alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE suspensao

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia EXCLUSIVO–Google suspende negócios com Huawei após Trump incluir empresa em lista negra

    EXCLUSIVO–Google suspende negócios com Huawei após Trump incluir empresa em lista negra

    Por Angela Moon

    NOVA YORK (Reuters) - O Google suspendeu negócios com a Huawei que exigem transferência de equipamentos, programas e serviços técnicos, exceto aqueles disponíveis ao público através de licenças de código aberto, disse uma fonte a par da questão à Reuters no domingo, um revés contra a empresa de tecnologia chinesa que foi colocada em uma lista negra pelo governo norte-americano de Donald Trump.

    Mas os usuários de smartphones Huawei com aplicativos do Google continuarão podendo usar e baixar atualizações de aplicativos fornecidos pelo Google, disse um porta-voz do Google, confirmando reportagens anteriores da Reuters.

    'Estamos cumprindo a ordem e analisando as implicações', afirmou o porta-voz. 'Para os usuários do nossos serviços, o Google Play e as proteções de segurança do Google Play Protect continuarão a funcionar nos aparelhos Huawei existentes', disse o porta-voz, sem dar mais detalhes.

    A suspensão pode prejudicar o negócio de smartphones da Huawei fora da China, já que a gigante chinesa perderá imediatamente acesso a atualizações do sistema operacional Android, do Google. Versões futuras dos smartphones da Huawei que funcionam com Android também perderão acesso a serviços populares como os aplicativos Google Play Store, Gmail e YouTube.

    'A Huawei só poderá usar a versão pública do Android e não conseguirá ter acesso a aplicativos e serviços patenteados do Google', contou a fonte.

    Na quinta-feira, o governo Trump acrescentou a Huawei Technologies a uma lista negra comercial, adotando de imediato restrições que tornarão extremamente difícil para a empresa fazer negócios com empresas norte-americanas.

    Na sexta-feira, o Departamento de Comércio dos EUA disse que cogita diminuir as restrições à Huawei para 'evitar a interrupção de operações e equipamentos de rede existentes'. Não ficou claro de imediato no domingo se o acesso da Huawei a programas de aparelhos portáteis será afetado.

    O impacto da inclusão da Huawei na lista negra do governo dos EUA ainda é desconhecido, já que sua cadeia de suprimento global ainda o está analisando. Especialistas em chips questionam a capacidade da Huawei de continuar operando sem ajuda dos EUA.

    Os detalhes sobre os serviços específicos a serem afetados pela suspensão ainda estão sendo debatidos internamente no Google, segundo a fonte. Advogados da Huawei também estão estudando o impacto da lista negra, disse um porta-voz da companhia chinesa na sexta-feira.

    Representantes da Huawei não estavam disponíveis de imediato para mais comentários.

    0

    0

    28

    5 D

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Rússia diz que não suspenderá aviões Sukhoi apesar de acidente com 41 mortos

    Rússia diz que não suspenderá aviões Sukhoi apesar de acidente com 41 mortos

    Por Gleb Stolyarov e Andrew Osborn

    MOSCOU (Reuters) - A Rússia não vê razão para suspender a aeronave de fabricação nacional Sukhoi Superjet 100, apesar de uma delas ter sofrido um incêndio durante um pouso de emergência que resultou em 41 mortes, disse o ministro dos Transportes nesta segunda-feira.

    O pouso forçado de domingo foi o segundo contratempo do avião, o primeiro jato de passageiros novo desenvolvido na Rússia desde a queda da União Soviética e alardeado por Moscou como prova de que é capaz de produzir suas próprias aeronaves de uso civil de alta qualidade.

    Investigadores começaram a tentar descobrir por que o avião da Aeroflot, que voava de Moscou a Murmansk, cidade do norte russo, foi forçado a fazer um pouso de emergência e por que esse pouso deu tão errado.

    Várias versões estão sendo analisadas, inclusive falha técnica, erro humano e condições climáticas ruins.

    Indagado por repórteres em uma coletiva de imprensa se os aviões Sukhoi deveriam ser suspensos à espera do desfecho da investigação, o ministro dos Transportes russo, Yevgeny Ditrikh, respondeu: 'Não há motivo para isso'.

    Imagens de televisão mostraram o avião pegando fogo na pista do aeroporto de Sheremtyevo, em Moscou, ao fazer um pouso de emergência no domingo.

    O avião transportava 73 passageiros e cinco tripulantes.

    Ditrikh disse que os corpos de 41 pessoas mortas no acidente foram recuperados. Trinta e três passageiros e quatro tripulantes sobreviveram, afirmou. Seis dos sobreviventes estão em estado grave e recebendo tratamento.

    O avião, construído no extremo leste da Rússia em agosto de 2017, havia passado por uma manutenção em abril.

