alexametrics
Conectando

    Internautas são vítimas de cambistas e estelionatários que atuam fora dos canais oficiais do festival

    Venda online de ingressos para o Rock in Rio pode ser golpe

    Por Sabrina Laranjeira, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    A venda irregular de ingressos para o Rock in Rio 2015, feita pela internet, está sendo apurada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. Os negócios são feitos fora dos canais oficiais do festival, normalmente liderados por grupos de cambistas ou estelionatários.

    Na rede social Facebook, já existem várias comunidades específicas para ofertas de compra e venda de bilhetes para o Rock in Rio. O problema é que muitos valores excedem os preços cobrados pela organização do evento. Entradas com valor original de 350 reais chegam a ser oferecidas por até mil reais pelos cambistas. É importante ressaltar que essas comunidades não têm relação com a administração da festa.

    Cobrar um valor mais caro do que o verdadeiro para o pagante ter acesso ao evento público, é considerado crime. O cambista pode ser punido com seis meses a dois anos de prisão pelo delito contra a economia popular.

    A polícia também alerta para a ação de estelionatários, que recebem o dinheiro e não entregam os ingressos ao comprador ou repassam entradas falsas. É fundamental que a vítima desses grupos faça a acusação, pois o crime de estelionato prevê de um a cinco anos de cadeia.

    Além de poderem relatar a ocorrência em qualquer delegacia, as pessoas enganadas na compra de ingressos para o Rock in Rio também conseguem fazer a denúncia através do e-mail vendailegal@rockinrio.com, disponibilizado pelo próprio festival.

    A edição brasileira do Rock in Rio 2015 acontecerá nos dias 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27 de setembro e todos os ingressos já estão esgotados.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.