alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    As mulheres têm se tornado mães cada vez mais tarde, e isso tem vantagens e desvantagens

    Um estudo de nascimentos em 2015, na área da Cidade de Buenos Aires, revelou que a idade média das mães ultrapassou os 30 anos.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Uma análise realizada pelo Departamento de Estatística e Censos de Buenos Aires concluiu que a idade de decidir a gravidez é cada vez maior, assim como o número de filhos por mãe está diminuindo. Tudo indica que esses números irão destacar ainda mais a tendência nos próximos anos.

    O estudo de campo descobriu que, em 1991, as mulheres que tiveram filhos o fizeram antes dos 29 anos de idade. Essa média foi mantida por uma década, mas desde 2003 começou a aumentar: em 2013, a idade da maternidade chegou a 30 anos. Até agora, neste século, houve um notável aumento na idade do primeiro casamento, que passou de uma média de 28 anos em 1990 para 33,2 anos em 2015.

    As razões são múltiplas: desde o aumento da idade de emancipação devido ao desemprego juvenil e ao prolongamento dos estudos, até a falta de medidas de conciliação familiar e apoio à maternidade. A crise só agravou essa tendência, já que agora leva mais tempo do que antes para desenvolver uma carreira que proporcione estabilidade econômica.

    Vantagens e desvantagens de ter filhos mais tarde

    Está comprovado que aqueles que têm filhos em idade avançada correm mais risco de desenvolver doenças mentais ou congênitas, como síndrome de Down, baixo peso ao nascer ou prematuridade.

    No entanto, há também o lado bom na maternidade tardia: pesquisas recentes mostram que aqueles que são pais mais tarde vêem sua expectativa de vida aumentada. Seus filhos também desfrutam de melhores habilidades cognitivas e de um nível educacional mais alto.

    Este último é explicado porque os pais mais velhos tendem a ter mais recursos econômicos e sociais, embora, como explica Aroa Albert Hernández, psicóloga infantil e familiar da Apai Psicólogos, também existem estudos que afirmam que a diferença geracional pode causar mais dificuldades de relacionamento a nível familiar, especialmente em idades mais complicadas, como a adolescência. 

    Em geral, e embora dependa de cada contexto e situação pessoal, pode-se dizer que aqueles que esperam ser pais têm mais maturidade emocional simplesmente porque acumularam mais experiências de vida.

    Por outro lado, a idade nos torna mais suscetíveis à mudança: pode ser difícil para nós nos adaptarmos a todas as coisas novas que a paternidade traz.  

    O especialista aponta também como desvantagem o fato de que a fertilidade é reduzida com a idade, bem como a saúde do bebê e da mãe - pressão arterial e maior probabilidade de desenvolver diabetes ou doenças congênitas durante a gravidez -, mas ressalta que tudo tem vantagens e desvantagens e que o melhor guia é, sempre, o bom senso. 

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. as mulheres tem se tornado …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.