alexametrics
Conectando

    Uma pequena mudança na dieta das crianças pode fazer com que elas durmam mais facilmente.

    Estudo comprova que crianças que comem peixe são mais inteligentes e têm menos insônia

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Estudo da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, comprova que crianças que comem peixe uma vez por semana dormem melhor e têm QI mais alto que aquelas que consomem a carne com menos frequência.

    Pesquisas anteriores já haviam mostrado que o ômega 3 dos ácidos graxos, encontrado nos peixes, era bom para a melhora da inteligência e do sono, e que dormir bem aumenta o QI. Mas o time de cientistas da Universidade da Pensilvânia foi pioneiro ao relacionar as três variáveis ao mesmo tempo.

    Para chegar a essas conclusões, os pesquisadores perguntaram a frequência com mais de 500 crianças entre 9 e 11 anos comiam peixe e mediram o QI delas. Os pais dos pequenos responderam questões sobre a qualidade do sono dos filhos.

    Os cientistas percebeu que aqueles que costumavam comer peixe semanalmente marcaram 4.8 pontos a mais no teste de QI que as crianças que raramente ou nunca consumiam o alimento. O QI daqueles que disseram que peixe fazia parte do cardápio às vezes foi 3.3 pontos mais alto.

    Eles também notaram que o consumo maior de peixe estava relacionado com uma menor quantidade de problemas de sono, o que indica que a criança conseguia aproveitar melhor a noite de sono.

    Especialistas recomendam que se faça um esforço para que a carne seja incluída na dieta a partir dos dois anos de idade, assim a criança se acostuma ao cheiro e ao gosto do alimento. Aos poucos, o peixe deve ser cada vez mais frequente no prato dos pequenos.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.