Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Consagração da Argentina na contra seleção brasileira no Brasil ficará na História, diz Messi

    Placeholder - loading - Lionel Messi beija troféu da Copa América no Maracanã 10/07/2021 REUTERS/Ricardo Moraes
    Lionel Messi beija troféu da Copa América no Maracanã 10/07/2021 REUTERS/Ricardo Moraes

    Publicada em  

    (Reuters) - O grito de campeão da seleção da Argentina ficará na História por ter acontecido contra a seleção brasileira no Brasil, o que fez com que a espera argentina por um título tenha valido a pena, disse no domingo o astro argentino Lionel Messi, após conquistar seu primeiro título com a camisa principal da albiceleste.

    Messi levantou o troféu da Copa América no sábado com a seleção argentina após vitória por 1 x 0 sobre o Brasil no Maracanã, depois de perder quatro finais --as da Copa América de 2007, 2015 e 2017 e a da Copa do Mundo de 2014.

    'É uma loucura, é inexplicável a felicidade que sinto. Sabia que em algum momento conseguiria. Precisava tirar o peso de poder conseguir algo com a seleção. Acho que não havia melhor momento que esse', disse Messi antes de iniciar a volta para a Argentina.

    'Será uma partida que ficará na História, não só por ser campeão da América, mas por ganhar do Brasil no Brasil... Sinto que Deus estava guardando este momento para mim', acrescentou.

    Messi, que marcou quatro gols no torneio continental e participou em quase todos os gols marcados pela Argentina na competição, afirmou que chegou para os jogos finais da competição em condições apenas suficientes para jogar, por causa de um 'desconforto' na coxa.

    Depois de manifestar sua felicidade com o título, Messi disse que a seleção argentina tem de 'aproveitar o impulso' para as próximas competições e que confia nos novos jogadores que chegaram à equipe, com os quais disse sentir-se 'muito feliz'.

    Ele também atribuiu 'grande mérito' ao técnico Lionel Scaloni e dedicou a conquista a seus companheiros que estiveram nas finais em que saiu derrotado e que não puderam levantar o troféu. 'Isto também é para eles, que fizeram muito por esta seleção.'

    (Reportagem de Ramiro Scandolo)

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    Neste mês de setembro foi lançado Cry Macho, o mais novo filme do consagrado ator e diretor, Clint Eastwood. Mesmo com 91 anos e com uma certa fragilidade na aparência, o astro se mostra incansável, chegando a montar a cavalo e cavalgar em uma cena. “Trate o cavalo como um amigo e ele vai cuidar de você", disse sobre a tensão sentida por todos no set ao verem um homem dessa idade subir no animal.

    No longa, Clint assume o papel de Mike Milo, um ex-peão de rodeio que está velho e bem distante de seus dias de glória. Devendo um favor a seu chefe, Mike aceita a tarefa de resgatar seu filho, Rafo, de sua mãe abusiva. O único porém é que o garoto mora no México.

    A obra, baseada no livro homônimo de 1975 escrito por N. Richard Nash, já teve outras diversas tentativas frustradas de adaptação para as telonas, das quais se destacam duas: uma que seria estrelada por Roy Scheider (ator de Tubarão) em 1991 e uma por Arnold Schwarzenegger em 2011, após seu mandato como governador da Califórnia. 

    Durante a produção, que sofreu com a pandemia do coronavírus, houve um grande susto com a ocorrência de um caso de infecção entre uma das atrizes - que, felizmente, era um falso positivo e não atrapalhou o processo de filmagem.

    Cry Macho está em cartaz nos cinemas e disponível no serviço de streaming HBO Max. Veja o trailer:

    Clint Eastwood e sua trajetória em Hollywood

    Eastwood começou sua carreira em 1955, mas ascendeu ao estrelato com seus papéis em filmes de faroeste, como a consagrada Trilogia dos Dólares do diretor italiano Sergio Leone, com Por um Punhado de Dólares (1964), Por uns Dólares a Mais (1965) e Três Homens em Conflito (1966)

    Tal como em suas últimas realizações como diretor, como Gran Torino (2008) e A Mula (2018), ele aproveita para refletir a relação entre o Clint ícone - imponente e classicamente sério - e o Clint homem, agora mais velho e com a simples preocupação de contar uma história.

    Dê play no vídeo abaixo para conferir os trailers de Gran Torino (2008) e A Mula (2018):

    ‘Gran Torino’ (2008) 



    ‘A Mula’ (2018)

    1 H
    1. Home
    2. noticias
    3. consagracao da argentina na …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.