    Há muito tempo a Aeroflot superou seu histórico de segurança pós-soviético problemático, e hoje tem uma das frotas mais modernas do mundo em rotas internacionais, nas quais conta principalmente com aeronaves da Boeing e da Airbus.

    Mas a Aeroflot também tem ao menos 50 Superjets que usa em rotas nacionais e internacionais.

    O Superjet, que entrou em serviço em 2011, apresentou problemas esporádicos de segurança e confiabilidade, inclusive uma suspensão de voos causada pela descoberta de um defeito na cauda de um avião em dezembro de 2016.

    (Reportagem adicional de Polina Devitt)

    ((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

    REUTERS PF

    0

    0

    29

    2 S

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Venezuela fecha escolas e negócios em segundo dia de blecaute

    Venezuela fecha escolas e negócios em segundo dia de blecaute

    Por Vivian Sequera

    CARACAS (Reuters) - A Venezuela fechou escolas e suspendeu o horário comercial, nesta sexta-feira, depois que a capital Caracas e outras grandes cidades amanheceram sem eletricidade devido a um problema que afetou a principal usina hidrelétrica do país na véspera.

    Grande parte da Venezuela estava sem energia desde a tarde de quinta-feira devido a transtornos na usina de Guri, um blecaute demorado que prejudicou a rede telefônica e o metrô de Caracas.

    O presidente Nicolás Maduro 'suspendeu as aulas e o dia de trabalho para facilitar os esforços para a recuperação do serviço elétrico do país', tuitou a vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez.

    Ainda na quinta-feira, o ministro da Energia Elétrica, Luis Motta Domínguez, atribuiu as dificuldades na usina hidrelétrica a uma 'sabotagem', sem dar maiores detalhes.

    Os cortes de energia se tornaram frequentes no país-membro da Opep, que sofre há cinco anos com uma recessão profunda e uma hiperinflação que erodiu a qualidade dos serviços públicos.

    Na capital, dezenas de pessoas andavam pelas ruas no início da manhã devido ao fechamento do metrô, e outras pegavam os poucos ônibus que circulavam. Muitas não estavam cientes da suspensão do dia útil por não terem conseguido ver televisão ou ouvir as notícias.

    'Isto é um problema grave. Não é um blecaute qualquer', disse Luis Martínez, de 53 anos, enquanto caminhava para o trabalho no leste de Caracas.

    A Venezuela está atravessando uma crise política desde janeiro, quando o líder opositor Juan Guaidó se proclamou presidente interino invocando a Constituição.

    Ele foi reconhecido pelos Estados Unidos e dezenas de outros países, que dizem que a reeleição de Maduro no ano passado foi fraudulenta.

    Maduro, por sua vez, diz que Guaidó é um 'fantoche' de Washington, que acusa de querer depô-lo para se apossar da riqueza petrolífera da Venezuela.

    No hospital público Domingo Luciani, no leste de Caracas, um gerador de emergência garante a energia, disse um funcionário que limpava o local.

    'É a primeira vez que passamos um dia e uma noite sem energia', contou Elcida Pérez, de 45 anos.

    0

    0

    17

    2 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Raquel Dodge pede suspensão de inquérito da Odebrecht contra Temer

    Raquel Dodge pede suspensão de inquérito da Odebrecht contra Temer

    SÃO PAULO (Reuters) - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu nesta terça-feira a suspensão de inquérito que investiga repasse de dinheiro ao presidente Michel Temer pela empreiteira Odebrecht sob alegação de que a Constituição proíbe que o presidente seja denunciado por atos anteriores ao mandato.

    'O pedido consta em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF) e deve-se ao fato de o presidente ter imunidade temporária à persecução penal', informou a Procuradoria-Geral da República em nota.

    No começo do mês, a Polícia Federal indiciou Temer nos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em inquérito que apura um repasse de 10 milhões de reais feito pela Odebrecht ao seu partido, o MDB, em 2014, quando ele era vice-presidente.

    O Palácio do Planalto classificou as conclusões da PF no inquérito de “um atentado à lógica e à cronologia dos fatos”, e afirmou à época do indiciamento que o que foi pedido à Odebrecht durante um jantar em 2014 foram recursos para campanhas eleitorais que, de acordo com nota, foram registrados na conta do partido e declarados à Justiça Eleitoral.

    Na mesma manifestação desta terça-feira, Dodge solicitou que seja reconhecida a incompetência superveniente do STF para processar os demais investigados no inquérito, os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco.

    'Em relação aos dois, o pedido é para que o caso seja remetido à primeira instância para que o MPF no Distrito Federal analise as provas colhidas', acrescenta a PGR na nota.

