alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE respaldo

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro diz que Santos Cruz tem respaldo completo e não existe divisão entre militares e grupo de Olavo

    Bolsonaro diz que Santos Cruz tem respaldo completo e não existe divisão entre militares e grupo de Olavo

    Por Lisandra Paraguassu

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira que o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto Santos Cruz, tem seu respaldo completo e que a melhor resposta para polêmicas como as criadas pelo escritor Olavo de Carvalho, é 'ficar quieto'.

    'O que eu tenho falado é que de acordo com a origem do problema a melhor resposta é ficar quieto, porque temos muitas coisas mais importantes para discutir no Brasil', afirmou o presidente ao sair do Ministério da Economia, onde teve um encontro com os servidores de alto escalão da pasta. 'Aqueles que por ventura não tem o tato político estão pagando um preço junto á mídia.'

    Questionado se o ministro, general da reserva, tinha seu respaldo, Bolsonaro respondeu que sim. 'Completamente. Ele está em São João da Cachoeira tratando de assunto fundiários e indigenistas.'

    Santos Cruz passou a ser novamente alvo de Olavo de Carvalho --e, na esteira, dos filhos do presidente, Carlos e Eduardo-- nesse final de semana, quando o escritor disse que o ministro 'fofoca e difama pelas costas', ao que Santos Cruz respondeu que Carvalho é 'um desocupado esquizofrênico'.

    Na noite de domingo, o ministro teve uma reunião de uma hora e meia com o presidente no Palácio da Alvorada. Em outra onda de ataques do escritor, em que Olavo disse que Santos Cruz 'não presta', o ministro já havia dito que conversaria sobre os ataques com Bolsonaro.

    'Estive com ele ontem à noite, conversamos por uma hora e meia como sempre faço, sobre diversos assuntos...como faço nos fins de semana com diversos ministros', disse o presidente.

    Bolsonaro negou, no entanto, que Santos Cruz tenha feito reclamações. Fontes ouvidas pela Reuters, no entanto, confirmam que o ministro tratou sim dos ataques de Carvalho.

    (Edição de Eduardo Simões)

    17

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Netanyahu obtém respaldo parlamentar para formar novo governo em Israel

    Netanyahu obtém respaldo parlamentar para formar novo governo em Israel

    Por Jeffrey Heller

    JERUSALÉM (Reuters) - O presidente de Israel, Reuven Rivlin, disse nesta terça-feira que a maioria dos membros do Parlamento o aconselhou a permitir que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu forme um novo governo na esteira da eleição de 9 de abril, na prática garantindo a nomeação do premiê para mais um mandato.

    No cargo há uma década, Netanyahu conquistou um quinto mandato apesar de um anúncio de fevereiro do procurador-geral, Avichai Mandelblit, de que planeja acusar o premiê em três casos de corrupção. Netanyahu nega qualquer irregularidade.

    Pela lei, o presidente tem que escolher um líder partidário que julgue ter a melhor perspectiva de montar uma coalizão governista. Ele anunciará formalmente o escolhido na quarta-feira.

    Em comentários divulgados nesta terça-feira, o segundo dia das consultas públicas de Rivlin com partidos políticos a respeito de suas preferências para premiê, ele disse que Netanyahu 'agora tem uma maioria de membros do Knesset' a seu favor.

    'Qualquer espaço de manobra que eu tinha foi efetivamente retirado neste momento', afirmou.

    A nomeação de Netanyahu se tornou uma mera formalidade depois que seu partido de direita Likud conquistou o maior número de cadeiras no Knesset na votação da semana passada e seu principal rival, o político de centro Benny Gantz, reconheceu a derrota.

    Netanyahu disse que pretende compor uma coalizão com cinco partidos de extrema-direita, direita e de judeus ultraortodoxos que dariam 65 assentos a um governo liderado pelo Likud, quatro a mais que seu atual governo em fim de mandato.

    Representantes de todas estas siglas disseram a Rivlin nas reuniões, transmitidas ao vivo pela internet, que recomendam Netanyahu.

    Gantz, ex-chefe militar cujo partido Azul e Branco conseguiu 35 assentos parlamentares, provavelmente será o próximo da fila para montar um governo se Netanyahu não o fizer até 42 dias depois de ser escolhido por Rivlin.

    Netanyahu não é legalmente obrigado a renunciar se for indiciado. Ele ainda pode refutar, em uma audiência pré-julgamento com Mandelblit cuja data ainda não foi marcada, a apresentação formal de acusações de suborno e fraude que lhe foram imputadas.

    O líder israelense, cujos apoiadores louvam suas rígidas medidas de segurança e sua projeção internacional, deve ser tornar o premiê mais longevo da história do país em julho.

    11

    2 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. respaldo

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.