Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1

    NOTÍCIAS SOBRE lançamentos

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Star Wars: A Ascensão Skywalker – Crítica

    Star Wars: A Ascensão Skywalker – Crítica

    Desde o penúltimo episódio de Star Wars, Os Últimos Jedi, em 2017, os fãs de uma das sagas mais famosas da história ficaram preocupados. Após um longa que não conseguiu entreter grande parte de seu público, cada passo dado seria um risco a ser tomado.  
    Leia também: As Panteras - Crítica Sem Spoilers 
     
    Dito isso, A Ascensão Skywalker consegue, mesmo assim, jogar de forma segura e se manter em sua zona de conforto.  
     
    No longa, o trio de protagonistas Rey (Daisy Ridley), Finn (John Boyega) e Poe (Oscar Isaac) se preparam para enfrentar a Primeira Ordem em uma última batalha. E se de um lado temos os mocinhos e do outro o grande vilão, o Imperador Palpatine, também temos um Kylo Ren (Adam Driver) confuso que vaga entre os dois lados constantemente.  
     
    Não é novidade que o antagonista perdeu o posto de vilão ao mostrar que seu personagem possui muito mais camadas do que aparentava. O que não é ruim de forma alguma, afinal, muitas vezes é a construção dos personagens que prende a audiência.  
     
    No episódio final da trilogia muito bem-sucedida, o diretor J. J. Abrams quase tenta se desculpar com os fãs por Os Últimos Jedi e, por isso, se entrega à muitos momentos fanservice. Tudo isso sem deixar de jogar novas revelações chocantes ao público que se vê entretido durante todos os 142 minutos de filme.  
     
    Já quando o assunto é efeitos especiais, a qualidade se mostra cada vez mais incomparável e um forte candidato à temporada de premiações. Não é novidade que as partes técnicas como mixagem e edição de som são de cair o queixo. 
     
    No final das contas, Star Wars: A Ascensão Skywalker é cheio de homenagens à franquia como um todo e faz bem seu trabalho como último filme da saga, que pode ou não ter acabado. E também pode dividir opiniões quanto a decisão de tornar o romance entre Kylo Ren e Rey real, mas sabe bem construir bons arcos para seus personagens e honra seus fãs a ponto de ser impossível segurar a emoção quando a música tema toca pela última vez ao subir dos créditos.   

     

    10 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Harry Styles faz show em faixa de pedestres

    Harry Styles faz show em faixa de pedestres

    Quer falar de artista? Então vamos falar de Harry Styles! O cantor inglês de 25 anos está prestes a lançar seu aguardado segundo álbum de estúdio, Fine Line. E surpreendeu ao apostar em mais uma estratégia para lá de curiosa para divulgar o lançamento.  
    Leia também: Harry Styles lança a polêmica Watermelon Sugar
     
    A ideia partiu do apresentador de talkshow James Corden, que sugeriu que Harry se apresentasse em faixas de pedestres enquanto os faróis estivessem fechados para os carros. James batizou o evento de Crosswalk Concert
     
    O formato já é conhecido no programa de Corden, que é padrinho de carreira de Styles e resolveu ampliar o quadro para ajudar na divulgação do disco que sai nesta sexta-feira, 13 de dezembro.  
     
    Na ocasião, cheia de dançarinos que Harry não costuma usar em suas performances e exageros cômicos, o ex-membro da One Direction cantou seus maiores sucessos solo: KiwiLights UpWatermelon Sugar e Sign of the Times.   
     
    Harry, sempre de bom humor, entrou na brincadeira e entregou performances engraçadíssimas, inclusive quando diversos dançarinos fantasiados de melancia (referência à canção Watermelon Sugar) o rodeavam fazendo coreografias. Já James vendia camisetas e garrafas de água com o rosto do cantor estampado para os motoristas parados no semáforo.  
     
    O novo álbum de Harry Styles, Fine Line, estreia nas plataformas digitais e em formato físico nesta madrugada. Os maiores sucessos do inglês você confere na Antena 1! 

    10 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Lizzo lança Good as Hell pela terceira vez

    Lizzo lança Good as Hell pela terceira vez

    Se existe algum artista que sabe como aproveitar bem seu trabalho este artista se chama Lizzo. A cantora norte-americana de 31 anos relançou seu hit já conhecido além de seu público, Good As Hell, pela terceira vez.   
    Leia também: Por que Lizzo é o nome mais cotado para o Grammy Awards 2020?
     
