alexametrics
Conectando

    Tatuagem pode auxiliar diabéticos a medir o nível de glicose no sangue

    Mesmo que leve tempo até que chegue ao mercado, a tecnologia abre novas possibilidades.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e de Harvard desenvolveram uma tatuagem biossensorial para quem sobre de diabetes. Feita com uma tinta especial, ela promete ter a função de um aparelho portátil para pessoas diabéticas, mudando de cor para alertar sobre o nível de glicose.

    Batizada de Dermal Abyss, a tinta contém componentes químicos que alertam que algo está fora de equilíbrio toda vez que a tatuagem muda de cor – não apenas o nível de glicose, mas também de sódio e pH. Ela também é útil para detectar desidratação e aumento do nível de pH no sangue.

    Mesmo a nova tecnologia sendo invasiva (já que é uma tatuagem permanente como outra qualquer), ela faz com que a pessoa nunca mais tenha que passar pelo processo diário de picar a ponta dos dedos ou usar um aparelho para monitorar a glicose.

    Até agora, a tinta foi testada apenas na pele de porcos, que é muito similar à do corpo humano. Os pesquisadores afirmam que o procedimento funciona, mas que ainda há muitas incógnitas para realizar o teste em animais vivos – como alergia, precisão e durabilidade.

    “Ainda vai levar um bom tempo até que algo prático chegue ao mercado, mas isso invoca a imaginação e abre novas possibilidades”, disse o pesquisador do MIT, Xi Liu.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.