Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

Tomar certo medicamento pode aumentar o risco de aborto espontâneo, aponta estudo

Anti-inflamatórios não esteroides interferem em composto químico importante para a implantação de um novo embrião no útero

Placeholder - loading - Imagem da noticia "Tomar certo medicamento pode aumentar o risco de aborto espontâneo, aponta estudo"

Publicada em  

Segundo estudo, usar remédios, como o Ibuprofeno, no período da concepção pode aumentar significativamente o risco de aborto espontâneo nas primeiras oito semanas de gravidez.

A pesquisa, que foi publicada em the American Journal of Obstetrics & Gynecology, encontrou evidências de que anti-inflamatórios não esteroides, como o Ibuprofeno, interferem nas prostaglandinas, moléculas semelhantes aos hormônios, que são cruciais para a implantação de um novo embrião no útero.


Essa categoria de medicamentos foi inventada para reduzir a inflamação. Mas, segundo um dos autores do trabalho, um dos efeitos desse tipo de remédio é inibir a produção de prostaglandinas. Apesar de que a comunidade científica ainda não sabe muitos detalhes sobre relação.

Segundo esses pesquisadores, uma quantidade suficiente de prostaglandina precisa estar presente para o sucesso da implantação do embrião. Portanto, usar esse tipo de droga por volta do período da concepção pode dificultar o processo e resultar em uma Interrupção involuntária da gravidez.


Alguns fatores que podem levar ao aborto espontâneo são: idade, ingestão de cafeína, fumar durante a gestação, por exemplo. Além disso, os estudiosos apontaram, que no geral, mulheres que tomaram tal categoria de remédio tiveram 59% mais riscos de ter aborto espontâneo do que aquelas que não ingeriram as pílulas.

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia “ABBA Gold”: 30º aniversário do álbum é celebrado com edição especial

“ABBA Gold”: 30º aniversário do álbum é celebrado com edição especial

Após de três décadas do lançamento do projeto de grandes sucessos do ABBA, o quarteto anuncia a nova versão que celebra o aniversário do disco. A coleção dos grandes hits, “ABBA Gold” está prevista para ser divulgada no dia 23 de setembro e conta com canções como 'Dancing Queen', 'Take A Chance On Me', 'Mamma Mia', 'Super Trouper', 'Fernando', 'Waterloo' e 'The Winner Takes It All'.

O disco da banda sueca é uma das produções mais bem sucedidas na indústria da música, tendo vendido mais de 32 milhões de unidades ao redor do mundo. Outro marco impressionante, é o álbum ter sido o segundo mais vendido de todos os tempos no Reino Unido passando mais de 1.055 semanas no Official UK Albums Chart. Com isso, tornou-se o álbum mais antigo no Official Albums Chart Top 100 de todos os tempos.

Originalmente, o trabalho de 19 faixas foi lançado em 21 de setembro de 1992, e já foi reeditado diversas outras vezes. Um exemplo disso foi a remasterização do disco em 2010, que também foi reembalado para coincidir com o lançamento do filme musical inspirado no ABBA, “Mamma Mia!”

Para marcar a primeira divulgação desse álbum tão emblemático, sua edição comemorativa virá em múltiplos formatos, que serão: 2 novos LPs Picture Disc de vinil pesado, alojado em capa dobrável cortada; novo cassete dourado – também disponível em preto; e ouro 2LP – vinil dourado 2 x 180g. A nova edição limitada do ABBA também já está disponível para pré-encomenda aqui.



O grupo, composto por Björn Ulvaeus, Benny Andersson, Agnetha Fältskog e Anni-Frid Lyngstad, lançou sua última obra em novembro do ano passado. Intitulado “Voyage”, o nono disco de estúdio rendeu muita visibilidade à banda – já que estreou na segunda posição da Billboard 200. Além disso, o primeiro single do álbum, "I Still Have Faith in You", rendeu ao grupo sua primeira indicação ao Grammy.

2 H
  1. Home
  2. noticias
  3. tomar certo medicamento pode …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.