alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Tomar certo medicamento pode aumentar o risco de aborto espontâneo, aponta estudo

    Anti-inflamatórios não esteroides interferem em composto químico importante para a implantação de um novo embrião no útero

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo estudo, usar remédios, como o Ibuprofeno, no período da concepção pode aumentar significativamente o risco de aborto espontâneo nas primeiras oito semanas de gravidez.

    A pesquisa, que foi publicada em the American Journal of Obstetrics & Gynecology, encontrou evidências de que anti-inflamatórios não esteroides, como o Ibuprofeno, interferem nas prostaglandinas, moléculas semelhantes aos hormônios, que são cruciais para a implantação de um novo embrião no útero.


    Essa categoria de medicamentos foi inventada para reduzir a inflamação. Mas, segundo um dos autores do trabalho, um dos efeitos desse tipo de remédio é  inibir a produção de prostaglandinas. Apesar de que a comunidade científica ainda não sabe muitos detalhes sobre relação.

    Segundo esses pesquisadores, uma quantidade suficiente de prostaglandina precisa estar presente para o sucesso da implantação do embrião. Portanto, usar esse tipo de droga por volta do período da concepção pode dificultar o processo e resultar em uma Interrupção involuntária da gravidez.


    Alguns fatores que podem levar ao aborto espontâneo são: idade, ingestão de cafeína, fumar durante a gestação, por exemplo. Além disso, os estudiosos apontaram, que no geral, mulheres que tomaram tal categoria de remédio tiveram 59% mais riscos de ter aborto espontâneo do que aquelas que não ingeriram as pílulas.

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. tomar certo medicamento pode …
    6. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.