alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE prioridade

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Prioridade é instalar CCJ na próxima semana, diz vice-líder do governo

    Prioridade é instalar CCJ na próxima semana, diz vice-líder do governo

    BRASÍLIA (Reuters) - A prioridade é garantir a instalação na próxima semana da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, a primeira por onde a reforma da Previdência irá tramitar, afirmou nesta quarta-feira um dos vice-líderes do governo na Casa, deputado Tarcísio Perondi (MDB-RS).

    Segundo o deputado, a instalação do colegiado depende da indicação de membros por parte dos líderes de bancada. O vice-líder não descarta a possibilidade de a instalação ocorrer na semana seguinte.

    “Os líderes estão sendo conclamados a indicar na segunda-feira os membros da CCJ”, disse Perondi à Reuters. “A prioridade maior é instalar na próxima semana a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Quanto mais rápido, melhor.”

    Perondi, que também ocupou posto na vice-liderança no governo do ex-presidente Michel Temer e participou das negociações da reforma da Previdência de então, calcula que a proposta possa encerrar seu rito na CCJ em aproximadamente 30 dias.

    Uma vez instalada, a CCJ tem um prazo de cinco sessões para emitir um parecer sobre a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma e devolvê-la à Mesa. Depois, a proposta segue a uma comissão especial e só então segue ao plenário, onde precisará de ao menos 308 votos favoráveis em dois turnos de votação.

    Questionado sobre eventual adiamento da instalação da CCJ --não há por ora sessão convocada para a sua instalação porque ainda não foram indicados todos os componentes do colegiado--, o deputado afirmou que “vai depender dos líderes, mas se não for nesta semana, pode ser na outra”.

    Perondi afirmou ainda que o líder do governo, Major Vitor Hugo (PSL-GO), deve se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro nesta semana para discutir o assunto.

    A instalação da CCJ estava prevista, inicialmente para a semana anterior ao Carnaval, mas acabou sendo adiada para depois das festas.

    (Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    0

    0

    17

    2 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Haddad diz que objetivo é derrotar candidaturas Alckmin e Meirelles e minimiza Bolsonaro

    Haddad diz que objetivo é derrotar candidaturas Alckmin e Meirelles e minimiza Bolsonaro

    (Reuters) - O vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Haddad, afirmou nesta segunda-feira que o objetivo principal do chamado campo progressista é derrotar as candidaturas de Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB), que representam a continuidade do governo Temer, e minimizou o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), por falta de clareza do seu projeto.

    Ao comentar a formação das alianças do primeiro turno, que não conseguiu unir as candidaturas de Lula e de Ciro Gomes (PDT), o ex-prefeito de São Paulo ressaltou que esse grupo estará junto num eventual segundo turno.

    'Tenho certeza de que, embora nós não tenhamos conseguido compor uma única chapa que representasse o campo progressista contra as candidaturas sobretudo do Meirelles e do Alckmin, que representam a continuidade do governo Temer, nós vamos estar juntos no segundo turno e no governo, porque nós temos o objetivo comum de derrotar esse projeto que está desconstruindo o país', disse Haddad a jornalistas em Curitiba, após visitar Lula na prisão.

    Para o ex-prefeito de São Paulo, o governo Temer 'tem que dar lugar a um projeto legítimo, saído das urnas, que dialogue com os anseios populares e nacionais'.

    Questionado por não ter mencionado o presidenciável do PSL entre as candidaturas a serem derrotadas pelo seu campo, Haddad disse que não consegue 'visualizar o projeto Bolsonaro'.

    'Porque ele (Bolsonaro) remete sempre a um economista, que até virou meme de internet, virou 'posto Ipiranga', qualquer pergunta difícil ele remete para o Paulo Guedes', disse o candidato a vice petista, referindo-se ao coordenador econômico de Bolsonaro.

    Perguntado sobre as altas intenções de voto de Bolsonaro nas pesquisas --ele lidera os cenários sem Lula--, Haddad avaliou que o capitão da reserva do Exército 'dialoga mais com um sentimento do que propriamente com um sonho, do que com um desejo de transformação social'.

    'Vamos ter que lidar com esse sentimento de forma respeitosa, são cidadãos que estão angustiados em busca de uma solução que eles não conseguem compreender muito bem, vamos dialogar com esse público também', acrescentou.

    Preso em Curitiba desde abril, cumprindo pena por condenação em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, Lula, que lidera as pesquisas de intenções de voto, deve ter sua candidatura barrada com base na Lei da Ficha Limpa.

    (Por Alexandre Caverni, em São Paulo)

    0

    0

    39

    9 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. prioridade

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.