Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    A luta contra o alcoolismo na pandemia

    Diana, uma alcoólica em recuperação, fala sobre a luta contra o vício durante a pandemia

    Publicada em  

    Transcrito:

    Diana (Sem identificação): “Em algum momento, eu desistia. Não conseguia mais. Eu não aguentava mais. Então, eu bebia algo”.

    Local: Berlim, Alemanha

    Diana é dependente de álcool. Ela decidiu se tratar do vício meses antes de a pandemia começar, com a ajuda dos Alcoólicos Anônimos. Ela se sente amparada pelo grupo de apoio.

    Diana (Sem identificação): “Minha vida havia mudado, se transformado totalmente, e tudo estava bem, sentia que iria dar certo. Então, veio a pandemia. Com isso, todo esse novo mundo de contatos se desfez. Foi muito difícil. E aí o sinal de alerta começou a soar. Vai dar certo? Fiquei agitada, comecei a sentir sinais do vício”.

    No primeiro lockdown, em 2020, a venda de álcool subiu extremamente na Alemanha. Um terço da população alemã passou a beber mais durante a pandemia. No início, Diana conseguiu se manter sóbria. Mas teve uma recaída em outubro de 2020.

    Diana (Sem identificação): “Eu não peguei apenas uma bebidinha. Fui direto para uma garrafa de licor, e ela ficou imediatamente vazia. Acabou muito rápido. Então, acordei aqui. E aí comecei a ligar para as primeiras pessoas, com muita vergonha, já admitindo que isso tinha acontecido. Porque eu sei, graças ao grupo de autoajuda, que eu posso e devo ligar para os outros, que não preciso mais me esconder”.

    A recaída durou quatro semanas, menos tempo do que as anteriores. O grupo dos Alcoólicos Anônimos foi de grande ajuda. Para continuar sóbria, ela participa das reuniões virtuais e tenta manter uma rotina durante a pandemia. Fazer artesanatos ajuda Diana a lidar com o isolamento. Mas o medo da recaída sempre volta.

    Diana (Sem identificação): “Tenho medo de que a pandemia continue e, com isso, o isolamento tenha que continuar, e que eu tenha uma nova recaída. E cada recaída pode ser fatal”.

    Cada dia sem álcool é uma vitória para Diana. Ela está sem consumir álcool há mais de três meses.

    Veja também:

    As crianças garimpeiras dos Camarões

    Tempestade de neve causa estragos na Alemanha

    Escrito por DW

    1. Home
    2. noticias
    3. a luta contra o alcoolismo na …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.