alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    Born in the U.S.A. de Bruce Springsteen completa 36 anos hoje!

    Disco é considerado uma ode ao rock clássico

    Placeholder - loading - news single img
    Bruce Springsteen - Bruce Springsteen extended his Broadway one-man-show/Divulgação

    Publicada em  

    Hoje, dia 4 de junho, é aniversário de lançamento do álbum “Born in the U.S.A.”, um dos mais importantes, tanto da carreira do cantor e compositor Bruce Springsteen, quanto da história da música. Contexto e sentimento são as palavras chave para definir a obra que alavancou ainda mais o caminho do artista na estrada do estrelato que até aquele momento estava tendo dificuldades para sair da sombra do terceiro disco "Born to Run".

    Veja também: Bruce Springsteen se apresenta ao vivo em estádio vazio

    O disco foi baseado na depressão do cantor. Bruce estava decepcionado com a brutal queda do padrão de vida estadunidense. Até aquele momento – considerando o período de produção das faixas, que foram de janeiro de 82 a março de 84 – os Estados Unidos da América estava enfrentando de forma indireta a pressão da então União Soviética (URSS), na conhecida Guerra Fria. O presidente Ronald Regan estava encarregado de manter ao máximo a diplomacia e realizar ações de forma consciente para que não houvesse a Terceira Guerra Mundial. Porém, a maior inspiração para concepção das letras foi a Guerra do Vietnã, que teve desfecho em 75, causada tanto pela vontade de conflito armado entre as duas potencias, quanto pelo desejo do país norte-americano de manter a soberania.

    Apesar da eletricidade que cada melodia carrega, dando sentido ao pop rock, a guitarra inspirada não engana os ouvidos atentos com cada uma das letras: Springsteen está desabafando sobre desrespeito com veteranos da guerra, já que alguns dos amigos e colegas de banda do cantor faziam parte deste grupo de homens que voltaram dos conflitos. Além dessa inspiração, o artista também sentiu na pele o crescimento sem controle de sua fama, o que, segundo ele, trouxe um sentimento crescente de solidão.

    O disco foi considerado uma ode ao rock and roll e é levantado por muitos críticos como uma das 200 melhores obras já lançadas do gênero musical. “Born in the U.S.A.” ficou, em grande parte dos países ao redor do mundo, no primeiro lugar nas paradas, inclusive no ranking americano da Billboard 200. O álbum rendeu três singles de sucesso, “I’m on Fire”, “Glory Days” e “Dancing in the Dark”, o último foi responsável por alavancar a carreira da atriz Courteney Cox – uma das protagonistas da série Friends –, já que ela aparece ao fim do vídeo clipe da canção dançando com Springsteen.

    1. Home
    2. noticias
    3. born in the u s a de bruce …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.