alexametrics
Conectando

    O produto é livre de hormônio e posto no corpo da mulher de forma permanente para evitar a gravidez.

    Anvisa suspende marca de anticoncepcional por alto risco

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu o anticoncepcional permanente Sistema Essure, registrado pela empresa Commed Produtos Hospitalares e fabricado pelo grupo Bayer.

    De acordo com a Anvisa, relatórios técnico-científicos concluíram que o contraceptivo pode causar, entre outras complicações, gravidez indesejada, dor crônica, perfuração e migração do dispositivo, alergia e sensibilidade ou reações do tipo. O produto ganhou classificação de alto risco.

    Com a decisão, a importação, o uso, a distribuição e a comercialização do anticoncepcional ficam proibidos em todo o território nacional.

    O produto, composto de fibras de poliéster, níquel e titânio e livre de hormônios, era colocado permanentemente nas trompas da mulher.

    De acordo com o portal do contraceptivo, o sistema forma uma barreira natural que evita que os espermatozoides cheguem aos óvulos, evitando uma possível gravidez. A assessoria da empresa que registrou o produto disse, em nota, que está investigando os motivos que levaram à suspensão do anticoncepcional.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.