Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Casos de coronavírus ultrapassam 60 milhões no mundo, segundo contagem da Reuters

    Placeholder - loading - Paciente com Covid-19 na UTI de um hospital em Houston, Texas (EUA)  08/09/2020 REUTERS/Callaghan O'Hare
    Paciente com Covid-19 na UTI de um hospital em Houston, Texas (EUA) 08/09/2020 REUTERS/Callaghan O'Hare

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Shaina Ahluwalia

    (Reuters) - A contagem global de casos confirmados de coronavírus atingiu 60 milhões nesta quarta-feira, com aceleração do ritmo de novas infecções e os Estados Unidos relatando números recordes de hospitalizações, de acordo com uma contagem da Reuters.

    Autoridades dos EUA, o país mais afetado do mundo, fizeram um apelo para que os norte-americanos fiquem em casa no feriado de Ação de Graças, já que o número crescente de pacientes com Covid-19 está levando os profissionais de saúde ao limite.

    Os Estados Unidos registraram 1 milhão de novos casos de Covid-19 em menos de uma semana, elevando o total de infecções para mais de 12,5 milhões e o número de mortes para 260.000, segundo dados da Reuters baseados em declarações oficiais.

    Globalmente, as infecções chegaram a 60,005 milhões e as mortes a 1,4 milhão. (Gráfico: https://tmsnrt.rs/3q38VSH)

    Uma análise dos dados da Reuters mostrou a taxa de novas infecções aumentando mundialmente. Demorou apenas 17 dias para passar de 50 milhões de casos para 60 milhões, em comparação com 21 dias para mudar de 40 milhões para 50 milhões. Cerca de 580.000 casos foram relatados a cada dia durante a última semana e cerca de metade de todos os casos desde o início da pandemia foram registrados nos últimos 70 dias. (Gráfico: https://tmsnrt.rs/366qPfc)

    Na Europa, 1 milhão de novos casos foram registrados em apenas cinco dias, para um total de mais de 16 milhões de casos, incluindo 365.000 mortes.

    Os governos de toda a Europa estão com dificuldades para impor restrições à vida pública e, ao mesmo tempo, permitir que as famílias celebrem o Natal sem impulsionar novos surtos.

    Embora um lockdown nacional na Inglaterra deva terminar na próxima semana, Alemanha, Espanha e Itália anunciaram restrições para período de festas, incluindo limites para hóspedes em casa.

    A região da América Latina tem o maior número de mortes relatadas no mundo, representando cerca de 21% de todos os casos globais e mais de 31% de todas as mortes registradas no mundo. (Gráfico: https://tmsnrt.rs/33cHDzp)

    Na semana passada, o Brasil se juntou aos Estados Unidos e à Índia como os únicos países que registraram mais de 6 milhões de infecções. Com quase 170.000 mortes confirmadas, o Brasil tem o segundo maior número de mortes do mundo.

    Embora a Índia continue sendo o segundo país mais afetado do mundo, com quase 9,2 milhões de casos, continuou relatando uma desaceleração em novos casos nas últimas semanas, com média de cerca de 44.000 casos por dia na última semana, bem abaixo do pico de pouco menos de 97.900 casos em meados de setembro.

    Países da Ásia-Pacífico, como China, Coreia do Sul, Cingapura, Austrália e Nova Zelândia mostraram como medidas rápidas, locais e intrusivas podem ser eficazes na extinção de surtos.

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. casos de coronavirus …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.