alexametrics
Conectando

    Brasil é visto como um péssimo país para se morar pelos estrangeiros

    No entanto, a cordialidade do brasileiro e o clima do país também foram lembrados na pesquisa.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Uma pesquisa da Expat Insider 2016, realizada com mais 14 mil pessoas de diversas nacionalidades, revelou que o Brasil é um dos piores lugares para se morar. De 67 países avaliados, o Brasil ficou em 64° lugar no ranking  dos melhores lugares para um estrangeiro viver. Só Nigéria, Grécia e Kuwait são piores. Taiwan, Malta, Equador, México e Nova Zelândia são primeiros colocados.

    Boa parte desses entrevistados é composta por executivos e profissionais de empresas multinacionais e por seus familiares. A decisão de uma empresa de investir num país e o sucesso da empreitada dependem de muitos fatores, entre eles a imagem que os executivos nutrem a seu respeito, e como se sentem nele. Por isso, é um ativo econômico estar bem nesse ranking.

    No relatório da pesquisa, o capítulo sobre o Brasil tem o terrível título de “Sem festa para esse país”. O país vem em uma queda livre no ranking elaborado anualmente: 42.º em 2014, 57.º em 2015 e 64.º no ano passado, quando a pesquisa divulgada esta semana foi realizada.

    Um dos motivos é a relação entre os salários pagos pelas multinacionais e o custo de vida nas grandes cidades brasileiras, onde se concentram os profissionais estrangeiros e suas famílias. Outros pontos negativos destacados no Brasil são a incerteza política, a criminalidade, a infraestrutura de transporte e a saúde.

    O clima, naturalmente, é um ponto positivo e reconhecido no Brasil. Além disso, a cordialidade do brasileiro também foi lembrada na pesquisa. Mas, mesmo assim, parece que os contras pesaram bem mais do que os prós.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.