alexametrics
Conectando

    Para médicos, tremores podem ser relacionados a uma série de fatores, como o estresse. Ou seja, não está associado somente ao Parkison

    Tremor pode não ser sinal de Parkinson, indicam especialistas

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Especialistas apontam que na maioria dos casos, tremer não é sinal de Parkinson. Tremores são descontroles entre os movimentos de relaxamento e contração dos músculos que podem ser associados ao estresse, ansiedade, fraqueza muscular, hipertireoidismo e labirintite.


    O tremor nada mais é que uma descarga do sistema nervoso simpático autônomo, que controla automaticamente a tonicidade dos músculos. Quando alguém treme quer dizer que houve um descontrole dessa regulação.


    Já o Parkinson é uma enfermidade degenerativa que  gera problemas no sistema nervoso ao longo do tempo. Sendo os primeiros sintomas a perda do olfato, constipação e distúrbios motores durante o sono.


    Médicos brasileiros afirmam que 50% de pacientes com Parkinson não têm tremores e sim apresentam lentidão em certos movimentos.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.