alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Eduardo Bolsonaro torna-se líder do PSL na Câmara e Delegado Waldir acata

    Placeholder - loading - news single img
    Eduardo Bolsonaro durante sessão na Câmara dos Deputados em Brasília 21/08/2019 REUTERS/Adriano Machado

    3742

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Maria Carolina Marcello

    BRASÍLIA (Reuters) - Em mais uma reviravolta na disputa interna do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, foi formalizado como o novo líder da legenda na Câmara dos Deputados.

    O deputado Delegado Waldir (PSL-GO), líder até então, que na semana passada lutou para se manter no posto e adotou uma postura de enfrentamento com o presidente e com o grupo que apoiava Eduardo, divulgou vídeo nesta segunda-feira acatando a decisão e colocando-se à disposição do novo líder.

    'Aceitamos democraticamente uma nova lista que foi feita por parlamentares. Já estarei à disposição do novo líder para, de forma transparente, passar para ele toda a liderança do PSL', disse Waldir.

    A nova lista foi apresentada às 9h30 desta segunda-feira à Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Casa para nomear Eduardo, que já consta no sistema da Câmara como o novo líder. [nL2N2760L0]

    Segundo a assessoria do líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (PSL-GO), o deputado protocolou às 9h30 desta segunda-feira a nova lista, com 29 assinaturas.

    O PSL vive nas últimas semanas uma disputa interna entre o grupo de Jair Bolsonaro e seus filhos, e uma ala concorrente que apoia o presidente da sigla, deputado Luciano Bivar (PE).

    Na última semana, foram apresentadas duas listas para tentar nomear Eduardo como líder do partido na Câmara no lugar de Waldir, ligado a Bivar, mas não conseguiram efetuar a troca.

    Na sexta-feira, em um contra ataque, a ala de Bivar e Waldir decidiu, em uma reunião partidária, suspender 5 deputados que apoiam Bolsonaro. Caso ficassem de fato suspensos, estariam impedidos de assinar uma nova lista para destituir o líder.

    Mas, segundo Vitor Hugo, Bivar teria voltado atrás e informado à Câmara de sua decisão, deixando os parlamentares em plenas condições de assinar a lista.

    (Por Maria Carolina Marcello; Edição de Pedro Fonseca e Maria Pia Palermo)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. deputados bolsonaristas …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.