Antena 1 - Home

Cientistas descobrem que a Lua é mais antiga do que imaginavam

  • 19/01/2017 15:00
Imagem: Cientistas descobrem que a Lua é mais antiga do que imaginavam

Depois de décadas discutindo a idade exata da Lua, pesquisadores parecem ter chegado a um número aproximado: 4.51 bilhões de anos. O satélite natural da Terra chega a ser 140 milhões de anos mais velho do que se imaginava. Ainda de acordo com o estudo, a Lua teria se formado apenas 60 milhões de anos depois do nascimento do Sistema Solar, e 40 milhões depois da Terra. 

Os resultados foram obtidos por meio de análises feitas em zirconitas – minerais trazidos por astronautas da missão Apollo 14, em 1971. Várias técnicas foram utilizadas para tentar decifrar a idade dessas pedras, mas a maioria delas é composta por uma mistura de rochas de diferentes períodos e origens, o que dificulta o trabalho dos pesquisadores. 

Finalmente, porém, foi possível estudar zirconitas em seu estado puro. Assim, a análise da redução da atividade radioativa do urânio nas rochas pôde ser feita.

Segundo a análise, a Lua foi formada por uma colisão violenta entre a Terra e um embrião planetário chamado Theia. O impacto deu origem a uma Lua em estado líquido, que se solidificou com o tempo. As medições de urânio-chumbo podem detectar quando as zirconitas apareceram pela primeira vez no oceano de magma da Lua recém-nascida.

Essas novas descobertas, feitas na Universidade da Califórnia e publicadas na revista Science Advances, são cruciais para os estudos sobre a evolução inicial da Terra.