alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE tensao

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Trump diz que Irã não deve ameaçar EUA ou enfrentará consequências

    Trump diz que Irã não deve ameaçar EUA ou enfrentará consequências

    Por Warren Strobel e Parisa Hafezi

    WASHINGTON/ANCARA (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse ao Irã que o país arriscava consequências 'do tipo que poucos sofreram antes ao longo da história' se a república islâmica fizesse mais ameaças contra os Estados Unidos.

    Suas palavras, escritas em letras maiúsculas em uma mensagem no Twitter tarde da noite, foram publicadas horas depois que o presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse a Trump que políticas hostis contra Teerã poderiam levar à 'mãe de todas as guerras'.

    O aumento na retórica acontece depois que a administração Trump lançou uma ofensiva de discursos e comunicações online com o objetivo de fomentar dissidência e pressionar o Irã a encerrar seu programa nuclear e seu apoio a grupos militantes, de acordo com autoridades dos EUA.

    O Irã tem enfrentando crescente pressão dos EUA e possíveis sanções, desde a decisão de Trump de retirar os Estados Unidos de um acordo internacional de 2015 sobre o programa nuclear do Irã.

    Em sua mensagem dirigida a Rouhani, Trump escreveu: Nunca, jamais ameace os Estados Unidos de novo ou você enfrentará consequências do tipo que poucos ao longo da história já enfrentaram antes. Não somos mais um país que ficará parado ante suas palavras dementes de violência e morte. Tenha cuidado'

    Mais cedo no domingo, Rouhani disse a um grupo de diplomatas iranianos: 'Sr. Trump, não brinque com a cauda do leão, isso só levaria a arrependimento.'

    'A América deveria saber que paz com o Irã é a mãe de todas as pazes, e guerra com o Irã é a mãe de todas as guerras', disse Rouhani, de acordo com a agência estatal de notícias IRNA.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Tensões entre EUA e Irã aumentam por rota de petróleo; UE tenta salvar acordo nuclear

    Tensões entre EUA e Irã aumentam por rota de petróleo; UE tenta salvar acordo nuclear

    Por Bozorgmehr Sharafedin

    LONDRES (Reuters) - A Marinha dos Estados Unidos está pronta para garantir navegação livre e o fluxo de comércio, informou nesta quinta-feira o Comando Central das forças militares dos EUA, conforme a Guarda Revolucionária do Irã alertou que irá bloquear carregamentos de petróleo através do Estreito de Ormuz se necessário.

    Com tensões pairando sobre o canal estratégico, a União Europeia está propondo um plano para salvar um acordo nuclear multinacional com Teerã após a saída de Washington, mas o presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse a líderes em Paris e Berlim nesta quinta-queira que o pacote de medidas não agradou.

    Rouhani e alguns comandantes militares sêniores ameaçaram nos dias recentes interromper carregamentos de petróleo de países do Golfo se Washington tentar sufocar as exportações de Teerã.

    Elogiando a “firme postura” de Rouhani contra os EUA, o chefe da Guarda Revolucionária disse que suas forças estão prontas para bloquear o Estreito de Ormuz, que liga o Golfo ao mar aberto.

    Em maio, o presidente dos EUA, Donald Trump, abandonou um acordo sob o qual sanções sobre o Irã foram suspensas em troca de contenções em seu programa nuclear. Washington desde então disse para países que devem parar de comprar petróleo iraniano a partir de 4 de novembro ou enfrentar medidas financeiras.

    Mohammad Ali Jafari, que comanda o Exército dos Guardiões da Revolução Islâmica, a força militar mais poderosa do Irã, respondeu nesta quinta-feira.

        Se o Irã não puder vender seu petróleo por conta de pressão dos EUA, nenhum outro país da região terá permissão de fazer isto, disse Jafari, segundo a agência de notícias Tasnim. “Nós estamos esperançosos de que este plano expresso por nosso presidente será implementado caso necessário”, disse. “Nós iremos fazer o inimigo entender que todos podem usar o Estreito de Ormuz, ou ninguém pode”.

    O estreito é o canal de trânsito de petróleo mais importante do mundo, com cerca de um quinto do consumo global de petróleo passando por ele todos os dias.

        “Os EUA e seus parceiros fornecem e promovem segurança e estabilidade na região”, disse o porta-voz do Comando Central, o capitão da Marinha Bill Urban, em e-mail à Reuters.

    Perguntado sobre qual será a reação naval dos EUA se o Irã bloquear o estreito, ele disse: “Juntos, nós estamos prontos para garantir a liberdade de navegação e o fluxo livre de comércio onde a lei internacional permite”.

    O braço naval da Guarda não possui uma forte frota convencional. No entanto, possui muitos barcos de velocidade e lançadores de mísseis antinavio portáteis, e pode colocar minas.

    Um líder militar sênior dos EUA disse em 2012 que a Guarda possui a habilidade de bloquear o estreito “por um período de tempo”, mas que os EUA irão tomar ações para reabri-lo em caso de tal evento.

    A União Europeia, grande importadora de petróleo do Irã, prometeu manter o acordo nuclear de 2015 vivo sem os EUA, ao tentar manter petróleo e investimentos fluindo. Ministro das Relações Exteriores dos cinco signatários remanescentes irão discutir a proposta europeia com autoridades iranianas na sexta-feira em Viena.

    No entanto, Rouhani disse ao presidente da França, Emmanuel Macron, por telefone nesta quinta-feira que o pacto de medidas econômicas fracassou em compensar suficientemente os efeitos da saída norte-americana e sua reimposição de sanções relacionadas ao programa nuclear iraniano.

    “O pacote proposto pela Europa para continuação de cooperação no acordo nuclear não cumpre todas nossas demandas”, disse Rouhani segundo seu site oficial. “Nós esperamos um plano de ação claro da Europa, com um cronograma para que possamos compensar a saída dos EUA do acordo”.

    Ele enviou uma mensagem similar em telefonema com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, relatou o site do presidente. O pacote proposto “só inclui algumas promessas gerais, como afirmações prévias da EU”, disse Rouhani.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. tensao

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.