alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    A importância de consumir alimentos ricos em fibra, segundo revista Time

    Ingestão da quantidade certa do componente pode ajudar em diversos aspectos

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Produtos, que contêm fibra, são muito benéficos à saúde, aponta reportagem publicada pela renomada revista americana Time, porém, é importante destacar que há duas variações desse componente, ambas devem estar presentes na dieta.

    Afinal, quais são os impactos positivos?

    Segundo Dr. Walter Willett, professor de nutrição e epidemiologia na Escola de Saúde Pública de Harvard, há evidências consistentes de estudos que mostram que a ingestão de elementos ricos em fibra está relacionada ao baixo risco de diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e ganho de peso. 

    Aliás, quase todo ano, uma longa revisão reafirma a ligação entre fibra dietética e baixas taxas de doenças e morte. Outro material publicado no jornal científico ''The American Journal of Clinical Nutrition’’ sugere que o consumo desse elemento está relacionado ao baixo risco de câncer de pâncreas, ataques cardíacos associados à morte. 

    Mas há fibras diferentes

    Têm dois subtipos: solúvel e insolúvel. ''A solúvel, por sua vez, se dissolve em água, e a variedade mais saudável dela tende a se transformar em algo viscoso ou a semelhante a um gel durante o processo de digestão'', indica Nicola McKeown, pesquisadora sobre fibras e professora associada da Escola de Ciências e Políticas Nutricionais da Universidade Tufts. Para ela, inclusive, a solúvel, ou a fibra viscosa está vinculada à níveis mais baixos de colesterol no sangue e ao melhor controle nos níveis de açúcar no sangue.

    Já as insolúveis, que não se dissolvem em água, tendem a passar pelo sistema digestivo praticamente intactas, o que é uma boa coisa. “O conteúdo age dentro do cólon para remover células velhas e danificadas, portanto, reduz o risco de câncer de cólon’’, afirma Dr. Robert Lustig, um pesquisador de metabolismo e professor emérito de pediatria da Universidade da Califórnia, San Francisco. O componente, também, retarda a digestão.

    Segundo recomendação de um órgão norte-americano, um Instituto de Medicina, o indicado é que um homem adulto coma 38 gramas de fibras por dia, enquanto as mulheres adultas devem consumir diariamente 25 gramas.

    Os melhores alimentos para ingerir e aumentar a quantidade de fibras no organismo são os que naturalmente incluem os dois subtipos do componente. Segundo Lustig, é tudo aquilo que sai do chão e não é processado, como frutas inteiras, vegetais, sementes e leguminosas (feijão e amendoim).

    Grãos integrais, também, são excelentes fontes do elemento. Os mais saudáveis são aqueles que o ser humano pode comer de modo mais intacto possível, como o arroz integral. Outros especialistas incluem nessa lista: cevada, centeio e pipoca.

    Comer frutas e outros cereais integrais, como legumes, sementes, nozes e outros alimentos vegetais, também, são ótimas opções.

    Para McKeown, uma variedade de alimentos baseada em plantas assegura a ingestão de fibra, a qual o ser humano precisa, o que não é exclusivamente solúvel ou insolúvel, dessa forma, a pessoa pode obter os benefícios dos dois subtipos.

    1. Home
    2. noticias
    3. a importancia de consumir …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.