Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Chile anuncia plano de flexibilização gradual após mais de 4 meses de quarentena

    País é um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus na América do Sul; plano de reabertura respeitará a situação de cada região do território chileno

    Placeholder - loading - news single img
    Istock/Divulgação

    Publicada em  

    O governo do Chile anunciou neste domingo (19) um plano para a flexibilização gradual da quarentena e das limitações impostas há mais de quatro meses no país, um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus na América do Sul. Segundo o medidor Worldometers, o território chileno soma mais de 8,5 mil mortes e 330 mil casos confirmados da Covid-19

    Veja também: Enquanto Índia cancela reabertura do Taj Mahal, França retoma atividades do Louvre

    "Graças ao esforço da maioria que cumpriu as normas sanitárias, hoje, depois de 5 meses de pandemia, estamos completando 5 semanas de melhoria que dão as condições para iniciar um lento e cuidadoso processo, passo a passo, para retomar parte de nossas atividades", escreveu o presidente Sebastián Piñera em sua conta no Twitter.

    Batizado de “Passo a passo, Chile se cuida”, o programa apresentado por Piñera será dividido em cinco etapas, respeitando a situação de cada comunidade e região do país. São elas: quarentena (mobilidade limitada para diminuir interação entre pessoas), transição (primeira etapa de flexibilização que visa evitar uma abertura brusca), preparação (relaxamento do isolamento para pessoas fora dos grupos de risco), abertura inicial (retorno de algumas atividades de menor risco, mas sem aglomerações) e abertura avançada (aumento do número de pessoas permitido em determinadas atividades, respeitando as orientações preventivas).

    Segundo informações da AFP, o ministro da Saúde, Enrique Paris, reforçou que “avançar ou retroceder de um passo ao outro irá depender dos indicadores epidemiológicos e da rede assistencial de cada comunidade”. Em Santiago, capital chilena onde vive quase metade dos 18 milhões de habitantes do país, por exemplo, a adoção das fases também vai depender da confirmação de prefeitos.

    Nas redes sociais, o presidente do país afirmou ainda que vai se preparar para “reagir a tempo” no caso de ter que retroceder no plano de relaxamento.

    "As cifras sanitárias mostram um horizonte que nos dá esperança. 12 de nossas 16 regiões estão mostrando melhorias nas últimas semanas", disse Piñera, em referência a queda de contágio da doença observada no país nas últimas cinco semanas.

    "No entanto, falta muito caminho para percorrer até voltarmos a nos encontrar como antes. Mas hoje começamos a avançar. Passo a passo”, completou.

    1. Home
    2. noticias
    3. chile anuncia plano de …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.