    Não é a primeira vez que Lizzo toma tal decisão. Também em 2019, a cantora relançou seu maior hit Truth Hurts. Como não era muito conhecido, a grande maioria dos ouvintes acredita que a canção tenha sido criada e lançada nesse ano quando, na verdade, a mesma nasceu em 2017.  
     
    No caso de Good As Hell, o lançamento veio ainda antes, em 2016. Porém, desde que Lizzo começou a crescer nas rádios do mundo todo e ganhou reconhecimento internacional, a cantora decidiu relançar o hit com uma pitada de novidade: Um feat com Ariana Grande. Na versão das duas, os versos de Ariana foram reescritos pela mesma e conquistou ainda mais fãs.  
     
    Mas parece que a cantora não se deu por satisfeita, já que na última noite decidiu lançar mais um clipe para a canção. Desde vez, a estrela incorpora sua estudante interior e manda ver no meio de uma banda escolar. O vídeo é divertido e leve, assim como a maioria das músicas de Lizzo. 
     
    E para provar que Lizzo sempre esteve aqui e ali, ambas canções fizeram parte de trilhas sonoras em filmes. Good As Hell toca durante os créditos da romcom I Feel Pretty (2018), enquanto Truth Hurts integra a trilha de do longa da Netflix, Someone Great (2019).  

     

    10 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Harry Styles cria novo país em Adore You

    Harry Styles cria novo país em Adore You

    Harry Styles é artista. Não importa qual o gênero musical mais tocado nas rádios, ele cria a própria arte sem se preocupar com estes grandes detalhes que podem – ou não – fazer a diferença no desempenho de seus projetos.  
    Leia também: Harry Styles lança a polêmica Watermelon Sugar
     
    Além disso, seus trabalhos têm um propósito. Tudo é cuidado minuciosamente para que cada parte se encaixa em outra.  
     
    Em Adore You, novo single divulgado por Harry, o ex-membro da banda One Direction canta sobre adorar alguém incondicionalmente. E mesmo sendo uma ótima balada oitentista, a letra ou tema não trazem nada de inovador.  
     
    Mas como apenas uma canção é pouco, o cantor também liberou o clipe oficial do single. E é aí que está a originalidade criativa de Harry. Com mais de sete minutos de vídeo, o público é apresentado à Eroda (Adore ao contrário), um país povoado por seres peculiares e paisagens encantadoras. 
     
    Logo no início, os fãs são convidados a conhecer a rotina pacata de um garoto que, anteriormente, havia decidido esconder sua “peculiaridade” para poder se encaixar na sociedade. Entretanto, após uma experiência bastante... diferente, vemos The Boy indo em direção ao mar, para desbravar novos lugares. O que tudo indica é que veremos mais capítulos desta história em seus próximos vídeoclipes.  
     
    Com mais este single liberado, Harry Styles se prepara para o lançamento de seu segundo álbum solo de estúdio, Fine Line, que tem data marcada para 13 de dezembro. Mais criativamente livre, o cantor tem mostrado mais de sua personalidade em seus últimos singles, revelando um Harry mais divertido e sem preocupações. O som neste segundo projeto, até agora, tem se mostrado fiel às raízes oitentistas, com batidas dançantes e melodia fácil.  
     

    10 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Entre Facas e Segredos é o melhor filme do ano?

    Entre Facas e Segredos é o melhor filme do ano?

    São incontáveis os filmes lançados na última década que anunciados como suspense com um resultado trágico. Não apenas em bilheteria, mas também em roteiro e direção. Por esta e tantas outras razões, Entre Facas e Segredos (Knives Out) deve se tornar facilmente uma referência ao gênero pelos próximos anos.  
    Leia também: Uma Segunda Chance para Amar - Crítica sem spoilers
     
    Escrito e dirigido por Rian Johnson, o longa acontece em volta de uma família que tem seu líder – pai, avô e dono da fortuna – morto. Não demora muito para que o acontecimento comece a ser visto como crime e a caça ao assassino se estabeleça.  
     
    Desde o início, personagens estereotipados são apresentados: O filho frustrado por não receber tanta atenção, a ex-nora falida encostada na família, o neto playboy, entre outros. Seria uma lástima se não fosse exatamente a intenção.  
     
    A caça às bruxas se mostra eficiente desde o início e mantém o público como um de seus personagens, é impossível não se envolver no mistério e tentar solucioná-lo o mais rápido possível. Mesmo com mais de duas horas de filme, a trama consegue se balancear de forma gradual e faz cada cena ser essencial, tirando o fôlego de todos os espectadores.  
     
    O humor sagaz e o clima sarcástico também conquistam a audiência, enquanto a trilha sonora causa ansiedade, da forma como deve ser. E claro, a maior ponto alto: A escalação de elenco. Cada um dos personagens se faz presente por algum motivo, não desperdício de talento, mas, como sempre, existem aqueles que se sobressaem.  
     
