alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE revolucao

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Irã promete superar oposição dos EUA no 40o aniversário da revolução

    Irã promete superar oposição dos EUA no 40o aniversário da revolução

    Por Parisa Hafezi

    DUBAI (Reuters) - Centenas de milhares de iranianos marcharam e alguns queimaram bandeiras dos Estados Unidos nesta segunda-feira para comemorar o 40º aniversário do triunfo do aiatolá Ruhollah Khomeini, o clérigo xiita que depôs o xá em uma Revolução Islâmica que incomoda o Ocidente até hoje.

    No dia 11 de fevereiro de 1979, o Exército do Irã declarou sua neutralidade, abrindo caminho para a queda do xá Mohammad Reza Pahlavi, maior aliado dos EUA no Oriente Médio.

    A televisão estatal mostrou multidões desafiando o tempo chuvoso e portando bandeiras iranianas enquanto bradavam 'Morte a Israel, Morte à América', chavões da revolução que derrubou o aliado mais importante de Washington na região.

    'Para grande assombro da América, a revolução chegou ao 40º ano', dizia um cartaz.

    Soldados, estudantes, clérigos e mulheres de preto carregando crianças pequenas lotaram as ruas de todo o país, muitas delas com retratos de Khomeini, que morreu em 1989, e do atual líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei.

    O grande comparecimento em eventos patrocinados pelo Estado coincide com as dificuldades econômicas crescentes enfrentadas pela população.

    No ano passado o Irã reprimiu protestos contra o baixo padrão de vida em mais de 80 cidades que representaram o maior desafio à sua liderança clerical desde uma revolta de 2009 desencadeada por uma eleição contestada.

    Os preços do pão, do óleo de cozinha e de outros itens básicos dispararam desde que o presidente Donald Trump retirou Washington do acordo nuclear de 2015 no ano passado e reativou sanções.

    Em janeiro o presidente Hassan Rouhani disse que seu país está passando por sua pior crise econômica desde a deposição do xá, mas manteve o tom desafiador agora que os iranianos relembram o fim de um monarca que agradava os ricos e acionava sua polícia secreta contra os dissidentes.

    Em um discurso na praça Azadi (Liberdade) de Teerã, Rouhani disse que os esforços dos EUA para isolar o Irã fracassarão.

    'Não deixaremos a América sair vitoriosa... o povo iraniano teve e terá algumas dificuldades econômicas, mas superaremos os problemas ajudando um ao outro', disse.

    Os manifestantes carregavam cães feitos de cartolina – um deles tinha o rosto de Trump e outro o rosto do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

    0

    0

    21

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Em aniversário da revolução cubana, Raúl Castro critica EUA por rumo de 'confrontação'

    Em aniversário da revolução cubana, Raúl Castro critica EUA por rumo de 'confrontação'

    HAVANA (Reuters) - O líder do Partido Comunista de Cuba, Raúl Castro, disse que os cubanos estão preparados para resistir ao que parece ser um rumo de 'confrontação' do governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com um embargo comercial intensificado que já dura quase seis décadas.

    Raúl, de 87 anos, liderou o ato do 60º aniversário da revolução de esquerda que levou seu falecido irmão Fidel ao poder em 1959, derrotando o governo de Fulgencio Batista, apoiado por Washington. A cerimônia ocorreu em Santiago de Cuba, cerca de 800 quilômetros ao leste de Havana, na terça-feira.

    'Agora, novamente o governo norte-americano parece tomar o rumo da confrontação com Cuba e apresentar nosso país pacífico e solidário como uma ameaça à região', declarou Raúl em um discurso no qual instou o país a continuar 'priorizando as tarefas de preparação para a defesa'.

    O ex-presidente observou que 'aos 60 anos do triunfo (da revolução), não nos intimidam a linguagem da força nem as ameaças', uma alusão ao retrocesso nos laços entre Washington e Havana desde que Trump assumiu a Casa Branca, revertendo a reaproximação iniciada por seu antecessor, Barack Obama, no final de 2014.

    As duas nações restabeleceram as relações diplomáticas em julho de 2015. Em novembro o conselheiro de Segurança Nacional de Trump, John Bolton, disse que Washington adotará uma linha mais dura contra Cuba, Venezuela e Nicarágua, países que qualificou como a 'troica da tirania'.

    O discurso de Raúl veio em um momento no qual o governo cubano se vê afetado pelas sanções comerciais dos EUA, o colapso econômico de sua aliada estratégica Venezuela e as tensões nas finanças internas do país.

    A economia local teve uma crescimento anual médio de um por cento nos últimos três anos, menos que a taxa de 5 a 7 por cento que especialistas afirmam ser necessária para a ilha se recuperar de uma depressão da década de 1990.

    'Um desafio que enfrentaremos no ano que começa hoje é a situação da economia, sobrecarregada pelas tensões nas finanças externas por causa dos abalos na renda das exportações, o bloqueio norte-americano e seus efeitos extraterritoriais', argumentou Raúl.

    'É preciso em primeiro lugar reduzir todo gasto não imprescindível e poupar mais', acrescentou.

    (Por Nelson Acosta e Sarah Marsh)

    0

    0

    10

    2 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. revolucao

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.