alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE morreu

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Justiça autoriza Lula para ir a velório do neto

    Justiça autoriza Lula para ir a velório do neto

    Por Lisandra Paraguassu

    BRASÍLIA (Reuters) - A Justiça Federal do Paraná autorizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a participar do velório e cremação do neto Arthur, 7 anos, morto nessa sexta-feira em decorrência de uma meningite.

    De acordo com a JFPR, 'a fim de preservar a intimidade da família e garantir não apenas a integridade do preso, mas a segurança pública, os detalhes do deslocamento serão mantidos em sigilo'.

    Arthur será velado a partir das 22h desta sexta em São Bernardo do Campo. A cremação está prevista para o meio-dia de sábado.

    A PF já havia recebido informalmente uma comunicação da Justiça para preparar a logística para a saída do ex-presidente e sua viagem a São Paulo. Um helicóptero espera na Superintendência da PF para levar Lula até base aérea de Curitiba, onde o ex-presidente embarcará em um avião cedido pelo governo do Paraná para a viagem.

    Arthur foi internado esta manhã em um hospital em Santo André e faleceu próximo ao meio-dia. Lula foi informado da morte do neto no meio da tarde por um dos advogados, que conseguiu autorização da PF para entrar na unidade, que está fechada até a quarta-feira à tarde em função do Carnaval. Em seguida, Lula pôde falar com o filho Sandro Luís, pai de Arthur, por telefone.

    Mais tarde, a presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann, conseguiu também autorização para visitar o ex-presidente. A deputada contou que Lula chorou várias vezes e estava muito abatido.

    'Lula nos disse que devia ser proibido um pai enterrar um filho, um avô enterrar o neto', disse Gleisi.

    A família de Sandro Luís morava com o ex-presidente desde a morte de dona Marisa e nas redes sociais de Lula era comum ver fotos com o neto. Desde que o ex-presidente foi preso, em abril do ano passado, Arthur foi pelo menos duas vezes visitar o avô.

    A defesa de Lula entrou ainda no início da tarde com o pedido para o ex-presidente ir ao velório, com base na lei de execuções penais que autoriza a saída de presos no caso de morte de cônjuge, ascendentes, descendentes e irmãos.

    Em janeiro deste ano, quando seu irmão Vavá morreu de câncer, a juíza de execuções penais negou o pedido para que Lula fosse ao enterro com base em uma alegação da PF de que não teria condições de levar o ex-presidente até o local do enterro.

    Na época, o MPF se posicionou contra a saída do ex-presidente alegando também questões de segurança. Desta vez, o MPF foi a favor do cumprimento da lei.

    Um recurso contra aquela decisão no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) também foi negado.

    Já na hora da cerimônia, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, autorizou que Lula se reunisse com a família em uma unidade militar em São Paulo, onde aconteceria a cerimônia. A decisão, no entanto, foi dada quando Vavá já estava sendo enterrado.

    Lula então se recusou a sair da cadeia sob as condições dadas por Toffoli.

    1

    1

    151

    2 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Justiça Federal envia comunicado informal a PF para que prepare ida de Lula a velório do neto

    Justiça Federal envia comunicado informal a PF para que prepare ida de Lula a velório do neto

    Por Lisandra Paraguassu

    BRASÍLIA (Reuters) - A Justiça Federal em Curitiba avisou informalmente à Polícia Federal para preparar a logística necessária para transportar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até o local de velório e enterro do neto Arthur, 7 anos, morto dessa sexta-feira em decorrência de uma meningite.

    Em nota, o governo do Paraná informou que cedeu uma aeronave a pedido da Superintendência da Polícia Federal para que Lula possa ser levado ao velório do neto, em São Paulo.

    De acordo com uma fonte que acompanha o assunto, a decisão judicial formal ainda não chegou à PF, mas a Superintendência, onde Lula está preso desde abril do ano passado, já foi começou os contatos para organizar a logística que permitirá a saída do ex-presidente e sua viagem a São Paulo. Ainda não há hora prevista para a viagem.

    Arthur foi internado esta manhã em um hospital em Santo André e faleceu próximo ao meio-dia. Lula foi informado da morte do neto no meio da tarde por um dos advogados, que conseguiu autorização da PF para entrar na unidade, que está fechada até a quarta-feira à tarde em função do Carnaval.

    Arthur era filho do publicitário Sandro Luís, filho do meio de Lula. A família morava com o ex-presidente desde a morte de dona Marisa e nas redes sociais de Lula era comum ver fotos com o neto. Desde que o ex-presidente foi preso, em abril do ano passado, Arthur foi pelo menos duas vezes visitar o avô.

    A defesa de Lula entrou ainda no início da tarde com o pedido para que o ex-presidente possa ir ao velório e ao enterro, com base na lei de execuções penais que autoriza a saída de presos no caso de morte de cônjuge, ascendentes, descendentes e irmãos.

    Em janeiro deste ano, quando seu irmão Vavá morreu de câncer, a juíza de execuções penais negou o pedido para que Lula fosse ao enterro com base em uma alegação da PF de que não teria condições de levar o ex-presidente até o local do enterro. Um recurso contra essa decisão no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) também foi negado.