    Daniel Craig brilha como sempre no papel do detetive Benoit Blanc, e Ana de Armas entrega sua melhor atuação na pele da cuidadora prestativa e atenciosa que pode, ou não, não passar de um disfarce. Já Chris Evans tem seu momento longe da Marvel e se mostra competente o suficiente para atuar em produções mais sérias.  
     
    Facilmente um dos melhores filmes do ano e com roteiro capaz de prender a atenção do início ao fim e reviravoltas a todo momento, Entre Facas e Segredos vai te fazer ficar sentado na ponta da cadeira da sala de cinema e inquieto até que o grande mistério seja revelado: Afinal, quem matou Harlan Thrombey? 

     

    11 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Taylor Swift lança canção que pode ganhar o Oscar

    Taylor Swift lança canção que pode ganhar o Oscar

    Não é novidade, tudo o que Taylor Swift toca vira ouro. Com mais de 200 prêmios acumulados, incluindo 10 Grammys, a cantora consegue elevar qualquer composição que chegar até suas mãos.   
    Leia também: As músicas que devem ser indicadas ao Oscar 2020
     
    Mas como a cantora conseguiria chegar até a maior premiação de cinema do mundo? É simples, tudo o que ela precisaria seria um musical adaptado para as telonas. E foi isso o que ela conseguiu. Em meados de 2018, foi anunciado que o aclamado musical da Broadway, Cats, ganharia um filme.  
     
    Pouco tempo após o anúncio do longa-metragem, o elenco começou a ser divulgado e adivinhe? Taylor Swift estava nele. Além dela, nomes como James Corden, Jennifer Hudson e Idris Elba também foram confirmados. 
     
    Mas isso não bastaria, afinal, apenas canções originais podem concorrer ao Oscar. E como já previsto, este não seria um problema para Swift, dona de composições premiadas. Para alavancar suas chances, a cantora se uniu a Andrew Lloyd Webber, compositor com projetos invejáveis em seu currículo, como O Fantasma da Ópera, Jesus Cristo Superstar e... Cats!  
     
    O resultado da parceria resultou em Beautiful Ghosts. Com letra emocionante e performance bastante expressiva e teatral de Swift, a canção não é nada menos que um futuro sucesso já declarado.  
     
    Apesar da música ser interpretada por Francesca Hayward no filme, Taylor Swift fez questão de lançar uma versão em sua voz. Assim, caso a indicação ao Oscar ocorra, ela levará praticamente todo o crédito pelo feito, já que compôs e interpretou a canção.  
     
    Vale lembrar que há anos o Oscar tenta alavancar sua audiência, uma indicação com o nome de Taylor Swift seria o feito ideal para atrair um público maior. Confira abaixo um pouco do processo de produção de Beautiful Ghosts:

     

    11 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Harry Styles lança a polêmica Watermelon Sugar

    Harry Styles lança a polêmica Watermelon Sugar

    Depois de liberar Lights Up e há poucas semanas do lançamento de seu segundo álbum de estúdio, Harry Styles resolveu dar um novo gostinho de seu próximo projeto: o single Watermelon Sugar.   
    Leia também: Harry Styles libera Lights Up e lança campanha contra suicídio 
     
    Seguindo a linha setentista que o cantor adora, a canção tem tudo para ser seu mais novo hit. Com letra fácil e batida dançante, é difícil não ficar empolgado para saber o que mais Harry nos trará com o lançamento Fine Line.  
     
    Tudo seria apenas rosas se não fosse pelo significado da letra, que têm preocupado os fãs do cantor britânico. Isso porque Watermelon Sugar é o nome usado para um tipo de droga no dicionário urbano inglês. Para atenuar ainda mais o significado, Harry usa o termo junto da palavra “high” usada quando alguém está "chapado".  
     
    O tema agora preocupa fãs, intrigados com o fato do cantor poder estar passando por problemas com drogas. Trechos da canção como “eu não sei se poderia sair de casa sem você / Eu só quero sentir o gosto" atenuam a desconfiança de seu público.  
     
    Mesmo com a polêmica, Harry Styles parece estar tranquilo e apresentou a canção pela primeira vez na televisão americana, no programa de esquetes, Saturday Night Live (SNL). Na performance, o cantor parecia bastante animado, assista abaixo:
     

     Fine Line tem lançamento mundial marcado para 13 de dezembro e contará com 12 faixas, todas co-escritas por Harry.  

    11 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. lancamentos

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.