alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Estudo internacional revela que antibiótico pode ser perigoso para o coração

    Os riscos, no entanto, diminuem à medida que o consumo diminui.

    Placeholder - loading - news single img
    Comprimidos de remédios diversos (Foto: Pixabay)

    Publicada em  

    Um estudo publicado no Journal of American College of Cardiology analisou o uso de antibióticos entre 12.502 pessoas com insuficiência cardíaca. Os pesquisadores os compararam com 125.020 pessoas saudáveis.

    Eles compararam a classe de antibióticos chamados fluoroquinolonas (Cipro, Levaquin e outros) com dois outros antibióticos comumente prescritos, amoxicilina e azitromicina. Os usuários atuais de fluoroquinolona tiveram um risco relativo 240 por cento maior de regurgitação valvar do que os usuários de amoxicilina e um risco 75 por cento maior do que as pessoas que tomaram azitromicina.

    O risco diminuiu com o tempo. As pessoas que pararam de usar fluoroquinolonas nos últimos dois meses tiveram um risco 47% maior que os usuários de amoxicilina e um risco 37% maior do que aqueles que usaram azitromicina. Após dois meses de interrupção dos medicamentos, não houve aumento do risco.

    Sabe-se que as fluoroquinolonas têm vários efeitos colaterais. "Isso aumenta a longa lista de eventos raros, mas sérios, que acontecem com fluoroquinolonas", disse o autor principal, Dr. Mahyar Etminan, professor associado de oftalmologia da Universidade da Colúmbia Britânica. "Esses medicamentos devem ser reservados para situações em que nada mais pode ser usado e quando os benefícios superam os riscos".

    As informações são do jornal The New York Times.

    1. Home
    2. noticias
    3. estudo internacional revela …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.