    Já na hora da cerimônia, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, autorizou que Lula se reunisse com a família em algum local fechado em São Paulo, onde aconteceria a cerimônia. A decisão, no entanto, foi dada quando Vavá já estava sendo enterrado.

    Lula então se recusou a sair da cadeia sob as condições dadas por Toffoli.

    (Reportagem de Lisandra Paraguassu)

    0

    0

    77

    2 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Aretha Franklin, a 'rainha do soul', morre aos 76 anos em Detroit

    Aretha Franklin, a 'rainha do soul', morre aos 76 anos em Detroit

    (Reuters) - Aretha Franklin, a filha de um pastor cuja voz poderosa a transformou na 'rainha do soul', com canções de sucesso como 'Respect' e 'Chain of Fools', morreu nesta quinta-feira, aos 76 anos, informaram autoridades.

    A cantora, ganhadora de 18 Grammys e com 25 discos de ouro na carreira, morreu em sua casa em Detroit, cercada por familiares e amigos, de acordo com um representante da cantora. Ela lutava contra um câncer no pâncreas em estado avançado, e sua família havia pedido orações.

    A família da cantora, que descreveu sua morte como um dos momentos mais obscuros de suas vidas, disse que não era capaz de encontrar as palavras apropriadas para expressar a dor em seus corações.

    'Nós perdemos a matriarca e a rocha da nossa família. O amor que ela nutria por seus filhos, netos, sobrinhas, sobrinhos e primos não tinha limites', disse a família em comunicado.

    O prefeito de Detroit, Mike Duggan, disse que poucas pessoas na história da cidade foram tão amadas universalmente ou deixaram uma marca tão indelével quanto Aretha Franklin, descrevendo-a como uma 'artista sem igual'.

    'Ao longo de sua extraordinária vida e carreira, ela conquistou o amor --e sim, o respeito-- de milhões de pessoas, não apenas para si mesma e para mulheres em todos os lugares, mas para a cidade que ela tanto amava e chamava de lar', disse Duggan em comunicado.

    O pai de Aretha Franklin era um pregador batista em Detroit, e o canto gospel que ela ouvia em sua igreja foi sua base musical. Ela criou uma voz singularmente emotiva e poderosa que a colocou na vanguarda da soul music dos anos 1960, juntamente com Otis Redding, Sam Cooke e Wilson Pickett.

    Aretha Franklin cantou no funeral do líder dos direitos civis assassinado Martin Luther King, assim como nas posses dos presidentes Barack Obama e Bill Clinton. Em 1987, ela se tornou a primeira mulher eleita para o Hall da Fama do Rock and Roll, e em 2010 a revista Rolling Stone a elegeu como cantora número 1 da era do rock.

    Depois de gravar e fazer turnês como uma jovem cantora gospel, a carreira de Aretha Franklin tomou um rumo secular em 1961, quando ela assinou com a Columbia Records. Ela teve apenas um sucesso modesto com a Columbia, que enfrentou dificuldades para classificar seu estilo e tentou levá-la para o pop.

    Mas quando ela mudou para a Atlantic Records em meados da década de 1960, o produtor Jerry Wexler sabia exatamente o que fazer com Aretha Franklin, colocando sua voz poderosa em um cenário que combinava gospel, soul e rock, fazenda dela uma superestrela. Como a própria escreveu em sua autobiografia, ela 'Arethaziou' a música.

    O cantor John Legend tuitou nesta quinta-feira: 'Saudações à rainha. A maior vocalista que eu já conheci.'

    Em um comunicado, o ex-presidente Bill Clinton e a ex-secretária de Estado Hillary Clinton disseram que Aretha Franklin era um dos maiores tesouros nacionais dos Estados Unidos.

    'Por mais de 50 anos, ela agitou nossas almas', disse o comunicado. 'Ela era elegante, graciosa e completamente inflexível em sua arte.'

    GRANDES SUCESSOS

    O auge de Aretha Franklin se estendeu ao início dos anos 1970, quando ela dominou as paradas musicais com 'I Never Loved a Man (The Way I Love You)', 'Baby, I Love You', 'Chain of Fools', 'Think', '(You Make Me Feel Like) A Natural Woman', 'Do-Right Woman' e 'Respect', uma música de Redding que se tornou uma canção de empoderamento na voz dela durante a era dos direitos civis.

    Aretha Franklin perdeu parte da popularidade posteriormente, mas teve um renascimento em meados da década de 1980 com canções como 'Freeway of Love', um dueto com George Michael chamado 'I Knew You Were Waiting (For Me)', 'Sisters Are Doin' It for Themselves', 'Who's Zoomin' Who?' e uma versão de 'Jumpin' Jack Flash', dos Rolling Stones.

    Ao longo de sua trajetória, Aretha Franklin inspirou uma geração de cantores.

    'A música pop hoje é rica em vozes gloriosas da música gospel e de cantoras nos moldes lançados por Aretha', disse Wexler, que morreu em 2008, em sua autobiografia. 'Aretha se tornou um modelo para pessoas como Chaka Khan, Natalie Cole, Donna Summer e Whitney Houston ... A lista de seus discípulos é longa'.

    0

    0

    169

    9 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. morreu

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.