alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Tratamentos alternativos para o câncer devem ser feitos junto aos tradicionais

    Segundo especialistas, os tratamentos convencionais muitas vezes assustam os pacientes.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Ervas, acupuntura e outros tratamentos alternativos podem não ser completamente inócuos. Um novo estudo descobriu que muitos pacientes com câncer utilizam estes métodos não como um complemento ao tratamento convencional, mas como uma alternativa. Isso, dizem os especialistas, pode ser perigoso.

    Uma análise observacional no JAMA Oncology utilizou dados de 258 usuários de medicina complementar e 1.032 pessoas em um grupo controle. Terapias complementares incluíam ervas, vitaminas, medicina tradicional chinesa, homeopatia, naturopatia, yoga, acupuntura e outras.

    Pessoas que usaram tratamentos complementares eram mais freqüentemente mulheres, jovens, segurados e de maior nível socioeconômico. Eles não atrasaram o início do tratamento convencional por mais tempo do que outros, mas tiveram maiores taxas de recusa de cirurgia, quimioterapia, radioterapia e tratamentos hormonais. Eles também tiveram menores taxas de sobrevida em cinco anos e mais que o dobro do risco de morte.

    Os tratamentos complementares não causaram danos quando o tratamento convencional foi realizado simultaneamente.

    "O tratamento do câncer é assustador", disse o autor do estudo, James B. Yu, professor associado de radiologia terapêutica na Universidade Yale. “É uma resposta humana procurar terapias que prometam ser sem efeitos colaterais e apenas benefícios. Precisamos ouvir os pacientes e ajudá-los a integrar essas terapias com a terapia convencional.

    “Medicamentos complementares devem ajudá-lo a suportar o tratamento, mas alguns acreditam que ajudarão a curar você. Mas não encontramos provas disso”. 

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. tratamentos alternativos para …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.