Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Brasil registra mais 1.156 óbitos por Covid-19 e passa de 85 mil mortes

    Placeholder - loading - news single img
    Enterro de vítima da Covid-19 no cemitério da Vila Formosa, em São Paulo (SP) 26/06/2020 REUTERS/Amanda Perobelli

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Gabriel Araujo

    SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil registrou nesta sexta-feira 55.891 novos casos de coronavírus, atingindo um total de 2.343.366 infecções, e mais 1.156 óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva a contagem total de mortes a 85.238, informou o Ministério da Saúde.

    Esse é o terceiro dia consecutivo em que o país contabiliza mais de 50 mil novos casos da doença, depois de um problema técnico enfrentado por Estados para o registro de casos no fim de semana passado e também após o ministério publicar uma portaria que passou a exigir a notificação de testes realizados por qualquer laboratório do Brasil.

    Na quarta-feira, foram mais de 67 mil casos notificados, um recorde desde o início da pandemia, e na quinta, quase 60 mil. Abaixo de ambas, a contagem de infecções desta sexta-feira torna-se a terceira maior registrada pelo país em um só dia.

    O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de casos e mortes por Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos.

    'Nós --com poucas exceções, num país do tamanho que é o Brasil-- temos conseguido passar sem um maior colapso (do sistema de saúde)', disse o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, em pronunciamento nesta sexta-feira.

    Ele, que visitou os três Estados da região Sul nesta semana, voltou a afirmar que a pandemia tem caminhado para o centro-sul do país, depois de ter foco no Norte-Nordeste e 'pontos fora da curva nas capitais de Rio de Janeiro e São Paulo' entre março e junho.

    'A conduta precoce (no tratamento) é a melhor ação que nós podemos fazer. A solução definitiva virá somente com a vacina', acrescentou Pazuello, que admite o número elevado de casos da doença no país, mas vê a curva de óbitos sob controle.

    Segundo os números do Ministério da Saúde, São Paulo segue como o Estado mais afetado pela Covid-19 no Brasil, atingindo 463.218 casos e 21.206 óbitos.

    Nesta sexta, o prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), anunciou o adiamento do Carnaval 2021 para maio ou julho, por causa da pandemia. Além disso, a Fórmula 1 decidiu cancelar o Grande Prêmio do Brasil deste ano. [nL2N2EV13W] [nL2N2EV16Q]

    Ceará e Rio de Janeiro dividem o segundo lugar entre os Estados mais atingidos pela pandemia. O Estado nordestino possui maior número de casos (158.824 infecções, 7.426 óbitos), mas o Rio conta com contagem mais elevada de mortes (154.879 casos, 12.654 óbitos).

    Pará, Bahia, Maranhão e Minas Gerais completam o grupo de sete Estados brasileiros com mais de 100 mil casos confirmados de Covid-19.

    O Brasil possui 1.592.281 pacientes recuperados da doença, além de 655.847 em acompanhamento, segundo o Ministério da Saúde.

    A taxa de mortalidade da doença no país é de 3,6%.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. brasil registra mais 1156 …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.