alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE papel

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Suzano vai avaliar incorporação de caminhões após tabela de frete

    Suzano vai avaliar incorporação de caminhões após tabela de frete

    SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano Papel e Celulose vai aguardar posicionamento do Supremo Tribunal Federal sobre a legalidade da aprovação pelo governo de Michel Temer da tabela de fretes, e analisa eventual incorporação de caminhões próprios para lidar com os consequentes aumentos no custo de transporte de insumos e produtos aos clientes.

    'Obviamente, a nossa visão é que fretes não deveriam ter uma tabela. Não entendemos que qualquer processo de definição de preços pelo governo seja adequado...Vamos avaliar incorporação de caminhões', disse o presidente-executivo da Suzano, Walter Schalka, em teleconferência com jornalistas nesta quinta-feira.

    Segundo ele, os caminhões que prestam serviços à empresa pertencem a caminhoneiros e as carretas de transporte são da empresa.

    'Entendemos que deve haver um processo de decisão judicial e vamos aguardar a decisão para definirmos qual nossa política', disse o executivo.

    A lei que institui a tabela de fretes foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, após sanção do presidente Michel Temer.

    Segundo a companhia, a greve dos caminhoneiros no final de maio impactou 105 mil toneladas de sua produção, das quais 25 mil toneladas de papel, que foi alvo de anúncio de elevação de preços entre 9 e 14 por cento pela empresa no país em julho.

    O presidente Michel Temer

    Questionado sobre possibilidade de reajustes nos preços da celulose, o diretor da área, Carlos Aníbal, afirmou que o mercado global segue 'balanceado', com a oferta sendo reprimida por eventos não planejados, como a greve dos caminhoneiros, e a demanda em todos os mercados em elevação.

    A Suzano divulgou mais cedo que prejuízo de 1,85 bilhão de reais para o segundo trimestre, que foi impactado por efeitos cambiais decorrentes do financiamento para o pagamento da incorporação da rival maior Fibria.

    (Por Alberto Alerigi Jr.)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Klabin tem prejuízo de R$955 mi no 2º tri por câmbio, mas Ebitda sobe quase 50%

    Klabin tem prejuízo de R$955 mi no 2º tri por câmbio, mas Ebitda sobe quase 50%

    SÃO PAULO (Reuters) - A Klabin registrou um prejuízo líquido de 955 milhões de reais no segundo trimestre, ante prejuízo de 378 milhões de reais no mesmo período do ano passado, em resultado impactado pela variação cambial sobre a dívida, informou a produtora de papel e celulose nesta segunda-feira.

    O resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado, por sua vez, subiu 49 por cento na comparação anual, para 884 milhões de reais, favorecido por preços mais altos e também pelo câmbio. A margem Ebitda avançou 10 pontos percentuais, para 40 por cento na comparação anual.

    A empresa destacou que a receita líquida subiu 13 por cento para 2,235 bilhões de reais, apesar da greve dos caminhoneiros no fim de maio e da parada para manutenção da Unidade Puma terem afetado as vendas totais. Para contornar as problemas causados pelo movimento grevista, a empresa disse que focou em mercados menos afetados e de alta rentabilidade.

    O volume total de vendas, sem incluir madeira, recuou para 713 mil toneladas, ante 777 mil toneladas no segundo trimestre de 2017.

    'A melhora generalizada de preços nos mercados em que a Klabin atua mais do que compensou a perda não recorrente de volume de vendas no trimestre', disse a empresa.

    A receita líquida com as vendas de kraftliner subiram 33 por cento no trimestre, enquanto de celulose aumentaram 29 por cento. As receitas de exportação cresceram 25 por cento, respondendo por 43 por cento da receita total.

    Apesar dos resultados da empresa terem sido considerados fortes, mas dentro do esperado, por analistas de mercado, as units da companhia operavam em queda de 1,04 por cento às 10h50 na bolsa paulista B3.

    DÍVIDA

    A desvalorização do real ante o dólar, que impulsionou as exportações e a receita, gerou por outro lado uma perda cambial, sem efeito caixa significativo no curto prazo, de 1,843 bilhão de reais, que refletiu em um aumento da dívida líquida para 12,6 bilhões de reais --alta de 1,5 bilhão de reais.

    Com isso, a relação dívida líquida/Ebitda em reais subiu 0,1 ponto percentual para 3,9 por cento no segundo trimestre ante o primeiro, apesar da geração de caixa do período. Em dólares, contudo, a alavancagem caiu para 3,4 vezes ante 3,6 vezes no final do primeiro trimestre.

    A Klabin destacou que os preços de papéis para embalagens e celulose globalmente não foram impactados negativamente pelas disputadas comerciais entre as principais economias do mundo, e a expectativa é que a demanda continue aquecida principalmente da China.

    (Por Raquel Stenzel)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. tags
    6. /
    7. papel
    8. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.