Antena 1 - Home

Empresa está criando libélula ciborgue

  • 30/01/2017 15:00
Imagem: Empresa está criando libélula ciborgue

Uma empresa americana está usando libélulas para criar drones com componentes biológicos. A invenção, da companhia Draper, tem como objetivo alcançar lugares onde as máquinas existentes hoje não chegam. Assim, a empresa decidiu criar insetos ciborgues – que podem ser usados, inclusive, para espionagem.

De acordo com Jesse J. Wheeler, pesquisador chefe do projeto: “É um tipo totalmente novo de microveículos voadores. É menor, mais leve e mais discreto do que qualquer outra coisa já feita pelo homem.”

Para funcionar, a invenção utiliza os animais ainda vivos. Alguns chips são acoplados nas costas das libélulas, com ligação direta ao sistema nervoso. De forma remota, os controladores disparam impulsos sobre as asas do inseto, dirigindo-o independente de sua vontade.

A novidade traz consigo mil e uma utilidades, até mesmo a de espionagem. Os pesquisadores envolvidos no processo afirmam que, incrivelmente, a tecnologia pode suprir o papal das abelhas, que foram colocadas na lista de animais em extinção no ano passado.

O sumiço das abelhas pode causar não só impactos ambientais, como também prejuízos para a economia mundial. De acordo com a Casa Branca, apenas nos Estados Unidos, 15 bilhões de dólares vêm da polinização. Com a invenção, libélulas poderiam trabalhar como abelhas.