    (Por Tatiana Ramil)

    0

    0

    26

    8 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Liminar trava vendas de ativos pela Petrobras e ameaça meta de desinvestimento

    Liminar trava vendas de ativos pela Petrobras e ameaça meta de desinvestimento

    Por José Roberto Gomes e Marta Nogueira

    SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras anunciou nesta terça-feira a suspensão da venda de 60 por cento de sua participação em ativos de refino e logística no Nordeste e Sul do país, além de outros ativos, após decisão cautelar do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), pela qual a venda de ações de empresas públicas depende de autorização legislativa.

    A decisão, segundo especialistas de mercado, traz incertezas e pode ameaçar a meta da companhia de levantar 21 bilhões de dólares no biênio 2017-2018 a partir de venda de ativos e atração de parcerias, como forma de reduzir sua dívida, a maior do mundo para uma empresa de petróleo.

    Além da suspensão do processo de atração de parcerias no refino, a Petrobras também informou que suspendeu processos de desinvestimento na Araucária Nitrogenados e na Transportadora Associada de Gás (TAG), pelo mesmo motivo.

    Uma fonte da Petrobras disse à Reuters nesta terça-feira que a empresa não teve escolha após a liminar que e o processo de venda seria retomado com certeza caso ela seja cassada.

    A gente se viu obrigado a suspender o processo por conta da liminar do (ministro) Lewandowski. Não tinha o que fazer , disse a fonte, na condição de anonimato. Tínhamos de parar, analisar, consultar o Jurídico e entender como a liminar atinge o processo de venda.

    Em comunicado ao mercado, no entanto, a empresa não detalhou os impactos dessa decisão sobre seu plano de negócios e ressaltou que está avaliando medidas cabíveis em prol dos seus interesses e de seus investidores e que manterá o mercado informado.

    O presidente da J Forman Consultoria, John Forman, afirmou à Reuters que a medida do ministro provavelmente não permitirá que a empresa conclua os desinvestimentos planejados, o que deve impactar suas metas.

    (Lewandowski) fez isso agora na véspera do recesso, eles não vão trabalhar durante um mês. O assunto só será apreciado daqui a dois, três meses. Aí, para você montar qualquer coisa, não dá tempo , afirmou Forman, que também é ex-diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

    A busca da Petrobras por parcerias em refino foi anunciada em abril e inclui duas refinarias (Abreu e Lima e Landulpho Alves) e cinco terminais no Nordeste, onde a capacidade de processamento é de 430 mil barris por dia (bpd), além de duas refinarias no Sul (Alberto Pasqualini e Presidente Getulio Vargas) e cinco terminais, com capacidade de processamento de 416 mil bpd.

    A princípio, o processo de atração de parcerias em refino aconteceria por meio da criação de subsidiárias e alienação de suas ações.

    IMPACTOS NO MERCADO

    Ao ser anunciado, o programa de vendas de ativos em refino foi amplamente aplaudido pelo mercado e por representantes do setor, que viam a medida como a única forma de atrair investimentos na produção de derivados no Brasil e reduzir a dependência de importações do maior produtor de petróleo da América Latina.

    Atualmente, a Petrobras detém quase 100 por cento da capacidade de refino no país, o que na avaliação de analistas trata-se de um monopólio de fato, que impede a construção de novas refinarias por empresas concorrentes, que teriam dificuldades para decidir sobre preços.

    Mas o plano da estatal para o setor foi seguido por uma greve de caminhoneiros contra a alta do diesel no final de maio, que levou o governo a criar um programa de subvenção ao combustível e culminou na renúncia do presidente da Petrobras, Pedro Parente, pressionado por políticos devido à sua política de reajustes diários nos preços de suas refinarias.

    O programa de parceria no setor também enfrenta forte resistência de sindicatos de petroleiros, que são contra a venda de ativos pela Petrobras, e conseguiram emplacar diversas ações na Justiça contra processos anteriores.

    O Tribunal de Contas de União (TCU) também causou no passado alguns atrasos ao plano de vendas de ativos da Petrobras, ao paralisá-lo para definir novos mecanismos que tornassem as negociações mais transparentes.

    Em entrevista à Reuters mais cedo nesta semana, o ex-conselheiro da Petrobras, Roberto Castello Branco, criticou as dificuldades colocadas para que a estatal leve adiante seus planos.

    No momento, há uma questão de desorganização institucional. Ingerência. Todo mundo toma decisões sobre política econômica, STF, TCU, é a judicialização da política econômica... Isso cria um ambiente de insegurança jurídica que é muito negativo para a atividade econômica, porque inibe investimentos, não só estrangeiro, como local , disse.

    O TCU já atrasou bastante o programa de desinvestimentos da Petrobras e agora, com essa decisão do Lewandowski, criou-se uma nuvem de incertezas muito grande , adicionou ele.

    O grupo brasileiro Ultrapar, a Cosan e a Cepsa, empresa de energia controlada pelo fundo soberano Mubadala Development, estavam entre as cinco empresas que assinaram acordos de confidencialidade para o processo de vendas de refinarias, segundo publicou a Reuters anteriormente com informação de uma fonte.

