alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE reestruturacao

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Líderes alertam que projeto dos militares abre brecha para reestruturação de outras carreiras

    Líderes alertam que projeto dos militares abre brecha para reestruturação de outras carreiras

    Por Maria Carolina Marcello

    BRASÍLIA (Reuters) - Líderes da Câmara dos Deputados alertaram nesta quarta-feira que o projeto levado pelo presidente Jair Bolsonaro com mudanças nas regras de aposentadoria e reestruturação da carreira dos militares pode abrir brecha para a discussão de alterações nas carreiras de outras categorias.

    Esse foi o caso, por exemplo, do deputado Delegado Waldir (PSL-GO), líder do partido do presidente. Ele comemorou e chamou a atenção para o fato de o governo ter cumprido o prometido ao entregar a proposta dos militares nesta quarta, mas ponderou, no entanto, que ainda fará uma análise do texto encaminhado para verificar se há “equidade com as demais carreiras policiais”.

    Para Waldir, a reestruturação da carreira dos militares vem “num momento difícil”.

    “No meu entendimento era um diálogo que não era o momento para se discutir. O momento agora é de sacrifícios”, opinou, pouco depois da entrega do projeto levado pessoalmente por Bolsonaro ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

    “Penso que outras carreiras poderão pedir essa mesma reestruturação, não tenho dúvidas.”

    Na mesma linha, o líder do DEM, Elmar Nascimento (BA), também considerou “positiva” a manutenção do prazo original para o envio da proposta dos militares, mas lembrou da tradicional relação entre congressistas e categorias.

    “A gente tem que ter cuidado porque a proposta não pode ser seletiva. Temos que dar o mesmo tratamento aos civis e aos militares sob pena de contaminar o ambiente”, disse Elmar a jornalistas.

    “Fiquei preocupado quando se fala em reestruturação de carreira. Será que era o momento adequado para se tratar disso? Afinal de contas, tem uma série de carreiras também que pleiteam a mesma coisa”, avaliou.

    Questionado sobre eventual resistência à proposta dos militares dentro da bancada do PSL, muito ligada às polícias, afirmou que a obrigação do Parlamento é optar pelo que “for melhor para o Brasil”, e que há ambiente para a adoção de “uma proposta mais dura do que a que veio do governo”.

    “Da mesma forma que tem muito parlamentar ligado à segurança pública, tem muito parlamentar ligado à área do magistério, cada um começa a puxar a sardinha para a sua brasa e a gente termina descaracterizando o texto e não fazendo a reforma profunda como o governo sabe que é necessária.”

    A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), argumentou que os militares acumularam perdas no passado recente --que, segundo ela, ultrapassam os 70 por cento desde o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso-- e que a reestruturação de carreiras não pode ser tratada como uma “questão sindical”.

    “Se nós começarmos a tratar a nova Previdência quase que como uma questão sindical, cada grupo querendo trazer para si, puxar o peixe para seu braseiro, a gente não sai do lugar”, alertou.

    Questionado sobre o momento de se apresentar a reestruturação junto com as mudanças da proteção social da carreira militar, o assessor especial do ministro da Defesa, general de Divisão Eduardo Castanheira Garrido Alves, disse em entrevista coletiva que o projeto está buscando “a todo momento valorizar a meritocracia”.

    Para Garrido, o projeto proposto é “autossustentável”.

    “Sacrifício é uma palavra que conhecemos muito bem e estamos mais uma vez contribuindo com  valores significativos para se chegar à reforma', disse, ao frisar que em 2001 houve um achatamento salarial da carreira --numa referência indireta à medida provisória editada na época pelo governo FHC.

    (Reportagem adicional de Ricardo Brito)

    0

    0

    17

    1 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. reestruturacao

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.