Antena 1 - Home
Você está lendo as notícias da Antena1 Nacional Mudar Filial

Pai de Amy Winehouse fará outro longa em resposta a “AMY”

  • 09/07/2015 10:00
Imagem: Pai de Amy Winehouse fará outro longa em resposta a “AMY”

O documentário “AMY: The Girl Behind the Name” estreou com recorde de bilheteria no Reino Unido, no dia 3 de julho. A produção está fazendo sucesso entre o público, mas o pai da artista não gostou da ideia abordada - e rebateu anunciando que fará outro filme em resposta ao recém-lançado.

Mitch Winehouse, pai de Amy, divulgou que já deu início ao projeto – de caráter vingativo – para desfazer a imagem que está sendo deixada pela direção do cineasta Asif Kapadia.

“Nós vamos convidar todos que falaram no outro filme e não vamos editar, como eles me editaram. E nós vamos falar a verdade sobre a vida de Amy, porque não é essa que foi retratada”, declarou Mitch em entrevista concedida ao talk show britânico “Loose Women”.

Em “AMY: The Girl Behind the Name”, o pai da artista é apresentado como uma pessoa oportunista, que não cumpriu sua parte em ajudar a filha com o vício nas drogas. Vítima de uma overdose alcoólica, a britânica morreu em 2011, com apenas 27 anos de idade.

Sobre o trabalho, que já está sendo exibido nos telões do país natural da família – a Inglaterra – Winehouse ainda disse: “Se eu fosse assistir ao filme e não soubesse o que aconteceu, eu também teria uma má impressão de mim mesmo. O que eu quero dizer é que isso não é verdade”.

Mitch, que também revelou estar trabalhando com Reg Traviss – o então namorado de Amy na época do falecimento – está tão aborrecido com a situação, que chegou a tuitar a seguinte frase: “Todos os amigos de Amy que foram excluídos do filme terão a sua voz. Eles não serão editados. Kapadia, você é uma desgraça”.

Em abril deste ano, os familiares da cantora que inicialmente colaboraram com o longa-metragem, já haviam anunciado a quebra de vínculo com a gravação. “[Os parentes] sentem que o filme é uma oportunidade perdida para prestar homenagem à vida e ao talento de Amy, ao mesmo tempo em que é enganoso e contém algumas mentiras”, publicou um porta-voz.

O diretor Asif Kapadia defendeu-se, afirmando que o trabalho foi desenvolvido por meio de muita pesquisa e representação honesta de tudo o que foi visto e ouvido sobre a artista.