Antena 1 - Home

O Brasil está prestes a ficar sem previsão do tempo; entenda

  • 27/11/2017 15:00
Imagem: O Brasil está prestes a ficar sem previsão do tempo; entenda

A principal máquina de previsão do tempo no País está com os dias contados. Aos sete anos de idade, o supercomputador Tupã, do Centro de Previsão de Tempo e Meteorologia (Cptec) do Inpe, em Cachoeira Paulista, São Paulo, chegou ao que os especialistas chamam de “end of life”. Mesmo com manutenção constante, a máquina pode parar a qualquer momento. 

E, caso isso aconteça, o Cptec para. E, com ele, a previsão do tempo no Brasil inteiro, com consequências imediatas para setores como agricultura, energia e prevenção de desastres naturais. 

“Sem a máquina, não temos como gerar as previsões”, explica o chefe de Operações do centro, Gilvan Sampaio. Recentemente, o computador já tem dado problemas. O contrato de manutenção da máquina venceu em outubro e não foi renovado por falta de recursos. A empresa responsável continua a prestar o serviço, sem pagamento, mas apenas nos dias de semana e em horário comercial.

Comprado em 2010, por R$ 50 milhões, o Tupã era à época um dos 30 computadores mais velozes do mundo, com capacidade para realizar 258 trilhões de cálculos por segundo. Hoje, não entra nem no top 500, mas ainda é o “cérebro” da meteorologia nacional. 

Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News