Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Brasil tem 34 casos de coronavírus, diz ministério; 90% podem ser atendidos em postos

    Placeholder - loading - news single img
    Funcionária usa máscara de proteção no aeroporto de Guarullhos 05/03/2020 REUTERS/Rahel Patrasso

    Publicada em  

    Atualizada em  

    SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil atingiu nesta terça-feira a marca de 34 casos confirmados de coronavírus, informou o Ministério da Saúde em uma plataforma online, passando a contabilizar o primeiro caso no Rio Grande do Sul, as cinco infecções confirmadas na véspera pelo Rio de Janeiro e mais três casos em São Paulo.

    A Secretaria de Saúde gaúcha já havia informado na manhã desta terça-feira a confirmação da doença em um homem de 60 anos, residente de Campo Bom, que esteve em Milão na segunda quinzena de fevereiro.

    Já a Secretaria de Saúde fluminense notificou os cinco novos casos na noite de terça-feira, o que elevou o total de infecções confirmadas no Estado para 8.

    Ainda assim, São Paulo continua a ser o Estado brasileiro com o maior número de casos confirmados, chegando agora aos 19, alta de três na comparação com a véspera.

    Além disso, a Bahia possui dois registros confirmados, enquanto Minas Gerais, Espírito Santo, Distrito Federal e Alagoas têm um caso cada.

    São Paulo e Bahia são os Estados que verificaram transmissão local, que ocorre no caso de um paciente com coronavírus confirmado ter entrado em contato com outro que já possuía a doença.

    De acordo com o ministério, cinco pacientes estão hospitalizados devido à doença no país.

    Em relação aos casos suspeitos, o Brasil agora soma 893, ante 930 na véspera. São Paulo, com 302, é o local que mais possui suspeitas, seguido por Minas Gerais (122), Rio de Janeiro (119) e Rio Grande do Sul (70). Os casos descartados no país são 780.

    ATENDIMENTO EM POSTOS

    O Ministério da Saúde reforçou nesta quarta-feira que 90% dos casos de coronavírus podem ser atendidos nos postos de saúde, que somam mais de 42 mil unidades no país, uma vez que a grande maioria dos registros da doença é leve e pode ser tratada com atenção primária.

    'Os postos de saúde são a porta de entrada do cidadão na rede de saúde. São as unidades que estão mais próximas de onde as pessoas moram e trabalham. São as unidades que as pessoas devem recorrer inicialmente', disse a secretária substituta de Atenção Primária, Caroline Santos, em entrevista coletiva.

    Segundo comunicado da pasta, a intenção do governo é ampliar o horário de funcionamento de 5,2 mil unidades de saúde em cerca de 1,5 mil municípios, o que ampliaria a cobertura de atendimento para 40 milhões de pessoas. Serão priorizados postos em cidades onde já existam casos confirmados.

    Na terça-feira, o ministério havia anunciado uma alteração no monitoramento do coronavírus, passando a incluir a busca por casos suspeitos independente de viagens ao exterior, com a aplicação de testes a pacientes internados que derem negativo para outros vírus.

    'Dessa forma, a pasta amplia a identificação dos casos de coronavírus e reforça o monitoramento da circulação no país', disse a pasta em comunicado.

    Segundo levantamento feito pela Reuters, até a noite de segunda-feira o coronavírus já havia infectado mais de 114 mil pessoas no mundo, em 111 países, causando a morte de 4.026.[nL1N2B308P]

    (Por Gabriel Araujo)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. brasil tem 34 casos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.