    GASODUTOS E FERTILIZANTES

    Em relação à TAG, na qual a Petrobras quer alienar sua participação de 90 por cento, a companhia lembrou que o processo já estava suspenso por decisão da 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. A rede possui 4,5 mil quilômetros de gasodutos no Nordeste.

    Já no caso da Araucária Nitrogenados, a suspensão do processo de desinvestimento ocorre meses depois de a própria Petrobras anunciar o início das negociações com a empresa Acron, com exclusividade por 90 dias, para a venda do ativo no setor de fertilizantes.

    (Com reportagem de Stéfani Inouye, em São Paulo, e Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro)

    0

    0

    39

    10 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Petrobras suspende desinvestimentos em refino e gasodutos após decisão de ministro do STF

    Petrobras suspende desinvestimentos em refino e gasodutos após decisão de ministro do STF

    Por José Roberto Gomes e Marta Nogueira

    SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras anunciou nesta terça-feira a suspensão dos processos competitivos para a venda de 60 por cento de sua participação em ativos de refino e logística no Nordeste e Sul do país, além de desinvestimentos na Araucária Nitrogenados e na Transportadora Associada de Gás (TAG).

    As suspensões ocorrem tendo em vista a decisão cautelar do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), pela qual a venda de ações de empresas públicas depende de autorização legislativa.

    A petroleira estatal afirmou, em fatos relevantes, que está avaliando medidas cabíveis em prol dos seus interesses e de seus investidores e que manterá o mercado informado.

    No entanto, não disse se a decisão poderá ameaçar sua meta de levantar 21 bilhões de dólares no biênio 2017-2018 a partir de venda de ativos e atração de parcerias, como forma de reduzir sua dívida, a maior do mundo para uma empresa de petróleo.

    Os chamados processos competitivos para formação de parcerias em refino foram anunciados em abril e incluem duas refinarias (Abreu e Lima e Landulpho Alves) e cinco terminais no Nordeste, onde a capacidade de processamento é de 430 mil barris por dia (bpd), enquanto no Sul seriam duas refinarias (Alberto Pasqualini e Presidente Getulio Vargas) e cinco terminais, com capacidade de processamento de 416 mil bpd.

    A princípio, o processo de atração de parcerias aconteceria por meio da criação de subsidiárias e alienação de suas ações, explicou a petroleira.

    Na semana passada, a Reuters publicou com fonte que a empresa iria adiar prazos dos processos de venda na área de refino devido à decisão do ministro Lewandowski.

    Uma fonte da Petrobras disse à Reuters nesta terça-feira que a empresa não teve escolha. Segundo essa pessoa, em um cenário em que a liminar fosse cassada, o processo de venda seria retomado com certeza .

    A gente se viu obrigado a suspender o processo por conta da liminar do (ministro) Lewandowisk. Não tinha o que fazer , disse a fonte, na condição de anonimato. Tínhamos de parar, analisar, consultar o Jurídico e entender como a liminar atinge o processo de venda.

    Em um comunicado ao mercado em 18 de junho, a Petrobras informou que cinco empresas haviam assinado acordos de confidencialidade em meio ao processo de venda. Mas, geralmente, a assinatura desses documentos apenas permite mais acesso a informações detalhadas sobre os ativos à venda e não sinaliza necessariamente um interesse.

    Havia interessados e não suspendemos por desinteresse de empresas. Foi uma parada para analisar o efeito de uma decisão judicial , disse a fonte da Petrobras.

    O grupo brasileiro Ultrapar, a Cosan e a Cepsa, empresa de energia controlada pelo fundo soberano Mubadala Development, estavam entre as cinco empresas que assinaram acordos de confidencialidade, segundo publicou a Reuters com fonte anteriormente.

    A companhia reiterou que esses processos fazem parte do reposicionamento estratégico da Petrobras no segmento de refino, transporte e logística , em linha com o Plano de Negócios 2018-2022, que prevê o estabelecimento de parcerias e desinvestimentos como uma das principais iniciativas para mitigação de riscos, agregação de valor, entre outros ganhos.

    GASODUTOS E FERTILIZANTES

    Em relação à TAG, na qual a Petrobras quer alienar sua participação de 90 por cento, a companhia lembrou que o processo já estava suspenso por decisão da 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. A rede possui 4,5 mil quilômetros de gasodutos no Nordeste.

    Já no caso da Araucária Nitrogenados, a suspensão ocorre meses depois de a própria Petrobras anunciar o início das negociações com a empresa Acron, com exclusividade por 90 dias, referente ao desinvestimento no setor de fertilizantes.

    (Com reportagem de Stéfani Inouye, em São Paulo, e Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro)

    0

    0

    43

    10 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. suspensao

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.