. Ela disse gostar bastante dos Estados Unidos, rebatendo comentários do presidente norte-americano Donald Trump, de que ela 'odeia' os EUA.

    'O fato é que isso não tem nada a ver como eu me sinto. Nada a ver. Estamos apenas aplciando a lei de defesa da concorrência, fazemos isso no mundo e não fazemos com base em contexto político', afirmou a comissária.

    O Google afirmou que vai recorrer da multa.

    'Estamos preocupados que a decisão de hoje abale o equilíbrio cuidadoso que atingimos com o Android, e que isso envie um sinal preocupante em favor de sistemas proprietários sobre plataformas abertas', disse Sundar Pichai, presidente-executivo do Google, em um blog.

    'O Android criou mais escolhas para todos, não menos. Um ecossistema vibrante, inovação rápida e preços menores são sinais clássicos de competição robusta', disse a companhia em comunicado.

    Vestager também ordenou que o Google interrompa em 90 dias condutas anticompetitivas em acordos com fabricantes de celulares e operadoras de telecomunicações sob pena de enfrentar multas adicionais de até 5 por cento da média de faturamento diário da Alphabet no mundo.

    'O Google tem usado o Android como um veículo para consolidar sua dominância em mecanismos de busca. Estas práticas impediram rivais de terem chance de inovar e competir. Eles negaram aos consumidores europeus os benefícios de uma competição efetiva no importante mercado de comunicação móvel', disse Vestager.

    Questionada sobre se a divisão do Google resolveria o problema, uma sugestão feita por vários críticos do Google, ela disse que não tinha certeza se essa era a solução.

    'Eu não sei se isso serviria o propósito de mais competição... que serviria a competição é ter mais jogadores', disse Vestager em entrevista coletiva.

    Sobre as preocupações de que o Google possa decidir cobrar pelo uso do Android, Vestager disse que a sua decisão não está relacionada à maneira como a empresa opera.

    'Este não é um julgamento de um modelo de negócios. Ainda há uma possibilidade de monetizar seu sistema operacional. A receita de sua loja de aplicativos é bastante substancial', disse ela.

    A comissária negou o argumento do Google de que há competição com a Apple, ao afirmar que a criadora do iPhone não garante uma competição por causa dos preços elevados que cobra e dos custos de troca de plataforma incorridos pelos usuários.

    O Android, que opera cerca de 80 por cento dos smartphones do mundo, segundo a empresa de pesquisa de mercado Strategy Analytics, é o caso mais importante de um trio de casos antitruste contra o Google.

    Alguns dos principais fabricantes de dispositivos Android, incluindo a Samsung Electronics Co, a Sony Corp e a Lenovo Group Ltd e a TCL Corp não quiseram comentar o caso da UE.

    0

    0

    35

    10 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. google

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.