alexametrics
Conectando

    Com uma realidade muito diferente da do Brasil, as prisões holandesas estão fechando as portas por falta de presos.

    A Holanda quase não tem mais detentos em suas penitenciárias

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Quase não existem mais detentos holandeses. O número de presos no país caiu 27 por cento entre 2011 e 2015 e 43 por cento na última década. Segundo o relatório mais recente do World Prison Brief, datado de janeiro de 2014, só há 10 mil pessoas presas em toda a Holanda.

    São aproximadamente 57 detentos para cada 100 mil habitantes no país, cuja taxa de reincidência é apenas 10 por cento. Em comparação com as prisões brasileiras, há diferenças gritantes. Por aqui, a cada 100 mil pessoas, 300 estão na prisão; ao todo, são 622 mil pessoas encarceradas (quarta maior população carcerária do mundo em valores absolutos e a 34° proporcionalmente.)

    Na Holanda, 19 cadeias foram fechadas entre 2013 e 2015; outras cinco ficaram desertas no final do ano passado. Entre as soluções para ocupar os espaços vazios, estão o empréstimo de vagas para países vizinhos e até a transformação de penitenciárias em hotéis.

    O declínio do crime nos Países Baixos, no entanto, vai contra a tendência mundial: entre 2000 e 2015, a população carcerária cresceu 20 por cento. Só no Brasil, a quantidade de presos aumentou 450 por cento.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

     

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.