Antena 1 - Home

Serviços de mobilidade ganham força no Brasil

  • 09/02/2017 19:00
Imagem: Serviços de mobilidade ganham força no Brasil

Houve um tempo em que o valor cobrado por ligações era mais importante do que o consumo do pacote de dados. Com a popularização dos smartphones, os consumidores passaram a gastar muito mais para navegar na internet do que com serviços de voz. A mudança provocou, inclusive, uma queda no número de linhas móveis.

Só em outubro de 2016, 3,5 milhões de linhas foram desativadas, segundo a Anatel. Antes, o usuário utilizava vários chips para falar mais barato. Hoje, ele concentra a comunicação em uma única linha.

Para se adequar à nova realidade, diversas empresas têm buscado soluções de mobilidade. Este é o caso do Bradesco que, com o objetivo de estimular o uso de serviços de mobile banking, decidiu arcar com o tráfego de dados dos usuários em seus aplicativos. Após negociar com cada uma das quatro operadoras que atuam no Brasil, o banco conseguiu lançar a iniciativa Acesso Grátis em abril de 2014.

O grupo Netshoes foi outro que seguiu os mesmos passos do Bradesco com o projeto Navegue Grátis, para oferecer a opção de tráfego patrocinado aos usuários dos aplicativos Zattini e Netshoes. Ou seja, os clientes navegam pelo app, mas quem paga a conta é a empresa.

Enquanto o usuário economiza na conta do celular, as empresas quase quadruplicam as visitas que recebem em seus aplicativos. Meses após o Navegue Grátis, da Netshoes, o número de pedidos mobile cresceu 267 por cento. Em 2016, 29 por cento das vendas foram realizadas por smartphones ou tablets.

Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!