alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    Após '21 dias de inferno', governador de Nova York amplia testagem para coronavírus

    Placeholder - loading - news single img
    Andrew Cuomo, governador de Nova York 24/03/2020 REUTERS/Mike Segar

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Nathan Layne e Jessica Resnick-Ault

    NOVA YORK (Reuters) - Nova York iniciará neste sábado a realização de testes de anticorpos em trabalhadores dos quatro hospitais mais afetados pela pandemia de coronavírus, além de permitir que farmácias locais coletem amostras para testes de diagnósticos, disse o governador Andrew Cuomo.

    A medida é parte de uma iniciativa mais ampla de Cuomo para melhor rastrear a extensão do avanço do vírus pelo Estado, agora que seus 300 laboratórios ampliaram capacidade, com o objetivo de dobrar a produção para 40 mil testes por dia.

    O foco renovado à testagem ocorre em um momento em que a crise aparenta estar perdendo força em Nova York, com as hospitalizações por Covid-19, a doença causada pelo vírus, atingindo o menor nível em três semanas, afirmou Cuomo neste sábado, em um briefing diário sobre o tema.

    'Vinte e um dias de inferno, e agora retornamos para onde estávamos há 21 dias', disse Cuomo. 'A testagem é no que estamos compulsivamente ou obsessivamente focados.'

    Cuomo afirmou que os testes de anticorpos em quatro hospitais do Estado terão início neste sábado, incluindo o hospital Elmhurst, onde ao menos 13 pacientes morreram por Covid-19 em um intervalo de 24 horas no final do mês passado, o que levou a profundidade da crise ao foco de muitos norte-americanos.

    Essa é uma parcela de um programa de testes mais amplo, que envolverá a testagem de enfermeiros, policiais, bombeiros, motoristas de ônibus, funcionários de mercados e outros trabalhadores essenciais, que segundo Cuomo estão 'carregando o peso' de manter as pessoas alimentadas e seguras.

    Cuomo acrescentou que é importante testar os grupos de trabalhadores 'voltados ao público' tanto para a segurança dessas pessoas quanto para a proteção do povo, à medida que Nova York --em coordenação com Estados vizinhos-- começa a estudar quando e como reabrir sua economia.

    ((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447745))

    REUTERS GA

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. apos 21 dias de inferno …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.