alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Cães e gatos são responsáveis por 64 milhões de toneladas de CO2 por ano

    Os animais de estimação são responsáveis por 25 a 30 por cento do impacto ambiental do consumo de carne nos Estados Unidos.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Um estudo apontou que o consumo de carne por cachorros e gatos de estimação, incluindo na forma de ração, gera 64 milhões de toneladas de dióxido de carbono por ano. O valor corresponde ao mesmo impacto ambiental que 13,6 milhões de carros causam por ano. Liderada por pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles, nos Estados Unidos, o objetivo da investigação era calcular a pegada ecológica destes animais.

    O professor de geografia Gregory Okin, autor do estudo, salienta que o estudo não serve para orientar que os donos se livrem de seus bichinhos de estimação. “Definitivamente não estou recomendando que as pessoas se livrem de seus animais de estimação ou os coloquem em uma dieta vegetariana, o que não seria nada saudável. Mas acho que devemos considerar todos os impactos que os animais de estimação causam e termos uma conversa honesta sobre eles. Os pets têm muitos benefícios, mas também um enorme impacto ambiental.”

    Segundo o estudo, gatos e cães são responsáveis ??por 25 a 30 por cento do impacto ambiental do consumo de carne nos Estados Unidos. Se os milhões de felinos e caninos americanos formassem um país separado, sua nação animal seria o quinto no ranking de consumo global de carne – atrás somente da Rússia, do Brasil, dos Estados Unidos e da China.

    A carne requer mais energia, terra e água para ser produzida e tem maiores consequências ambientais em termos de erosão, pesticidas e resíduos, em comparação às plantações.

    Okin afirma que alguns dos produtos em alimentos para animais de estimação são mais adequados para consumo humano. No estudo, o pesquisador confirmou que as comidas premium para cães e gatos geralmente contêm mais produtos de origem animal do que as comuns, e que a busca por esse tipo de ração está aumentando. O que significa que os cães e gatos estão comendo cada vez mais carnes adequadas para humanos.

    “Um cachorro não precisa comer bife”, disse o pesquisador. “Ele pode comer coisas que um humano não pode. Então, e se pudéssemos transformar alguns desses alimentos para animais em comida para pessoas?”.

    Segundo Okin, alguns passos já começaram a ser dados em relação a tomar medidas de sustentabilidade e que podem reduzir o consumo excessivo de carne por parte dos pets, especialmente ao considerar fontes alternativas de proteína na fabricação das rações.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. caes e gatos sao responsaveis …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.