alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE senadores

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Senadores não necessariamente aprovarão a reforma da Previdência do governo, diz Alcolumbre

    Senadores não necessariamente aprovarão a reforma da Previdência do governo, diz Alcolumbre

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), transmitiu nesta sexta-feira ao presidente Jair Bolsonaro a mensagem que a Casa está aberta a discutir a reforma da Previdência, mas não necessariamente irá aprovar o texto a ser enviado pelo governo no próximo dia 20.

    Segundo Alcolumbre, que se reuniu com Bolsonaro nesta manhã, deve ser criada uma subcomissão do Senado para acompanhar as discussões da proposta enquanto ela tramitar na Câmara.

    “Eu falei para ele (Bolsonaro) o que estou declarando na imprensa: eu sinto que o Senado está disposto a ajudar o Brasil. A conversa com os senadores sempre foi a mesma, eles querem ajudar o país, mas querem debater a reforma”, disse Alcolumbre a jornalistas.

    “O Senado vai debater democraticamente, com a autoridade do Senado, que é a autoridade constituída pelo voto popular de debater a proposta. Então, não necessariamente o Senado vai aprovar o que o governo manda, não é só nessa matéria, todas as outras”, acrescentou.

    O senador relatou ter informado o presidente que o “sentimento de aprovar a reforma é gigantesco”, mas será aprovado um texto que “os senadores entenderem como uma reforma boa para o Brasil”.

    O presidente do Senado explicou que conversará com a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, senadora Simone Tebet (MDB-MS), sobre a criação da subcomissão no colegiado, na intenção de acompanhar a tramitação da proposta na Câmara e eventualmente fazer sugestões.

    “Eu acho importante isso para a gente queimar etapas dentro da discussão”, disse o senador. “A matéria vai chegar no Senado bem arredondada para a gente dar a nossa opinião e votar a matéria”, afirmou Alcolumbre, que acredita na possibilidade de votação da reforma ainda no primeiro semestre.

    BEBIANNO

    Sobre a crise com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, em caso envolvendo a distribuição de recursos para candidaturas acusadas de serem de fachada no período que presidiu o PSL, Alcolumbre afirmou que a “crise é do governo” e que o mesmo deve buscar uma solução.

    O senador tentou não opinar sobre declaração do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que na véspera alertou para o risco de o caso contaminar as discussões sobre a reforma da Previdência, mas disse não acreditar que a crise trave o andamento da proposta.

    “Acho que não (trava). Eu acho que os parlamentares, volto a repetir para vocês, eu estou falando pelo Senado, eu tenho conversado com muitos senadores nesse processo e os senadores têm o sentimento de aguardar a reforma para debater com a sociedade para votar a reforma.”

    (Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    0

    0

    40

    2 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Eleitores dão recado e políticos tradicionais ficam fora do Senado

    Eleitores dão recado e políticos tradicionais ficam fora do Senado

    Por Maria Carolina Marcello

    BRASÍLIA (Reuters) - As urnas mandaram um recado claro da população na votação deste domingo e deixaram fora do rol de eleitos políticos tradicionais, alguns deles com uma longa atuação no Senado.

    O atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), que concorria à reeleição, não angariou votos suficientes apesar da tentativa de se descolar do atual governo e de se aproximar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda forte no Nordeste.

    Mais emblemático ainda, Romero Jucá (MDB-RR), líder dos governos no Senado de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB), também não conseguiu a reeleição, ficando meros 426 votos atrás do segundo colocado.

    Também não conseguiu ficar entre os dois mais votados eu seu Estado, e deve ficar fora do Senado, assim como Roberto Requião, tradicional político do MDB do Paraná. Enquanto Beto Richa (PSDB), que deixou o governo Paraná após dois mandatos para concorrer ao Senado, ficou em sexto lugar na disputa.

    Edison Lobão (MDB-MA), ligado à poderosa família Sarney, amargou o quarto lugar na disputa pelas duas vagas do Estado. No Rio Grande do Norte, o senador Garibaldi Alves (MDB) também não se reelegeu.

    Em Minas Gerais, a surpresa foi com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que liderava a disputa, mas acabou em quarto lugar.

    Mesmo destino teve o atual líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (PT-RJ) não se reelegeu, ficando em quarto mais votado no Rio de Janeiro. No Acre, Jorge Viana (PT-AC), senador há duas legislaturas, também ficará fora do Congresso.

    Em outro campo político, o senador Magno Malta (PR-ES), que chegou a ser cotado para vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República, também perdeu a reeleição, assim como o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), na quarta colocação de votos.

    Em compensação, alguns candidatos obtiveram votação expressiva. Esse é o caso de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que obteve mais de 4 milhões de votos, o equivalente a mais de 31 por cento dos votos.

    O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acumulou quase 38 por cento dos votos em seu Estado, enquanto Cid Gomes (PDT) conquistou mais de 41 por cento do eleitorado no Ceará.

    0

    0

    28

    6 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. senadores

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.