alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE idademinima

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Heleno: segue posição que idades mínimas têm que ser viáveis para Previdência ser aprovada

    Heleno: segue posição que idades mínimas têm que ser viáveis para Previdência ser aprovada

    BRASÍLIA (Reuters) - As idades mínimas para aposentadoria precisam ser viáveis para que a reforma da Previdência possa ser aprovada no Congresso, disse nesta terça-feira o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, após reunião ministerial no Palácio do Planalto.

    'Continua aquela teoria que na Previdência as idades têm que ser viáveis para serem aprovadas', disse Heleno a jornalistas.

    Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que as idades mínimas para a aposentadoria poderiam ser 62 anos para os homens e 57 anos para as mulheres.

    O tema, no entanto, não foi discutido na reunião ministerial, segundo o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

    'Não teve nada' de reforma da Previdência no encontro, disse Mandetta à Reuters. Segundo ele, a pauta da reunião desta terça foi mais voltada para a segurança pública, em especial diante da crise por que passa a área no Ceará, a crise hídrica no Nordeste e iniciativas na área de ciência e tecnologia.

    Mandetta relatou que a dinâmica do encontro foi que os ministros falaram, em linhas gerais, sobre ações de suas respectivas pastas que precisem passar por outros ministérios.

    BASE DOS EUA

    Na entrevista aos jornalistas, Heleno afirmou também que Bolsonaro disse a ele que 'nunca falou' sobre a instalação de uma base militar norte-americana no Brasil.

    'Ele (Bolsonaro) me disse que nunca falou isso. Foi um comentário quando falaram de base russa (na Venezuela), não sei o que, aí saiu esse assunto: de repente é base americana. Mas não tem nada. Ele falou comigo que não falou nada disso. Fizeram um auê disso aí sem nada', disse Heleno.

    Em entrevista ao SBT na semana passada, Bolsonaro mostrou preocupação com a aproximação da Venezuela, do governo socialista de Nicolás Maduro, com a Rússia, e não descartou a possibilidade de instalação de uma base militar dos Estados Unidos no Brasil no futuro.

    'A minha aproximação com os Estados Unidos é uma questão econômica, mas pode ser bélica também. Nós podemos fazer acordo voltado para essa questão. Não queremos ter um superpoder aqui na América do Sul, mas devemos ter, no meu entender, a supremacia', acrescentou.

    Indagado sobre a possibilidade de instalação de uma base militar norte-americana em solo brasileiro, Bolsonaro, que é capitão da reserva do Exército, não descartou a medida.

    'A questão física pode ser até simbólica. Hoje em dia o poderio das Forças Armadas americanas, chinesas, soviéticas alcançam o mundo todo independente de base. Agora, de acordo com o que puder vir acontecer no mundo, quem sabe você tenha que discutir essa questão no futuro', disse o presidente.

    (Por Lisandre Paraguassu e Ricardo Brito; Edição de Maria Pia Palermo e Alexandre Caverni)

    0

    0

    32

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro defende aprovação de idade mínima e indica que pode usar proposta de Temer para isso

    Bolsonaro defende aprovação de idade mínima e indica que pode usar proposta de Temer para isso

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que a prioridade do governo será aprovar a idade mínima para a aposentadoria, com a possibilidade de aproveitar a atual proposta que já tramita no Congresso nesse sentido, e acrescentou que pretende que o restante da reforma da Previdência comece a ser votado em até seis meses.

    'Não adianta apresentar uma boa proposta e ela acabar ficando na Câmara o no Senado, é o pior dos quadros possíveis. O grande problema nosso, o que mais interessa no primeiro momento, é idade mínima, então vamos começar come essa, depois apresentar outras propostas', afirmou. 'A proposta que está aí ela está andando, se pode mover apenas a idade mínima.'

    Bolsonaro disse que conversou com a equipe econômica sobre a tramitação da reforma previdenciária.

    Segundo o presidente eleito, usar a proposta atual economizaria tempo porque não seria necessário passar por todo o tempo de tramitação da matéria no Congresso. O projeto atual fala em 65 anos de idade mínima para aposentaria de homens e 62 para mulheres.

    Bolsonaro disse ainda que pretende fazer novas mudanças na reforma trabalhista porque 'existem direitos demais', mas não deu detalhes do que mais pretende mudar. Questionado ainda sobre reforma tributária, afirmou que essa era uma pergunta que devia ser feita ao futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e disse não importar se a prioridade seria privatizações ou reformas.

    'A ordem dos fatores não altera o produto. O que falei com equipe econômica o que queremos é um juro mais baixo uma inflação dentro dos limites, queremos aquilo que pode fazer a nossa economia andar, desburocratizar. Dei carta branca ao senhor Paulo Guedes para perseguir esse objetivo', afirmou.

    Bolsonaro ainda foi questionado sobre a abertura de inquérito para investigar suposto uso de caixa dois pelo futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Segundo Bolsonaro, “em havendo qualquer comprovação ou denúncia robusta contra quem quer que seja e que esteja ao alcance da minha caneta bic, ela será usada'.

    MINISTROS

    Bolsonaro participou nesta quarta-feira de uma cerimônia em que recebeu a Medalha do Pacificador com Palma por um ato de bravura acontecido em 1978.

    Segundo o próprio presidente explicou, a ideia de condecorá-lo por ter salvado um soldado de afogamento foi aprovada pelo comandante do Exército já há algum tempo - 'quando começou a se avolumar denúncias de que eu era racista', disse. Mas, afirmou, decidiu-se esperar para que a condecoração não fosse dada durante a campanha eleitoral. O soldado salvo, Celso Moraes Luiz, que estava na cerimônia, é negro.

    O presidente eleito afirmou ainda que não tem nomes certos para os dois ministérios que faltam, Direitos Humanos e Meio Ambiente, mas que tem várias indicações. A maior dificuldade estaria em encontrar o nome certo para Meio Ambiente, disse.

    'Temos bons nomes para meio ambiente mas estamos procurando aquele que se adapte àquilo que eu quero: preservar o meio ambiente sem prejudicar outras atividades no Brasil', afirmou.

    (Por Lisandra Paraguassu)

    0

    0

    42

    2 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. idademinima

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.